O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

204
DIARIO DO GOVERNO.
CAMARA DOS SENADORES.
Sessão de 14 de Fevereiro de 1839.
(Presidencia do Sr. Leitão.).
Pela uma hora menos um quarto estavam presentes 34 Srs. Senadores, e declarou o Sr. Presidente que estava aberta a Sessão.
O Sr. Zagallo disse que os Srs. Barão do Tojal, e Bergara o haviam encarregado de participar que não podiam Comparecer na Sessão; aquelle por ter motivo muito urgente, e este por incommodo de saude. — O Sr. Secretario Salinas participou tambem que o Sr. P. J. Machado não concorria á Camara por se achar molesto. — Ficou inteirada.
O mesmo Sr. Secretario leu a Acta da ultima Sessão, que foi approvada.
O Sr. Presidente: — Está sobre a Mesa o Diploma do Sr. José Curry da Camara Cabral, Senador eleito pelo Fayal; mas a Commissão de Poderes ainda não póde dar o seu parecer acerca delle, porque nesta Camara não existem as Actas da respectiva Eleição: mandaram-se procurar á Secretaria da dos Srs. Deputados, e tambem lá não estão; officiou-se portanto ao Ministerio do Reino, a fim de as remetter, e logo que cheguem, a Commissão se occupará do seu exame. Está na proxima Sala o Sr. Conde das Antas, Senador por Lisboa; como o seu Diploma se acha legalisado, vai ser introduzido.
Effectivamente o foi, por um dos Srs. Secretarios; prestou juramento, e tomou logar.
O Sr. Vice-Secretario Pinto Basto Junior, deu conta da correspondencia lendo um officio do Sr. Macario de Castro, Substituto por Viseu, expondo que o seu estado de saude lhe não permitte emprehender jornada a fim de se apresentar já na Camara. — Ficou inteirada.
Foram distribuidos exemplares do Orçamento da receita e despeza da Camara Municipal do Porto (enviados pelo seu Presidente); bem como outros da Representação, que a Direcção do Banco Commercial da mesma Cidade dirigio ás Côrtes, pedindo a revogação do Decreto de 16 de Janeiro de 1837 (são remettidos pela referida Direcção.)
O Sr. Visconde de Semodães: — Em uma destas penultimas Sessões; eu faltei a respeito do Sr. Conde de Terena, declarando a esta Camara, que elle não tinha Vindo por causa de molestia; mas que tencionava partir logo que podesse: porém neste ultimo correio, me previne que um novo ataque de gôta o impossibilita de fazer jornadas, e vir tomar assento na Camara, não só já, mas mesmo nesta Sessão? Em consequencia do que julgo, que esta Camara deveria officiar ao Sr. Conde de Te-