O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

65 | I Série - Número: 021 | 4 de Novembro de 2010

Fiéis a uma opção de vida política quase monacal, fecham-se em dogmas ultrapassados, ignoram simplesmente a evolução e a pressão dessa coisa desprezível que é a realidade e preservam a sua aparente pureza, recusando qualquer participação activa na construção de uma governação de esquerda responsável»

O Sr. Luís Fazenda (BE): — Que vai caminhando para a social-democracia!

O Sr. Francisco de Assis (PS): — Infelizmente, tem sido sempre assim e, num ano de especiais dificuldades, não era de esperar comportamento diverso.
Foi claro, desde o início, que se empenharam em combater o Governo e o PS, com uma violência inibidora de um qualquer esforço de aproximação aceitável.
Não deixou, aliás, de ser curioso que, na intervenção que há poucos minutos acabou aqui de proferir, o Sr. Deputado Luís Fazenda tenha acabado por fazer um elogio da social-democracia e até venha defender e preconizar uma via humanista para a esquerda portuguesa».

O Sr. José Manuel Pureza (BE): — Veja bem»!

O Sr. Francisco de Assis (PS): — Como vai longe o Sr. Deputado Luís Fazenda daquilo que eram as suas posições historicamente conhecidas atç há muito pouco tempo»!

Aplausos do PS.

Risos do BE.

Se isso significa uma primeira abertura para uma reconfiguração doutrinária do Bloco de Esquerda, só temos de saudar essa abertura e exprimir a expectativa de que essa mudança se possa vir a consolidar.

Aplausos do PS.

Risos do BE.

É sempre tempo para se aproximarem da «esquerda do possível», da esquerda que historicamente tanto combateram,»

Vozes do BE: — Ahhh»!

O Sr. Francisco de Assis (PS): — » mas a õnica esquerda que, verdadeiramente, esteve á altura das suas responsabilidades e concorreu para grandes avanços no plano civilizacional.

O Sr. Luís Fazenda (BE): — Abandonaram a social-democracia»

Risos do BE.

O Sr. Francisco de Assis (PS): — Por isso, saúdo essa abertura e vejo tanto entusiasmo na bancada do Bloco de Esquerda,»

Risos do BE.

» que só tem como efeito aumentar a minha expectativa em relação aos vossos comportamentos futuros.

O Sr. Luís Fazenda (BE): — Bem pode esperar sentado!

Páginas Relacionadas
Página 0057:
57 | I Série - Número: 021 | 4 de Novembro de 2010 colados ao BPN, aos 5000 milhões de euro
Pág.Página 57
Página 0058:
58 | I Série - Número: 021 | 4 de Novembro de 2010 avançadas. O que é que os nossos 0,2% de
Pág.Página 58
Página 0059:
59 | I Série - Número: 021 | 4 de Novembro de 2010 Aplausos do CDS-PP. Corte 150 milh
Pág.Página 59
Página 0060:
60 | I Série - Número: 021 | 4 de Novembro de 2010 É, pura e simplesmente, inaceitável que
Pág.Página 60