O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

CAMARA DOS SENADORES.
Terceira Sessão Preparatoria, em 7 de Janeiro de 1840.
(Presidencia do Sr. Barão d'Albufeira, Decano.)
Tres quartos depois do meio dia foi aberta a Sessão: presentes 31 Srs. Senadores.
Leu-se e approvou-se a Acta da precedente.
Foi introduzido com as formalidades do estilo, e prestou Juramento o Sr. Francisco José da Costa e Amaral, Senador por Gôa, cuja eleição havia sido approvada na anterior Sessão da Legislatura.
O Sr. Bergara (Secretario Provisorio) disse que sobre a Mesa estavam alguns Officios de que daria conta á Junta, se ella assim o entendesse; mas, observando o Sr. Barão da Ribeira de Sabrosa que era inutil porque não se podia tomar decisão sobre elles, vista a falta de Senadores; resolveu a Junta neste sentido.
O Sr. Presidente disse que pelo mesmo motivo seria conveniente interromper a Sessão, por uma hora, a fim de dar tempo aos Membros que ainda houverem de chegar.
Manifestando a Junta convir, teve logar a interrupção pela uma hora da tarde.
Pouco depois das duas continuou a Sessão; mas, não havendo presentes o numero de Srs. Senadores necessario para progredir nos trabalhos, o Sr. Presidente fechou a Sessão, designando para a de ámanhã a hora do meio dia.