O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 22

16

Aplausos do CDS-PP e do Deputado do PSD Duarte Filipe Marques.

Terminava, dizendo também que o Bloco de Esquerda e o PCP, sobretudo, têm hoje uma segunda

oportunidade, porque quando estavam na oposição clamavam por aumentos de 25 € para as pensões mínimas,

para as pensões mais baixas das mais baixas…

O Sr. Presidente: — Sr.ª Deputada, já ultrapassou o seu tempo. Peço-lhe que conclua.

A Sr.ª Cecília Meireles (CDS-PP): — Com certeza, Sr. Presidente.

O Bloco de Esquerda e o PCP têm hoje a oportunidade, não de consagrar os 25 €, mas de consagrar mais

do que aquilo que os senhores aprovaram ontem, que é um aumento de 10 €.

Aplausos do CDS-PP.

O Sr. Presidente: — Tem a palavra o Sr. Deputado João Oliveira, do Grupo Parlamentar do PCP.

O Sr. João Oliveira (PCP): — Sr. Presidente, Sr.as e Srs. Deputados, Srs. Membros do Governo, sobre a

Caixa Geral de Depósitos — este debate repete-se, mas ainda assim vale a pena deixar mais alguma coisa dita

sobre isto — o PSD e o CDS não querem impor limites aos salários. Se quisessem impor limites aos salários,

tinham aprovado as propostas do PCP que foram apresentadas aqui há um tempo e não apresentavam de novo

propostas com outros salários milionários que não aqueles que estão hoje em vigor.

Aplausos do PCP.

O PSD e o CDS não querem transparência rigorosamente nenhuma, porque senão também já tinham

aprovado as propostas do PCP que foram discutidas na Comissão…

O Sr. António Leitão Amaro (PSD): — Não foram, não! Retiraram-nas!

O Sr. João Oliveira (PCP): — … e não se limitavam a trazer propostas inúteis à Assembleia da República.

Quando essas medidas entrarem em vigor já a situação terá sido resolvida pelo Tribunal Constitucional, que

entretanto terá aplicado as leis que os senhores dizem que devem ser aplicadas.

Protestos do PSD.

Nas vossas propostas inúteis, para as vossas encenações, não contam com o PCP.

Aplausos do PCP.

O Sr. Presidente: — Sr. Deputado, já ultrapassou o seu tempo. Peço-lhe que conclua.

O Sr. João Oliveira (PCP): — Vou concluir, Sr. Presidente.

Se o PSD e o CDS estivessem verdadeiramente preocupados com estas questões, tinham-se incomodado

com o salário de 30 000 € de Sérgio Monteiro e tinham aprovado propostas que já aqui trouxeram para resolver

esses problemas. Não querem!

O Sr. Presidente: — Sr. Deputado João Oliveira, tem de concluir.

O Sr. João Oliveira (PCP): — Vou concluir, Sr. Presidente.

Querem, verdadeiramente, privatizar a Caixa, achincalhar a Caixa e utilizar a Caixa como arma de arremesso

político. Mesmo que os senhores queiram pôr-nos todos a dançar ao som da vossa música, não contam com

esse apoio da bancada do PCP.

Páginas Relacionadas
Página 0015:
26 DE NOVEMBRO DE 2016 15 O Sr. António Leitão Amaro (PSD): — Vou terminar, Sr. Pre
Pág.Página 15
Página 0046:
I SÉRIE — NÚMERO 22 46 A Sr.ª Cecília Meireles (CDS-PP): — Sr. Presid
Pág.Página 46