O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

5285 | I Série - Número 114 | 21 de Abril de 2006

 

O Sr. Luís Fazenda (BE): - Sr. Presidente, peço a palavra.

O Sr. Presidente: - Tem a palavra, Sr. Deputado.

O Sr. Luís Fazenda (BE): - Sr. Presidente, deve haver aqui um equívoco.

Risos do PSD e do CDS-PP.

Já tinham sido registados electronicamente 8 votos do Bloco de Esquerda, que são a totalidade dos Deputados. Mas acontece que no tal registo, que acabo de descobrir que será do quórum de presenças e não da votação,…

Vozes do PSD e do CDS-PP: - Exactamente!

O Orador: - … não constava 1 Deputado do Bloco de Esquerda, que, no entanto, já votou e já contou no voto electrónico. Portanto, nada há a somar ao resultado do Bloco de Esquerda.

O Sr. Paulo Portas (CDS-PP): - É uma vergonha!

O Sr. Luís Marques Guedes (PSD): - É uma vergonha!

O Sr. Presidente: - Tem razão, Sr. Deputado Luís Fazenda. Neste caso, não há a adição de 1 voto "sim" do Bloco de Esquerda, há apenas a adição de 14 votos "sim" do Partido Socialista, totalizando, assim, 125 votos "sim".

O Sr. Luís Marques Guedes (PSD): - Sr. Presidente, dá-me licença?

O Sr. Presidente: - Faça favor, Sr. Deputado.

O Sr. Luís Marques Guedes (PSD): - Sr. Presidente, como toda a gente já percebeu, não se pode esperar da bancada do Partido Socialista a mesma seriedade que, eventualmente, agora do Bloco de Esquerda…

Aplausos do PSD, de pé, e do CDS-PP.

Protestos dos Deputados do PS, batendo com as mãos nos tampos das bancadas.

Sr. Presidente,…

O Sr. Presidente: - Srs. Deputados, peço a atenção dos que aplaudem e dos que protestam para ouvirmos o Orador.

O Orador: - Sr. Presidente, falo, obviamente, em seriedade política.
Entretanto, com esta pausa que o Sr. Presidente, e bem, acabou por conceder, consegui recuperar aqui alguns números.
O que todos percebemos, Sr. Presidente, foi o seguinte: no momento da verificação do quórum, ficou electronicamente registada a presença de 181 Deputados, tendo a Mesa assinalado a presença de mais 23, o que perfaz um número total de 204 Deputados presentes.
Na votação electrónica, registaram-se 90 votos "contra", portanto, no momento da votação, nunca poderia ter havido um número suficiente de presenças de Deputados para dar 116 votos "sim".

A Sr.ª Helena Terra (PS): - Prova aquilo que estamos a dizer!

O Orador: - No limite, teria havido 114 votos "sim". A partir daqui, Sr. Presidente, tudo o que for manobrado no sentido de alterar a votação é algo que não corresponde à verdade, não dignifica esta maioria, nem dignifica o que se passou aqui, na votação da Câmara.

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

O Sr. Hermínio Loureiro (PSD): - Isto é matemática!

O Sr. Presidente: - Tem a palavra o Sr. Deputado Alberto Martins.

Páginas Relacionadas
Página 5283:
5283 | I Série - Número 114 | 21 de Abril de 2006   O Sr. Presidente: - Tem a
Pág.Página 5283