O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

CAMARA DOS DIGNOS PARES
SESSÃO DE 6 DE FEVEREIRO DE 1861
PRESIDENCIA DO EX.MO SR. VISCONDE DE LABORIM VICE-PRESIDENTE
Secretarios: os dignos pares Conde de Mello
Brito do Rio
Assistiram o sr. presidente do conselho, e os srs. ministros da guerra, obras publicas, marinha e fazenda.
Pelas duas horas e meia da tarde, tendo-se verificado a presença de 25 dignos pares, declarou o ex.mo sr. presidente aberta a sessão.
Leu-se a acta da antecedente contra a qual não houve reclamação.
O sr. secretario Conde de Mello: — Deu conta da seguinte correspondencia.
Quatro officios da presidencia da camara dos senhores deputados acompanhando quatro proposições, a 1.ª sobre poderem ser recebidos em deposito na alfandega de Elvas, para passarem á de Lisboa, as mercadorias vindas de paizes estrangeiros que se destinarem á exportação pelo porto de Lisboa; 2.ª, sobre o modo por que devem ser pagos os vencimentos dos escripturarios dos escrivães de fazenda; 3.ª, ampliando a auctorisação já concedida á camara municipal de Lisboa, para contrahir ainda um novo emprestimo a fim de se concluir a construcção do matadouro publico de gado, e 4.ª, sobre poderem os cirurgiões formados nas escólas medico-cirurgicas de Lisboa e do Porto, e os bachareis em medicina pela universidade de Coimbra, concorrer a todas as cadeiras que constituem o curso completo d'aquellas escólas.
A 1.ª e 2.ª remettidas á commissão de fazenda, a 3.ª á de administração publica, e a 4.°- á de instrucção publica.
Do ministerio da justiça enviando copia de um officio do procurador regio junto da relação de Lisboa, em resposta a um officio que por esta camara lhe havia sido enviado acompanhando um requerimento do digno par João da Silva Carvalho, pedindo a remessa da copia do processo pendente