O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

ERRATAS MAIS SALIENTES DA SESSÃO DE 2 DE JUNHO.

PAG 60
65 67
. COL.
__ 2_* __ __ 1a __
___ ^ a ___
MNH x
18 40
06
46
HllROS OU OMISSÕES
RSIENDAã
. . . . boa fé, a -nossa vontade


. . . . concede o parecer, era


. . . . com tanto que


. . . . por ascendentes


.... deve ter sentimentos da


SESSÃO DE íl DE JOTHO.

PRESIDÊNCIA DO SR, SILVA SAKCBES.

Ao meio dia e um quarto procedeu o sr. secretario Rebello de Carvalho-á chamada, e verificou-se esta reiii presentes G2 srs. deputados.

O sr. Presidente: — Esíá aberta a sessão.

Entraram durante a-sessão os MS. Alves Martins, Quelhas, (íomes Corrêa, António José de Ávila, Fonte? Pereira de Mello, L-^pes de Mendonça, Bernardo Francisco da Costa, Garcia Pêros, Jeremias, Bivar, Rezende, Bordallo, Pegad->, Teixeira de Sampaio, Pessanha (João), líonoralo Ferreira, Silva Pereira (Joaquim Narcizo), Ortigãr», Lobo de Ávila, Sou^a Pinto Bastos, José Estevão, José Guedes, Ca-zal Ribeiro, Moniz, e Novaes.

• Faltaram com causa justificada os srs. Affonso Botelho, Vasconcellos e Sá, Fonseca Coutinho, Archer, Castro e Abre", Mello e Carvalho, Cezar de Vas-rohcellos, Corrêa Caldeira, António Emílio, Lage, Louzada, Pitta, Brayner, Pinheiro Ozorio, Ary^tides Abrancbes, Palmeirim, Baxilio Alberto, Silva Maya, Conde de Saldanha, Pinto Bastos (Eugênio), Bar-rozo, D. Francisco de Almeida, Francisco Damazio, Costa e Silva, Maya (Francisco),- Nazareth, Silva Pereira. (Frederico), Palma, Fonseca Castello Branco, Pessanha (José). Baldy, Tavares de Macedo, Silva Vieira, Paredes, Plácido, de Abreu, Moraes Soares, Pinto da França, Simào da Luz, Northon, e Visconde da Junqueira.

Faltaram sem causa conhecida os srs. António Feyo, Caldeiros, Bento d<_- francisco='francisco' diogo='diogo' castro='castro' de='de' silva='silva' e='e' magalhães='magalhães' souza='souza' josé='josé' d.='d.' joaquim='joaquim' p='p' carvalho='carvalho' coutinho='coutinho' azevedo='azevedo' guedes='guedes' pereira='pereira' soares='soares' visconde='visconde' passos='passos'>

O sr. Miguel do Canto leu a acta da seísão antecedente, que foi approvada sem.reclamação.

Expediente a que se deu destino pela mesa.

REQUERIMENTO: — Requeiro, que se peça ao governo, qu<_ com='com' sejam='sejam' de='de' urgência='urgência' governo='governo' do='do' pelo='pelo' eçclesiasticas.='eçclesiasticas.' jacinto='jacinto' caso='caso' província='província' ministério='ministério' daquella='daquella' s.='s.' vir='vir' nas='nas' enviadas='enviadas' tliomé='tliomé' essas='essas' as='as' na='na' esta='esta' differentes='differentes' remettidas='remettidas' marinha='marinha' que='que' no='no' ultramar='ultramar' emolu-menlos='emolu-menlos' dos='dos' príncipe='príncipe' cobram='cobram' se='se' sido='sido' civíí='civíí' carneiro.='carneiro.' camará='camará' tabeliãs='tabeliãs' repartições='repartições' publica='publica' á='á' a='a' tenham='tenham' e='e' approvaçâo='approvaçâo' provinda=':' p='p' fiscaes='fiscaes' mandem='mandem' pereira='pereira' nào='nào' da='da'>

Foi enviado ao governo*

Foram remettidas á commrssão de fazenda as contas de gerência do ministério das obras publicas desde o L* de outubro de 1852 até ao fim de junho de 1853.

REQUERIMENTO : — O decreto, com fon;a de ler, de 12 de outubro do 1852, no capitulo 4>.° ordena o recenseamento da divida em atrazo nas provinda* ultramarinas. Na província dç S. Thoiné e Piincipe não se tem cumprido esla disposição da lei, nem mesmo se tem procedido á liquidação da mencionada divida, portanto :

Roqueiro, que se recomrnende ao governo, que mande que a junta da fazenda daquella provincia proceda á liquidação da mencionada divida, e cumpra as disposições do capitulo 4." do supracitado decreto de 12 de outubro de 1852, = Jacinto Pereira Carneiro.

Foi admitiido á discussão..

O sr. Presidente: — Como ninguém se inscreve, vou consultar a camará sobre este requerimento...

O sr. Celestino Soares : — Peç > a palavra, poiqu^ me parece que este requerimento deve ir á coiii missão do ultramar. :

O sr. Presidente: — li ti peço a Iodos os srs. depu« tados, que não se guardem para pedir a palavra, quando se está consultando a camará. (Apoiados) Quando se consulta a camará, reputa-se a discussão fechada, porque ninguém se inscreveu ...

O sr. Celestino Soares : — Perdôe-me v. ex.a; em quanto não se vota, parece-rne que está eada um no seu direito ...

O sr. Presidente: — Está cada um no seu direito em pedir o que quizer, Ijias em quanto os assumptos esiao em discussão; e o sr. deputado reservou-se para pedir a palavra, depois de eu ter annunciado á camará que se ia votar; e e.u peço aos srs. deputados que não se guardem para essa occasiao para pedira palavra.

Osr. Celestino Soares: — Torno a repetir, quando pedi a palavra, não se linha ainda, votado o requerimento; v. ex.a perguntou á camará se o aprovava, mas ern quanto não^stava approvado, parece-me quo está cada um no seu direito cm fazer alguma observação : entretanto eu conformo-me com a advertência que v.ex.a me fez;- e sópeçoqueo requerimento do sr. Carneiro vá á com missão do ultramar, porque