O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

12 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009

O Sr. Miguel Frasquilho (PSD): — Porque se acha que é, de facto, positivo, então vote connosco, ajude a economia, ajude a combater o desemprego, promova a competitividade da nossa economia e das nossas empresas.
Sr. Deputado, perceba de uma vez por todas que se não agirmos desta forma, nunca conseguiremos resolver nenhum problema deste País. Era bom que já tivesse percebido isto quando, em 2005, aumentaram os impostos da maneira que aumentaram e já tinham prazo acrescido para resolver o problema do défice.
Agora juntem-se nós e vamos ajudar a resolver os problemas da nossa economia!

Aplausos do PSD.

A Sr.ª Presidente (Teresa Caeiro): — Para uma intervenção, tem a palavra o Sr. Deputado Paulo Portas.

O Sr. Paulo Portas (CDS-PP): — Sr.ª Presidente, Sr. Ministro dos Assuntos Parlamentares, Sr.as e Srs. Deputados: O CDS traz à apreciação e votação desta Câmara um conjunto de medidas anticrise que representam uma visão de política económica muito diferente da do Governo. No essencial, significam o seguinte: evitar, com a maior urgência, um aumento da carga fiscal e parafiscal no próximo dia 1 de Janeiro, com a entrada em vigor do código contributivo;»

O Sr. Pedro Mota Soares (CDS-PP): — Muito bem!

O Sr. Paulo Portas (CDS-PP): — » suspender a validação do pagamento especial por conta e tocar nos pagamentos por conta, estando o nosso partido absolutamente disponível para que a orientação clara seja para as pequenas e médias empresas; obrigar o Estado a devolver o IVA em 30 dias; obrigar o Estado, de uma vez por todas, a comprometer-se com pagamentos a tempo e horas, os quais, se não forem cumpridos, darão lugar, em qualquer circunstância, ao pagamento de juros de mora, tal como o cidadão paga ao Estado quando se atrasa nos seus compromissos; e um conjunto de medidas que apoiam as empresas para apoiar os empregos — os empregos actuais, a criação de novos empregos e a defesa daqueles que, estando desempregados, querem procurar um posto de trabalho.
A Sr.ª Deputada Assunção Cristas vai referir-se a um conjunto destas matérias especificamente, eu dedicar-me-ei à primeira delas, que é, no tempo, a mais urgente, porque o código contributivo entra em vigor no dia 1 de Janeiro e a Assembleia da República tem, hoje, a oportunidade soberana de evitar aquilo que é um erro económico e uma claríssima injustiça fiscal para quem, em Portugal, trabalha e cria trabalho.

Aplausos do CDS-PP.

Não deixarei, no entanto, de dizer que, há, de facto, entre nós e o PS uma diferença de modelo de fundo.
Os senhores entendem que é preciso manter ou aumentar a carga fiscal mesmo que isso em nada reduza o défice público. Nós entendemos que um País que tem este défice e esta carga fiscal, um défice altíssimo e uma carga fiscal altíssima, devia pensar duas vezes se não está, de cada vez que aumenta impostos, a sacrificar a economia, sendo que, sacrificando a economia, sacrifica o investimento e a confiança e, sacrificando o investimento e a confiança, acaba por prejudicar a receita e, portanto, acaba por prejudicar o equilíbrio das finanças públicas.

Aplausos do CDS-PP.

Sr.ª Presidente, Sr. Ministro dos Assuntos Parlamentares, Sr.as e Srs. Deputados: O CDS, ao propor hoje que o código contributivo não entre em vigor no dia 1 de Janeiro, está a ser coerente com o seu programa de governo sufragado pelos eleitores, e é muito importante que cada um de nós saiba cumprir aquilo a que se comprometeu.
Pedimos o voto aos cidadãos, entre várias outras razões, e avisámo-lo durante a campanha, para evitar um aumento de impostos, totalmente injustificado nesta conjuntura económica, no próximo dia 1 de Janeiro. Aqui estamos a cumprir os compromissos que fizemos com quem nos elegeu.

