O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

21 DE NOVEMBRO DE 2014

7

Orçamento do Estado é claro na fragilização das repostas na área da educação, da saúde e da segurança

social. Isto é absolutamente inacreditável!

Os senhores vão fazendo o vosso caminho, mas é preciso travá-lo, e os cidadãos portugueses têm de ter

força para a resposta que é preciso dar ao País.

As propostas de Os Verdes centram-se no combate ao empobrecimento dos cidadãos, na dinamização da

economia e na melhoria dos desempenhos ambientais a nível nacional. No decurso do debate, vamos,

naturalmente, apresentá-las com mais rigor.

Aplausos de Os Verdes e do PCP.

A Sr.ª Presidente: — Tem a palavra a Sr.ª Deputada Cecília Meireles.

A Sr.ª Cecília Meireles (CDS-PP): — Sr.ª Presidente, Srs. Membros do Governo, Sr.as

e Srs. Deputados:

Este é um Orçamento que marca a diferença, e uma diferença de ciclo, pois passamos a um ciclo de retoma e

de crescimento económico, o que, aliás, a oposição muito tardou a reconhecer e fê-lo com muita relutância, o

que me parece mau, porque este ciclo é necessariamente bom para o Governo, mas, sobretudo, para os

portugueses.

As propostas que apresentamos, bem como este Orçamento, correspondem a esse novo ciclo, mas

correspondem também a uma posição de responsabilidade.

Srs. Deputados, elaborar um orçamento implica sempre fazer escolhas, porque, de um lado, temos

despesa e, do outro, temos de ter receita.

Continuarmos, de forma sucessiva, ano após ano, a apresentar sempre mais e mais propostas, que

poderão ser populares e simpáticas, mas em relação às quais nunca fazemos contas, imaginando que, do

outro lado, não são os cidadãos que estão a pagar a conta, é uma falácia. É bom que isto seja dito de forma

explícita.

O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — Muito bem!

A Sr.ª Cecília Meireles (CDS-PP): — Não deixa de ser interessante que o PS admita, até de forma quase

cândida, que vota contra o Orçamento porque quer um novo governo, ou seja, quer passar a ser governo.

Sr. Deputado João Galamba, fugiu-lhe a boca para a verdade quando disse que o próximo orçamento será

do PS, mas não será muito diferente deste… Fugiu-lhe a boca para a verdade, porque é isso, de facto, que

está na vossa mente. Isso é bem claro porque, no fundo, sabem que, existindo um leque de alternativas, não é

o que querem fazer crer aos portugueses.

Com este Orçamento, apresentamos um leque vasto de propostas. Muitas são clarificações, precisões e

outras são importantes no sentido de descomplicar a vida às pessoas e de simplificar os procedimentos.

Saliento algumas propostas que me parecem particularmente importantes.

Em primeiro lugar, sublinho uma proposta relacionada com o IMI, que visa baixar a sua taxa mínima,

levando em conta a dimensão do agregado familiar, que, como é óbvio, tem impacto para a dimensão da sua

habitação ou imóvel. Neste caso, fica ao critério das autarquias utilizarem esta disposição ou não.

Em segundo lugar, sublinho a proposta de devolução de 50% do IVA gasto em refeições às IPSS

(instituições particulares de solidariedade social). Esta é uma medida há muito defendida, mas, para defender

medidas, não basta falar alto, também é preciso tomá-las pelo lado de outra despesa que permita torná-las

sustentáveis.

O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — Muito bem!

A Sr.ª Cecília Meireles (CDS-PP): — Foi isto que o Governo, com responsabilidade, conseguiu fazer, e

conseguiu-o em relação a medidas como estas que, do ponto de vista do Memorando de Entendimento, não

eram possíveis. O Governo conseguiu ultrapassar esta fase e torná-las possíveis.

