O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 23

2

A Sr.ª Presidente: — Srs. Deputados, Srs. Membros do Governo, Srs. Jornalistas, está aberta a sessão.

Eram 10 horas e 12 minutos.

Podem ser abertas as galerias.

Vamos prosseguir o debate, na especialidade, da proposta de lei n.º 254/XII (4.ª) — Aprova o Orçamento

do Estado para 2015.

Peço que aguardem uns momentos para que a Mesa termine de organizar o debate para facilitar o

processo de discussão e votação.

Pausa.

Vamos, então, dar início ao debate.

O guião das propostas de alteração vem hoje mais longo, por isso a Mesa demorou mais tempo a organizá-

lo.

Como aconteceu nas duas últimas sessões plenárias, vamos ter um período inicial de debate sobre

avocações, tendo sido atribuído a cada partido 5 minutos.

Pelo PSD, tem a palavra o Sr. Deputado Nuno Serra.

O Sr. Nuno Serra (PSD): — Sr.ª Presidente, Srs. Membros do Governo, Sr.as

e Srs. Deputados: Para o

PSD e para o seu fundador Francisco Sá Carneiro, a pessoa é a medida e o fim de toda a atividade humana.

Colocar a pessoa acima de qualquer interesse é o ADN do Partido Social Democrata.

Aplausos do PSD.

Foi com esse desígnio que o PSD entrou na atividade governativa. Governar é para todos, para todas as

gerações, para todas as famílias, para todos os indivíduos, para todas as classes sociais, desde o indivíduo

mais novo ao mais velho.

Foram aqui avocadas quatro medidas que traduzem aquilo que é a matriz social-democrata: o quociente

familiar no que diz respeito ao IMI; o alargamento, de uma forma automática, à isenção de IMI para famílias de

baixos rendimentos, que vai abranger mais de 50 000 famílias — esta é a demonstração cabal de que é a

pensar nas famílias, nas futuras gerações que se constrói um Portugal de amanhã; o IVA forfetário, que vai

abranger 127 000 pequenos produtores que, muitos deles, fazem uma agricultura familiar, que produzem para

a sua subsistência — é mais uma prova de que este Governo pensa também naqueles que, muitas vezes, lá

no interior do País, trabalham e procuram a sua sustentação; a devolução de 50% do IVA para IPSS e Santas

Casas relativamente aos bens e serviços de alimentação e bebidas contratados para utilização nos serviços

de auxílio aos outros. Como já aqui foi demonstrado, foi um desígnio desde o primeiro dia deste Governo que

se deveria dar a oportunidade de defender aqueles que mais precisam àqueles que mais o sabem fazer. Mas,

para isso, é preciso ajudar, não o podemos fazer só com palavras, mas com propostas e com ajuda financeira,

pelo que esta foi uma forma de este Governo desafogar essas instituições para que possam prestar muito

mais auxílio aos outros do que prestaram no passado.

Como eu disse, Portugal, realmente, é um País de amanhã. E para o PSD, governar hoje é pensar nos

homens e mulheres do futuro, porque para o PSD, ao contrário do que aconteceu no passado, Portugal não

acaba amanhã.

Aplausos do PSD.

A Sr.ª Presidente: — Pelo PCP, tem a palavra o Sr. Deputado João Ramos.

O Sr. João Ramos (PCP): — Sr.ª Presidente, Srs. Deputados: A propaganda do Governo quanto ao

sucesso da agricultura tenta esconder as dificuldades que vive a agricultura familiar. Os preços pagos por leite,

milho, arroz, mirtilos — estes pagos a 5 cêntimos — são exemplos destas dificuldades.

