O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

55 | I Série - Número: 040 | 20 de Janeiro de 2011

O PS defende hoje o que defendeu em 1996, quando criou a empresa Metro do Mondego,»

O Sr. José Manuel Pureza (BE): — Que agora extinguiu!

A Sr.ª Ana Paula Vitorino (PS): — » e em 2006, quando deu início á concretização do projecto,»

Protestos do PSD e do CDS-PP.

»e em 2008, quando iniciou as obras! É por isso que, com realismo, reafirmamos hoje, na Assembleia da República, o nosso empenhamento, o empenhamento do Partido Socialista na concretização do metro do Mondego!

Aplausos do PS.

O Sr. Presidente: — Para uma intervenção, tem a palavra a Sr.ª Deputada Rita Rato.

A Sr.ª Rita Rato (PCP): — Sr. Presidente, Srs. Deputados: Depois desta intervenção, em que a Sr.ª Deputada Ana Paulo Vitorino nos veio falar de hipocrisia, perdoem-me a expressão, mas tenho que dizer que é preciso ter lata!

Aplausos do PCP, do PSD e do CDS-PP.

Protestos do PS, batendo com as mãos nos tampos das bancadas.

É preciso ter lata para vir aqui falar em hipocrisia, depois de terem arrancado os carris do ramal da Lousã sem estar garantida qualquer alternativa ferroviária para estas populações! Hipócrito é o Partido Socialista que, perante uma proposta muito concreta de electrificação e de modernização do ramal da Lousã, votou contra, quando sabia que a proposta teria impacto imediato, e perante um projecto de recomendação, no dia em que esta matéria é discutida, diz às pessoas, que vêm aqui lutar pelo direito ao transporte,»

Protestos do PS.

» que assume um compromisso, quando rasgou o compromisso que tinha com estas populações!

Vozes do PCP e do PSD: — Muito bem!

A Sr.ª Rita Rato (PCP): — O que importa cumprir é a reposição, já amanhã, dos carris do ramal da Lousã e o projecto Mondego, o sistema de transportes para a cidade de Coimbra!

Protestos do PS.

É inadmissível que a resposta do Partido Socialista seja a de falar em hipocrisia, quando é bem visível o resultado desastroso da política de direita deste Governo do Partido Socialista, que nos vem falar de direita mas que mais não faz do que aprofundar essa política de degradação da qualidade de vidas destas pessoas! E, hoje, tem a lata de vir aqui»

Protestos do PS.

A Sr.ª Rita Rato (PCP): — » apresentar esta proposta, quando sabe que o que ç necessário ç repor os carris nesta linha! É inadmissível!

Páginas Relacionadas
Página 0050:
50 | I Série - Número: 040 | 20 de Janeiro de 2011 Aplausos do CDS-PP. Quando, há um
Pág.Página 50
Página 0051:
51 | I Série - Número: 040 | 20 de Janeiro de 2011 Além disso, há um facto muito objectivo,
Pág.Página 51
Página 0056:
56 | I Série - Número: 040 | 20 de Janeiro de 2011 O PCP condena esta atitude, porque o que
Pág.Página 56