O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

0375 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003

 

Risos do PS, do PCP, do BE e de Os Verdes.

Por muito que lhes custe, Srs. Deputados, os senhores sabem que não. Foi porque as empresas voltaram a acreditar em Portugal.
Acham que foi pelas belezas naturais do nosso País que mais de 100 novos projectos de investimento - nacional e estrangeiro -…

Vozes do PCP: - Projectos?!

O Orador: - … foram apresentados e estão em fase de concretização?! Não. Foi porque os empresários e os investidores voltaram a acreditar em Portugal.

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

Acham que é pela nossa simpatia e hospitalidade que as intenções de investimento privado ascendem já a 600 milhões de contos?! Não. É porque os empresários voltaram a acreditar em Portugal.
E é assim, Srs. Deputados, que se cria emprego, emprego sólido, não emprego artificial, e que se promove a justiça social. Este é o caminho. Esta é a esperança. Esta é a certeza de um futuro melhor para os nossos concidadãos que ainda não encontraram emprego ou que perderam o seu posto de trabalho.

O Sr. Joel Hasse Ferreira (PS): - Por vossa causa!

O Orador: - Os Srs. Deputados da oposição podem ter preocupações, como todos nós temos, mas não têm o monopólio do bom coração e, muito menos, o exclusivo da justiça social.

O Sr. Eduardo Ferro Rodrigues (PS): - Caridade! Caridade!

O Orador: - A justiça social é o nosso desígnio. Queremos um País mais rico, sem dúvida, mas, sobretudo, um País mais justo e mais solidário. E é por isso que vos digo: Portugal está a trabalhar; mais do que isso, o País não volta para trás. O caminho é o futuro, não é o passado; o caminho é a esperança, não é a depressão; o caminho é a vontade e a ambição, não é, nunca, o derrotismo e a resignação.

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

Sr. Presidente, Srs. Deputados: Por tudo isto, a vossa interpelação é um erro, um erro no tempo e um erro no conteúdo.
É um erro no tempo, porque os senhores sabem muito bem que a recuperação já começou.

Risos do PS e do PCP.

É lenta e gradual, mas já começou, e os primeiros sinais evidenciam a tendência positiva. Mas vai, sobretudo, ser uma recuperação sólida e segura. Os portugueses não querem mais ilusões, avanços e recuos, querem segurança no seu futuro.

O Sr. José Magalhães (PS): - Querem!

O Orador: - Este já não é o tempo, a bem do interesse nacional, de falar de recessão, este é o tempo de estimular a recuperação.

O Sr. Luís Marques Guedes (PSD): - Muito bem!

O Orador: - Os senhores gostariam de prolongar a recessão, mas ficava-lhes bem, muito bem, ajudar à recuperação.

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

É um erro no conteúdo, porque os senhores acham que o motor do desenvolvimento é o investimento público. Nós somos claros: o investimento público produtivo é bom e deve ser promovido e estimulado, mas, para nós, o motor do desenvolvimento está muito mais na sociedade e menos no Estado,…

O Sr. Eduardo Ferro Rodrigues (PS): - Claro!

O Orador: - … está, sobretudo, no investimento privado, nas exportações e em ganhos de competitividade da nossa economia.

Páginas Relacionadas
Página 0379:
0379 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   batalha contra a perver
Pág.Página 379
Página 0380:
0380 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   O Sr. Presidente: - Tem
Pág.Página 380
Página 0381:
0381 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   tem relações. Isso seri
Pág.Página 381
Página 0382:
0382 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   No momento em que, feli
Pág.Página 382
Página 0383:
0383 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   por inércia, incompetên
Pág.Página 383
Página 0384:
0384 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   criminal -, que é o fac
Pág.Página 384
Página 0385:
0385 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   O Sr. Guilherme Silva (
Pág.Página 385
Página 0386:
0386 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   O 25 de Abril de 1974 f
Pág.Página 386
Página 0387:
0387 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   O Orador: - Isto signif
Pág.Página 387
Página 0388:
0388 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   querer que o Parlamento
Pág.Página 388
Página 0389:
0389 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   O Sr. Presidente: - Tem
Pág.Página 389
Página 0390:
0390 | I Série - Número 007 | 03 de Outubro de 2003   O Orador: - Além do mai
Pág.Página 390