O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

4119 | I Série - Número 105 | 18 de Julho de 2001

 

aprovado poderá representar alguma clarificação do enquadramento profissional destes mediadores, mas não garante quaisquer perspectivas de estabilidade ou de progressão de carreira. O regime definido continua a ser precário e não contribui para a dignificação do estatuto dos mediadores culturais.
Assim, o Bloco de Esquerda absteve-se na votação do diploma porque este, apesar de consistir um avanço clarificador relativamente à situação actual, corresponde a um regime jurídico precário que não garante estabilidade profissional e nem atribui a merecida dignidade a esta função que é importante para a construção de uma sociedade onde a interculturalidade e o respeito pela diferença sejam marcas predominantes.
O Deputado do BE, Luís Fazenda.

Entraram durante a sessão os seguintes Srs. Deputados:

Partido Socialista (PS):
Ricardo Manuel Ferreira Gonçalves

Partido Popular (CDS-PP):
Manuel Tomás Cortez Rodrigues Queiró

Faltaram à sessão os seguintes Srs. Deputados:

Partido Socialista (PS):
Carlos Alberto Dias dos Santos
Joel Eduardo Neves Hasse Ferreira
José Alberto Leal Fateixa Palmeiro
Luís Manuel Ferreira Parreirão Gonçalves
Manuel Alegre de Melo Duarte
Nelson Madeira Baltazar
Paulo Alexandre Homem de Oliveira Fonseca
Teresa Maria Neto Venda

Partido Social Democrata (PSD):
Domingos Duarte Lima
José Frederico de Lemos Salter Cid

Partido Comunista Português (PCP):
Maria Odete dos Santos

Partido Popular (CDS-PP):
António de Magalhães Pires de Lima
Luís José de Mello e Castro Guedes

A DIVISÃO DE REDACÇÃO E APOIO AUDIOVISUAL

Páginas Relacionadas
Página 4116:
4116 | I Série - Número 105 | 18 de Julho de 2001   tão-só para saudar o trab
Pág.Página 4116
Página 4117:
4117 | I Série - Número 105 | 18 de Julho de 2001   Vamos agora votar o artig
Pág.Página 4117