O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

(209)

mesma occasião em que se dizia que não se tinha cobrado nada nas provincias, nós viamos levantarem-se uns poucos de magistrados administrativos e dizerem-nos: — No meu districto tem-se cobrado 80 contos, dizia um, no meu tem-se cobrado 60 contos, dizia outro, e 40 contos n'outro. — e não se sabia nada disso. E de que provém tudo isto? Da má organisação em que estão essas repartições de contabilidade, e da má arrecadação que existe nella. Parece-me que a primeira cousa que deveria attender-se era saber arrecadar aquillo que se percebe do povo antes de recorrer a outros meios extraordinarios, e a sacrificios violentissimos.

Vamos porem a vêr agora em que consiste o expediente, postas de parte estas considerações. Aqui não se providenceia a nada do que diz respeito nem ao lançamento nem á arrecadação...

Como deu a hora, Sr. Presidente, peço que se me reserve a palavra para a sessão seguinte, e fica para ámanhã o tal expediente.

O Sr. Presidente — A ordem do dia para a sessão seguinte é a continuação do projecto n.º 71 e os mais que estavam dados, que entrarão pela sua ordem; mas na primeira parte hade entrar em discussão o parecer da commissão de Legislação sobre as alterações que vieram da Camara dos Pares, relativas ao Contracto do Tabaco. — Está levantada a sessão. — Eram cinco horas da tarde

O Redactor,

JOSÉ DE CASTRO FREIRE DE MACEDO.