O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 101

58

O Sr. Presidente (Guilherme Silva): — É que, se não, vamos ter um critério de tempos diferenciados.

Conclua, se faz favor, Sr. Deputado.

O Sr. Luís Pita Ameixa (PS): — É importante para a Assembleia da República, para o Plenário e para o

Partido Socialista em particular conhecerem os fundamentos e a motivação dos proponentes das propostas.

Há uma proposta que foi apresentada pelo PPD-PSD e pelo CDS-PP, pelo que, para nós, é importante

também conhecer os fundamentos e a motivação do proponente CDS-PP.

Queria, pois, perguntar ao Sr. Presidente, em relação à condução dos trabalhos…

O Sr. Presidente (Guilherme Silva): — Peço desculpa, mas o Sr. Deputado Carlos Abreu Amorim fez uma

intervenção que foi explicativa daquilo que veiculava. Mas ainda haverá uma intervenção do CDS-PP.

Sr. Deputado, antes das intervenções por parte dos partidos que são subscritores dessas alterações,

parece-me um bocadinho prematuro saber se eles vão ser suficientemente explicativos. É para isso que há

tempos de discussão.

Faça favor de concluir.

O Sr. Luís Pita Ameixa (PS): — Sr. Presidente, muito obrigado por me deixar concluir.

A minha intervenção vai no seguinte sentido: para o nosso posicionamento, para o nosso discurso e para o

nosso voto é muito importante saber os fundamentos e a motivação dos proponentes da proposta.

Protestos do PSD e do CDS-PP.

O Sr. Presidente (Guilherme Silva): — Conclua, Sr. Deputado.

O Sr. Luís Pita Ameixa (PS): — Sr. Presidente, em relação à condução dos trabalhos, queria perguntar o

seguinte: esta proposta já foi apresentada verbalmente pelo PSD, mas quanto a nós também deverá ser pelo

CDS-PP. Isto é, se o CDS-PP, como proponente…

O Sr. Presidente (Guilherme Silva): — Sr. Deputado, esse é um critério de cada grupo parlamentar. Cada

partido saberá aquilo que deve subscrever ou não deve subscrever.

O Sr. Luís Pita Ameixa (PS): — Sr. Presidente, tem de me deixar colocar a questão a si, em relação à

condução dos trabalhos.

O Sr. Presidente (Guilherme Silva): — O Sr. Deputado está a criar-me uma dificuldade, que é a de o

Partido Socialista ter um tempo superior àquele que está reservado, em pé de igualdade, a todos os grupos

parlamentares.

Já percebemos que as suas preocupações se prendem com a falta de explicação bastante acerca das

motivações das propostas apresentadas pelos grupos parlamentares e já lhe chamei a atenção que ainda há

um dos grupos parlamentares subscritor da proposta que não se pronunciou.

Faça favor de concluir.

O Sr. Luís Pita Ameixa (PS): — Sr. Presidente, com todo o respeito que tenho por V. Ex.ª e pela função

que desempenha, eu em nada me pronunciei sobre o fundo da questão e sobre as propostas. Estou a

pronunciar-me sobre a forma como estão a ser conduzidos os trabalhos.

O Sr. Presidente (Guilherme Silva): — Sr. Deputado, nós já percebemos a preocupação do Partido

Socialista.

O Sr. Hugo Lopes Soares (PSD): — Deixe-o falar à vontade, Sr. Presidente!

Páginas Relacionadas
Página 0066:
I SÉRIE — NÚMERO 101 66 Declarações de voto enviadas à Mesa, para pub
Pág.Página 66