Páginas Relacionadas
Página 0002:
I SÉRIE — NÚMERO 20 2 A Sr.ª Presidente: — Srs. Deputados, Srs. Membr
Pág.Página 2
Página 0003:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 3 Finalmente, deram entrada na Mesa os projetos de resolução
Pág.Página 3
Página 0004:
I SÉRIE — NÚMERO 20 4 rompe no plano externo o que também faz no plan
Pág.Página 4
Página 0005:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 5 Aplausos do BE. A Sr.ª Presidente: —
Pág.Página 5
Página 0006:
I SÉRIE — NÚMERO 20 6 O Sr. João Galamba (PS): — Sr.ª Presidente, Srs
Pág.Página 6
Página 0008:
I SÉRIE — NÚMERO 20 8 Por último, sublinho as medidas relacionadas co
Pág.Página 8
Página 0009:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 9 mas hoje reforçamos ainda mais esse montante, dotando esta
Pág.Página 9
Página 0010:
I SÉRIE — NÚMERO 20 10 O Sr. Jorge Machado (PCP): — Sr.ª Presi
Pág.Página 10
Página 0011:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 11 A Sr.ª Presidente: — Para uma intervenção, tem a palavra
Pág.Página 11
Página 0012:
I SÉRIE — NÚMERO 20 12 A Sr.ª Rita Rato (PCP): — Exatamente! <
Pág.Página 12
Página 0013:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 13 exercer outras atividades no setor privado, a poderem tra
Pág.Página 13
Página 0014:
I SÉRIE — NÚMERO 20 14 — os trabalhadores da Administração Pública tê
Pág.Página 14
Página 0015:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 15 A Sr.ª Presidente: — Relativamente ao artigo 45.º — Pagam
Pág.Página 15
Página 0016:
I SÉRIE — NÚMERO 20 16 que quiser, mas quer exatamente despedir —, pa
Pág.Página 16
Página 0017:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 17 Para terminar com a ferida aberta na classe docente do en
Pág.Página 17
Página 0018:
I SÉRIE — NÚMERO 20 18 Só é possível cumprir a escola pública de qual
Pág.Página 18
Página 0019:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 19 Foram um novo impulso à ciência e o reforço do Sis
Pág.Página 19
Página 0020:
I SÉRIE — NÚMERO 20 20 A Sr.ª Rita Rato (PCP): — … que foram obrigado
Pág.Página 20
Página 0021:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 21 A Sr.ª Presidente: — Mantemo-nos na apreciação do artigo
Pág.Página 21
Página 0022:
I SÉRIE — NÚMERO 20 22 A Sr.ª Mariana Mortágua (BE): — Quem é que def
Pág.Página 22
Página 0023:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 23 equilíbrio, permitindo, desta forma, que em relação à ges
Pág.Página 23
Página 0024:
I SÉRIE — NÚMERO 20 24 O Sr. José Luís Ferreira (Os Verdes): — Sr.ª P
Pág.Página 24
Página 0025:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 25 Aplausos do CDS-PP. A Sr.ª Presidente
Pág.Página 25
Página 0026:
I SÉRIE — NÚMERO 20 26 Passamos ao Capítulo III, Secção IV— Disposiçõ
Pág.Página 26
Página 0027:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 27 todos os portugueses, todos, sem exceção, possam benefici
Pág.Página 27
Página 0028:
I SÉRIE — NÚMERO 20 28 O Sr. Michael Seufert (CDS-PP): — Bem lembrado
Pág.Página 28
Página 0029:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 29 E, a propósito, faria de novo outra citação: «Não há vari
Pág.Página 29
Página 0030:
I SÉRIE — NÚMERO 20 30 Ainda vão a tempo, Srs. Deputados!
Pág.Página 30
Página 0031:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 31 Relativamente às freguesias, há ainda a realçar a majoraç
Pág.Página 31
Página 0032:
I SÉRIE — NÚMERO 20 32 O PSD acompanha esta decisão. E acompanha porq
Pág.Página 32
Página 0033:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 33 A Sr.ª Presidente: — Ainda no capítulo relativo ao poder
Pág.Página 33
Página 0034:
I SÉRIE — NÚMERO 20 34 Decreto-Lei n.º 70/2010. Onde o Orçamento do E
Pág.Página 34
Página 0035:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 35 Estive para dizer isso numa anterior intervenção, mas tiv
Pág.Página 35
Página 0036:
I SÉRIE — NÚMERO 20 36 O Sr. Ferro Rodrigues (PS): — Para fazer uma i
Pág.Página 36
Página 0037:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 37 sociais, desde o RSI, ao CSI, ao abono de família, a todo
Pág.Página 37
Página 0038:
I SÉRIE — NÚMERO 20 38 numa política geral que este Governo tem segui
Pág.Página 38
Página 0039:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 39 Aplausos do PS. O Sr. Adão Silva (PSD): — P
Pág.Página 39
Página 0040:
I SÉRIE — NÚMERO 20 40 O Sr. Adão Silva (PSD): — Tendo em conta a que
Pág.Página 40
Página 0041:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 41 A proposta que o Partido Socialista apresentou sobre o ab
Pág.Página 41
Página 0042:
I SÉRIE — NÚMERO 20 42 O Sr. Secretário de Estado Adjunto e do Orçame
Pág.Página 42
Página 0043:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 43 Sr.as e Srs. Deputados, as medidas dos descontos n
Pág.Página 43
Página 0044:
I SÉRIE — NÚMERO 20 44 O Sr. Nuno Sá (PS): — … e desse milhão
Pág.Página 44
Página 0045:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 45 … é um mérito das instituições da economia social, é um m
Pág.Página 45
Página 0046:
I SÉRIE — NÚMERO 20 46 A Sr.ª Presidente: — Temos ainda inscrições so
Pág.Página 46
Página 0047:
21 DE NOVEMBRO DE 2014 47 O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — … está zangada com as pe
Pág.Página 47
Página 0048:
I SÉRIE — NÚMERO 20 48 Aplausos do CDS-PP e do PSD.
Pág.Página 48