O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

Sexta-feira, 6 de Julho de 2002 I Série - Número 29

IX LEGISLATURA 1.ª SESSÃO LEGISLATIVA (2002-2003)

REUNIÃO PLENÁRIA DE 5 DE JULHO DE 2002

Presidente: Ex.mo Sr. João Bosco Soares Mota Amaral

Secretários: Ex. mos Srs. Duarte Rogério Matos Ventura Pacheco
Ascenso Luís Seixas Simões
Isabel Maria de Sousa Gonçalves dos Santos
António João Rodeia Machado

S U M Á R I O

O Sr. Presidente declarou aberta a sessão às 10 horas e 20 minutos.
Deu-se conta da entrada na Mesa dos projectos de lei n.os 94 a 105/IX.
Procedeu-se à discussão conjunta, na generalidade, dos projectos de lei n.º 67/IX - Alteração ao Código da Estrada e revogação da Lei n.º 1/2002, de 2 de Janeiro (PSD), 81/IX - Revoga a Lei n.º 1/2002, de 2 de Janeiro (Deputado do BE Francisco Louçã) e 85/IX - Alteração à Lei n.º 1/2002, de 2 de Janeiro (PS) e do projecto de resolução n.º 34/IX - Instituição da comissão de acompanhamento e avaliação, prevista na Lei n.º 1/2002, de 2 de Janeiro (PS). Usaram da palavra, a diverso título, os Srs. Deputados Ribeiro dos Santos (PSD), Vitalino Canas (PS), Luís Fazenda (BE), Lino de Carvalho (PCP), Francisco Louçã (BE), Nuno Teixeira de Melo (CDS-PP), António Nazaré Pereira (PSD), Isabel Castro (Os Verdes) e Maria de Belém Roseira (PS).
Foi apreciado o Decreto-Lei n.º 112/2002, de 17 de Abril, que aprova o Plano Nacional da Água [apreciação parlamentar n.º 1/IX (PCP)]. Pronunciaram-se, a diverso título, além do Sr. Secretário de Estado do Ambiente (José Eduardo Martins), os Srs. Deputados Honório Novo (PCP), Massano Cardoso (PSD), Ascenso Simões (PS), Isabel Gonçalves (CDS-PP), João Teixeira Lopes (BE), Heloísa Apolónia (O Verdes), Bernardino Soares (PCP), Acílio Gala (CDS-PP) e Pedro Silva Pereira (PS).
O Sr. Presidente encerrou a sessão eram 13 horas e 20 minutos.

Páginas Relacionadas
Página 1176:
1176 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   mencionados, o que faz to
Pág.Página 1176
Página 1177:
1177 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   Realmente, face à dimensã
Pág.Página 1177
Página 1178:
1178 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   credível, a fixação de um
Pág.Página 1178
Página 1179:
1179 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   Ao tempo, o Partido Socia
Pág.Página 1179
Página 1180:
1180 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   sanguínea. Os dados remon
Pág.Página 1180
Página 1181:
1181 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   Pouco tempo depois, em fu
Pág.Página 1181
Página 1182:
1182 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   de probabilidades de que
Pág.Página 1182
Página 1183:
1183 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   considerar projectos, pro
Pág.Página 1183
Página 1184:
1184 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   Mas, em Portugal, o PSD e
Pág.Página 1184
Página 1185:
1185 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   O Governo, que deveria te
Pág.Página 1185
Página 1186:
1186 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   O mesmo se passou no CDS-
Pág.Página 1186
Página 1187:
1187 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   Para terminar, não venha
Pág.Página 1187
Página 1188:
1188 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   O debate, as cambalhotas
Pág.Página 1188
Página 1189:
1189 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   A Sr.ª Maria de Belém Ros
Pág.Página 1189
Página 1190:
1190 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   permitida e, mais do que
Pág.Página 1190
Página 1191:
1191 | I Série - Número 029 | 06 de Julho de 2002   devemos aprofundar este p
Pág.Página 1191