O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

(4)
SESSÃO DE 20 DE JANEIRO.
Sendo uma hora e vinte minutos occupou a cadeira o Sr. Presidente.
Sua Ex.ª chamou logo para servirem de Secretarios Provisorios aos Srs. Conde de Lumiares, o Marquez de Loulé, na conformidade do Artigo 6.° do Regimento Interno, visto terem ambos servido de Secretarios na antecedente Sessão Extraordinaria, os quaes tomaram então os respectivos logares.
O Sr. Secretario Provisorio Conde de Lumiares fez a chamada, verificando estarem presentes os Dignos Pares, faltando os Srs. Marquezes de Santa Iria, e de Ficalho; Condes da Cunha, e da Taipa; Visconde de Sá da Bandeira, Barradas, e Sotto-maior.
O Sr. Secretario Provisorio referido, leu a Acta da Sessão de 3 do corrente, a qual foi approvada sem reclamação.
O Sr. Presidente: — Na conformidade do Artigo 10.º do Regimento desta Camara, vai proceder-se á eleição dos Secretarios, e Vice-secretarios.
E passando-se effectivamente a ella, começando pela dos Secretarios, corrido o primeiro escrutinio nele obteve 25 votos o Sr. Conde de Lumiares e como nenhum dos outros Dignos Pares alcançasse maioria absoluta, se procedeu a segundo escrutinio, no qual ficou eleito o Sr. Barão d'Alcobaça por 14 votos.
Corrido logo o escrutinio para Vice-Secretarios, ficou eleito o Sr. Souza e Holstein, por 17 votos; e porque nenhum dos outros Dignos Pares votados obtivesse a maioria absoluta, se procedeu a segundo escrutinio inutil, e immediatamente em terceiro ficou eleito o Sr. Mello Breyner por 17 votos.
O Sr. Presidente: — Estão eleitos para Secretarios