O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

0409 | I Série - Número 008 | 01 de Outubro de 2004

 

Para os Srs. Deputados do PSD e do CDS-PP o perdão basta, mas não estamos aqui para perdoar, Srs. Deputados,…

Vozes do PSD: - Ah!…

O Orador: - … estamos aqui para fiscalizar, para avaliar e para pedir responsabilidades! É isto o que o País exige de nós!

Protestos do PSD.

O Srs. Deputados estão nervosos!

Risos do PSD e do CDS-PP.

Esta última lista de colocação de professores, Srs. Deputados, tem vários problemas: há contratados que permanecem nas escolas sem conseguirem obter os destacamentos que pediram; há professores destacados que não são substituídos; há professores destacados que não têm lugar; não houve recuperação automática de vagas e, por isto mesmo, há escolas com professores a mais e escolas com professores a menos; e, acima de tudo, há também 31 000 professores que estão no desemprego e que estão fora do sistema.
Agora há dois inquéritos a decorrer em paralelo, um da Inspecção-Geral de Finanças e outro que o próprio Governo anunciou. Para quê, se a Sr.ª Ministra não assume responsabilidades políticas? Fizeram-lhe esta pergunta, ela ficou nervosa e irritou-se com os jornalistas, mas nada disse. Disse zero! Não há responsabilidades políticas! Está visto que ninguém se vai responsabilizar por este processo, que foi um processo escandaloso no Portugal pós-25 de Abril.
Neste processo há, inclusivamente, várias contradições: o Primeiro-Ministro diz que quer um novo processo de colocação de professores e a Ministra diz que este é para manter; a Ministra diz que não recebeu informações e o Deputado David Justino diz que lhas deu. Falar claro e falar verdade é isto?!

O Sr. Presidente: - Sr. Deputado, o seu tempo esgotou-se. Queira concluir.

O Orador: - Onde está a clareza e a verdade, Srs. Deputados?!

Aplausos do BE e do Deputado do PCP Bernardino Soares.

O Sr. Luís Marques Guedes (PSD): - Até o PCP gostou!

O Sr. Presidente: - Para uma intervenção, tem a palavra o Sr. Deputado Nuno Teixeira de Melo.

O Sr. Nuno Teixeira de Melo (CDS-PP): - Sr. Presidente, Sr.as e Srs. Deputados: Compreendemos, com franqueza, a motivação e o papel do PCP quando apresenta este seu requerimento, de resto ao bom estilo "bloquista", o que significa que no estilo também já estão a aprender qualquer coisa.
Agora, o PCP também compreenderá, antecipadamente, qual será o resultado inevitável do vosso requerimento. É que o vosso requerimento não visa esclarecer o que quer que seja, visa, tão-somente, fazer chicana política…

Vozes do CDS-PP e do PSD: - Muito bem!

O Orador: - … à volta de um assunto que merece ser tratado com a maior seriedade.

Vozes do CDS-PP: - E dignidade!

O Orador: - Se quisessem apurar o que quer que fosse, em obediência a esse espírito de verdade, verificariam que, independentemente de qualquer impulso da oposição, o Governo já tratou de tranquilizar o Parlamento demonstrando que tudo fará para que essa verdade seja apurada e dada a conhecer aos portugueses.
Há pouco, o Sr. Deputado João Teixeira Lopes dizia-nos que a Sr.ª Ministra não vem cá. O Sr. Deputado é que estará, porventura, pouco atento a estas coisas do Parlamento, porque, se estivesse atento,

Páginas Relacionadas
Página 0412:
0412 | I Série - Número 008 | 01 de Outubro de 2004   Vozes do PCP: - É isso
Pág.Página 412