O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

67 | I Série - Número: 020 | 3 de Novembro de 2010

Eu, honrando a minha função de Deputado, tenho a obrigação de perguntar ao Partido Socialista e ao Governo onde foi gasto o dinheiro que nos levou à necessidade de castigar os portugueses com este Orçamento tão grave que é hoje apresentado.
Mas nós não vamos permitir que o Partido Socialista fuja às suas responsabilidades.

Vozes do PSD: — Muito bem!

O Sr. José Pedro Aguiar Branco (PSD): — O Partido Socialista tem de assumir as responsabilidades do que fez, tem de prestar contas aos portugueses e tem de dizer se a culpa é dos gregos, se é dos submarinos ou se é da incompetência de um Governo»

O Sr. Horácio Antunes (PS): — Tenha vergonha!

O Sr. José Pedro Aguiar Branco (PSD): — » que faz com que, ainda em 2010, haja uma derrapagem do dinheiro de todos nós e dos que representamos aqui, na Assembleia da República.

Vozes do PSD: — Muito bem!

O Sr. Horácio Antunes (PS): — Tenha vergonha!

O Sr. José Pedro Aguiar Branco (PSD): — Por isso, hipocrisia é querer ver um Orçamento aprovado para passar uma esponja sobre a responsabilidade do passado. Hipocrisia é não querer dizer que a responsabilidade e a culpa são do Governo, do Primeiro-Ministro e do Partido Socialista, que há 13 anos gere os destinos do País e que nos deixa nesta situação calamitosa.

Protestos do PS.

O PSD saberá sempre, como soube agora, honrar a sua responsabilidade e sentido de Estado e fazer com que o Partido Socialista não fuja às suas responsabilidades.

Aplausos do PSD.

Protestos do PS.

O Sr. Presidente: — Tem a palavra a Sr.ª Deputada Helena Pinto.

A Sr.ª Helena Pinto (BE): — Sr. Presidente, Sr. Deputado José Pedro Aguiar Branco, o PSD, assim que as linhas gerais do Orçamento do Estado foram conhecidas, começou por dizer que o mesmo significava mais fome e mais miséria para o povo português.
Há dois dias, o vosso líder, Pedro Passos Coelho, proclamou que o acordo é bom, mas o pior está para vir.
Hoje mesmo, neste debate, ouvimos dizer que o Orçamento é mau, bastante mau, é a mutilação do Estado social e, há momentos, o Sr. Deputado José Pedro Aguiar Branco, da tribuna, disse que o Orçamento vai asfixiar a economia.
Mas, Sr. Deputado José Pedro Aguiar Branco, o PSD apoia e viabiliza este Orçamento e, portanto, deve explicações ao País.
Por que razão não apresenta a sua alternativa de Orçamento? Eu antecipo a resposta, Sr. Deputado: não apresenta, porque apoia a linha recessiva para a economia. Apoia o Orçamento para 2011, como apoiou o Orçamento para 2010, o PEC 1, o PEC 2, o PEC 3 e vai apoiar o PEC 4. Esta é que é a verdade!

Aplausos do BE.

O PSD não dá só a mão ao Governo. O PSD está do lado desta política de corpo e alma.

Páginas Relacionadas
Página 0068:
68 | I Série - Número: 020 | 3 de Novembro de 2010 Neste debate, os senhores querem fingir
Pág.Página 68