Páginas Relacionadas
Página 0003:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 3 O sucesso do agronegócio não é o sucesso da agricultura po
Pág.Página 3
Página 0004:
I SÉRIE — NÚMERO 23 4 A Sr.ª Carla Cruz (PCP): — Sr.ª Presidente, Srs
Pág.Página 4
Página 0005:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 5 garantindo o normal funcionamento dos serviços de residênc
Pág.Página 5
Página 0006:
I SÉRIE — NÚMERO 23 6 Uma vez que o Sr. Deputado Hugo Velosa fez aqui
Pág.Página 6
Página 0007:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 7 O Sr. Michael Seufert (CDS-PP): — Sr.ª Presidente, Srs. De
Pág.Página 7
Página 0008:
I SÉRIE — NÚMERO 23 8 O Sr. Pedro Filipe Soares (BE): — Afinal
Pág.Página 8
Página 0009:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 9 Relativamente à questão dos fundos, sejamos claros: foi o
Pág.Página 9
Página 0010:
I SÉRIE — NÚMERO 23 10 O Sr. Hugo Lopes Soares (PSD): — Muito
Pág.Página 10
Página 0011:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 11 O Sr. Jorge Paulo Oliveira (PSD): — Sr.ª Presidente, vou
Pág.Página 11
Página 0012:
I SÉRIE — NÚMERO 23 12 Mas, neste Orçamento do Estado, há um outro ar
Pág.Página 12
Página 0013:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 13 melhor negócio em Espanha, se calhar fazemos melhor negóc
Pág.Página 13
Página 0014:
I SÉRIE — NÚMERO 23 14 Portanto, ontem, o Partido Socialista, em Comi
Pág.Página 14
Página 0015:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 15 Era a seguinte: Artigo 176.º-A <
Pág.Página 15
Página 0016:
I SÉRIE — NÚMERO 23 16 Era o seguinte: «Artigo 5
Pág.Página 16
Página 0017:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 17 A Sr.ª Presidente: — Sobre o artigo 177.º, considerando o
Pág.Página 17
Página 0018:
I SÉRIE — NÚMERO 23 18 Artigo 178.º Alteração ao Código
Pág.Página 18
Página 0019:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 19 1 — .....................................................
Pág.Página 19
Página 0020:
I SÉRIE — NÚMERO 23 20 b) Produtos agrícolas expedidos ou transportad
Pág.Página 20
Página 0021:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 21 Passamos à votação da proposta 153-C, de Os Verdes, de ad
Pág.Página 21
Página 0022:
I SÉRIE — NÚMERO 23 22 1 10% 2 15% 3 20%
Pág.Página 22
Página 0023:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 23 Submetida à votação, foi aprovada, com votos a favor do P
Pág.Página 23
Página 0024:
I SÉRIE — NÚMERO 23 24 Não havendo objeções, vamos votar, em conjunto
Pág.Página 24
Página 0025:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 25 —— (53-C) Mapa XV — De
Pág.Página 25
Página 0026:
I SÉRIE — NÚMERO 23 26 (Reforço na Medida 042 — Agricultura, Pecuária
Pág.Página 26
Página 0027:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 27 (319-C) Mapa II — Despesas dos serviços int
Pág.Página 27
Página 0028:
I SÉRIE — NÚMERO 23 28 […] 03 — Estabelecimentos Públicos de E
Pág.Página 28
Página 0029:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 29 Concluímos, assim, a votação dos preceitos avocados.
Pág.Página 29
Página 0030:
I SÉRIE — NÚMERO 23 30 as pensões, as prestações de desemprego, o abo
Pág.Página 30
Página 0031:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 31 contra todas as formas de violência de género, assinalamo
Pág.Página 31
Página 0032:
I SÉRIE — NÚMERO 23 32 A Sr.ª Catarina Martins (BE): — Bem pode Paulo
Pág.Página 32
Página 0033:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 33 sempre o mesmo: o reforço, promovido pelo Ministro, do es
Pág.Página 33
Página 0034:
I SÉRIE — NÚMERO 23 34 É o escândalo dos próprios vistos gold, a manc
Pág.Página 34
Página 0035:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 35 parece mesmo um fato feito à medida do Novo Banco, que te
Pág.Página 35
Página 0036:
I SÉRIE — NÚMERO 23 36 para quem possa estar mais desatento e tenha o
Pág.Página 36
Página 0037:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 37 Na exportação de bens, como na indústria ou na agricultur
Pág.Página 37
Página 0038:
I SÉRIE — NÚMERO 23 38 Mas, já quanto ao PS, com um novo líder, com u
Pág.Página 38
Página 0039:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 39 Aplausos do CDS-PP e do PSD. A Sr.ª Preside
Pág.Página 39
Página 0040:
I SÉRIE — NÚMERO 23 40 e projetos, tecnologias de informação e outras
Pág.Página 40
Página 0041:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 41 Ainda hoje a OCDE vem apresentar, para 2015, um crescimen
Pág.Página 41
Página 0042:
I SÉRIE — NÚMERO 23 42 certamente diminuiu. Para além das divergência
Pág.Página 42
Página 0043:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 43 Vozes do PSD: — Tem! O Sr. Luís Montenegro
Pág.Página 43
Página 0044:
I SÉRIE — NÚMERO 23 44 Qual é o Governo que mais serve a política da
Pág.Página 44
Página 0045:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 45 Com este Governo, o preço dos medicamentos baixou, e baix
Pág.Página 45
Página 0046:
I SÉRIE — NÚMERO 23 46 E para ser ouvido é preciso ter credibi
Pág.Página 46
Página 0047:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 47 A discussão do primeiro Orçamento do pós-programa que tem
Pág.Página 47
Página 0048:
I SÉRIE — NÚMERO 23 48 elevados, não deverá situar-se acima de 13,4%
Pág.Página 48
Página 0049:
26 DE NOVEMBRO DE 2014 49 A Sr.ª Ministra de Estado e das Finanças: — O ajustamento
Pág.Página 49
Página 0050:
I SÉRIE — NÚMERO 23 50 Por sua vez, opções que passassem pelo não pag
Pág.Página 50