O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

22
CAMARA DOS DIGNOS PARES.
Extracto da Sessão de 5 de Janeiro de 1836.
Meia hora depois do meio dia tomou o Sr. Vice-Presidente a cadeira, e feita a chamada se verificou estarem presentes 28 Dignos Pares; e então declarou S. Ex.ª estar aberta a Sessão.
O Sr. Secretario Conde de Lumiares leu a acta da Sessão de hontem, que foi approvada.
Logo depois foram admittidos a prestar o juramento os Dignos Pares ultimamente nomeados, e os quaes a Camara na Sessão precedente julgou em circumstancias de tomar assento; são
Os Srs. Marquez de Saldanha,
Viscondes de Porto Covo de Bandeira,
de Fonte Arcada,
Condes de Mello,
de Mafra,
de Rio Maior,
Visconde do Reguengo,
Barões do Sobral,
de Renduffe,
Manoel Gonçalves de Miranda,
Sebastião Xavier Botelho,
Agostinho José Freire,
Luiz de Vasconcellos e Sousa,
José Teixeira de Aguilar,
Duarte Borges da Camara Medeiros.
O Sr. Secretario P. J. Machado, deu conta de um Officio do Ministro dos Negocios do Reino, participando, que Sua Magestade havia designado o dia 8 do corrente para receber a Deputação que se nomeou, a fim de lhe participar a instalação da Camara, e fazer-lhe presente o seu agradecimento, por haver conferido aos Dignos Pares as honras de Grandes do Reino. — Ficou a Camara inteirada.
O Sr. Secretario Conde de Lumiares, leu o Relatorio dos trabalhos da Camara na Sessão passada, e com elle quatro relações: 1.ª Das Proposições pendentes: 2.ª Das que passaram á Camara dos Srs. Deputados: 3ª Das que por esta Camara subiram á Sancção Real: 4.ª Das que passaram á Camara dos Srs. Deputados, e não consta ainda fossem decididas.
Concluida estas leituras disse
O Sr. Visconde do Banho: — Sr. Presidente, parece-me que houve um esquecimento, e por isso se omittiu um projecto da que aqui se tratou e até foi impresso, o qual é relativo aos Governos do Ultramar, julgo-o muito importante, não por que eu trabalhasse nelle, mas pela transcendencia da sua materia; peço por tanto se accrescente na respectiva relação.
O Sr. Vice-Presidente: — Lembra-me muito bem que se tratou desse projecto, e por isso não ha duvida em se accrescentar, porque a omissão foi um simples esquecimento. — Tenho a participar á Camara que na conformidade de um artigo do nosso Regimento a mesa tomou hoje contas á Commissão Administrativa, que