Páginas Relacionadas
Página 0007:
7 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 A Sr.ª Presidente (Teresa Caeiro): — A
Pág.Página 7
Página 0008:
8 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 empresas, reduzindo o tempo de pagamento
Pág.Página 8
Página 0009:
9 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 A Sr.ª Presidente (Teresa Caeiro): — Pa
Pág.Página 9
Página 0010:
10 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 sem melhorarmos a competitividade das n
Pág.Página 10
Página 0011:
11 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Mas a verdade, Sr. Deputado, é que esse
Pág.Página 11
Página 0013:
13 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Mas tão importante é que somos um parti
Pág.Página 13
Página 0014:
14 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Finalmente, Sr.ª Presidente, Sr. Minist
Pág.Página 14
Página 0015:
15 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Vozes do PCP: — Muito bem! Exactamente
Pág.Página 15
Página 0016:
16 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. José Manuel Rodrigues (CDS-PP): —
Pág.Página 16
Página 0017:
17 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Gostava também de lhe perguntar o segui
Pág.Página 17
Página 0018:
18 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Minha caríssima e estimada amiga Dr.ª R
Pág.Página 18
Página 0019:
19 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Não vai, Sr.as e Srs. Deputados, haver
Pág.Página 19
Página 0020:
20 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. Bernardino Soares (PCP): — Muito
Pág.Página 20
Página 0021:
21 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 médios e micro empresários e os trabalh
Pág.Página 21
Página 0022:
22 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 reforma? Onde é que está a desvantagem
Pág.Página 22
Página 0023:
23 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 um ano e também no sentido de regulariz
Pág.Página 23
Página 0024:
24 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Aplausos do PS. A Sr.ª Mariana Ai
Pág.Página 24
Página 0025:
25 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Vozes de Os Verdes: — Muito bem!
Pág.Página 25
Página 0026:
26 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 A Sr.ª Assunção Cristas (CDS-PP): — Is
Pág.Página 26
Página 0027:
27 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Não acreditamos em linhas de crédito co
Pág.Página 27
Página 0028:
28 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. Miguel Frasquilho (PSD): — » que
Pág.Página 28
Página 0029:
29 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Esta é uma via, este é um caminho, de p
Pág.Página 29
Página 0030:
30 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. Deputado Paulo Portas veio aqui d
Pág.Página 30
Página 0031:
31 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 » assumam aqui que não vão atrás do pop
Pág.Página 31
Página 0032:
32 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. Presidente: — Srs. Deputados, co
Pág.Página 32
Página 0033:
33 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Mas digo-lhe mais, Sr. Ministro: as sua
Pág.Página 33
Página 0034:
34 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. Ministro dos Assuntos Parlamentar
Pág.Página 34
Página 0035:
35 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Orçamento do Estado!» Dentro de pouco m
Pág.Página 35
Página 0036:
36 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. Francisco de Assis (PS): — O PSD
Pág.Página 36
Página 0037:
37 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. Francisco de Assis (PS): — A mai
Pág.Página 37
Página 0038:
38 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. Bernardino Soares (PCP): — Agora
Pág.Página 38
Página 0039:
39 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Finalmente, Sr. Presidente e Srs. Deput
Pág.Página 39
Página 0040:
40 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 este desespero de não ter o controlo to
Pág.Página 40
Página 0041:
41 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Vozes do BE: — Muito bem! O Sr.
Pág.Página 41
Página 0042:
42 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Aplausos do BE. Não estão aí, poi
Pág.Página 42
Página 0043:
43 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. Francisco de Assis (PS): — Acha
Pág.Página 43
Página 0044:
44 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 É triste que assim aconteça hoje neste
Pág.Página 44
Página 0045:
45 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Sr. Deputado José Pedro Aguiar Branco,
Pág.Página 45
Página 0046:
46 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Aplausos do PSD. O Sr. Presidente
Pág.Página 46
Página 0047:
47 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 Aplausos do CDS-PP. O Sr. Preside
Pág.Página 47
Página 0048:
48 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 eleitoral as suas propostas sobre a seg
Pág.Página 48
Página 0049:
49 | I Série - Número: 010 | 28 de Novembro de 2009 O Sr. Pedro Mota Soares (CDS-PP): — Fo
Pág.Página 49