O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

24 DE JUNHO DE 2017

35

Os anos que precederam a II Guerra Mundial foram de intensa atividade académica para Kohl, e a

experiência de ter vivido parte da sua adolescência numa guerra que dividiu a Alemanha em duas partes por

mais de meio século marcou indelevelmente o seu percurso político. A defesa da paz norteou a sua longa vida

política, que culminaria na reunificação alemã e na vinculação do seu país à integração europeia, traduzida, pelo

próprio, na fórmula que ficou célebre: «Queremos uma Alemanha europeia e não uma Europa alemã».

Reconhecido e apreciado pelo povo alemão, Helmut Kohl foi apelidado de «Chanceler da unidade», numa

alusão ao papel que desempenhou no processo da reunificação alemã. Essa unidade determinou e impulsionou

uma nova configuração da ordem europeia, que incluiu a criação de uma moeda comum, o alargamento a 28

Estados-membros, a consolidação da Europa como maior espaço regional de paz, liberdade e prosperidade do

mundo e um quadro de cooperação atlântico estreito e reforçado.

Dotado de um pensamento sólido e pragmático, Helmut Kohl é uma das figuras incontornáveis da Europa do

século XX, que deixa uma vida de firmeza dedicada à paz, à unidade e à liberdade, que merece ser relembrada

e homenageada pela Assembleia da República, a qual apresenta o seu pesar ao povo alemão.»

O Sr. Presidente: — Srs. Deputados, vamos votar o voto que acabou de ser lido.

Submetido à votação, foi aprovado, com votos a favor do PSD, do PS, do BE, do CDS-PP e do PAN e votos

contra do PCP e de Os Verdes.

Segue-se o voto n.º 343/XIII (2.ª) — De pesar pelo falecimento do Sargento-Ajudante de Transmissões Gil

Fernando de Paiva Benido, militar do Exército, vítima de um atentado terrorista no Mali (Comissão de Defesa

Nacional).

Os Srs. Deputados da Comissão de Defesa Nacional solicitaram-me que informasse a Câmara de que não

se encontram aqui hoje presentes porque estão em visita aos locais afetados pelos incêndios.

Peço ao Sr. Secretário, Deputado Diogo Leão, que proceda à leitura deste voto.

O Sr. Secretário (Diogo Leão): — Sr. Presidente e Srs. Deputados, o voto é do seguinte teor:

«Faleceu no passado dia 18 de junho, num ataque terrorista ocorrido num hotel de Bamaco, no Mali, o

Sargento-Ajudante de Transmissões Gil Fernando de Paiva Benido, militar do Comando do Pessoal do Exército.

O militar integrava o contingente nacional no âmbito do terceiro mandato da Missão da União Europeia no

Mali (EUTM), aprovado pelo Conselho da União Europeia, em março de 2016, com a finalidade de contribuir

para a restauração da capacidade militar das Forças Armadas do Mali, preparando-as para a condução de

operações militares, destinadas a restabelecer a integridade territorial do Mali e reduzir a ameaça que os grupos

terroristas representam — missão essa da qual fazem parte 26 países europeus.

A Comissão de Defesa Nacional recebeu a infausta notícia com consternação e lamenta com grande tristeza

a perda deste militar português que deu a vida pela segurança comum no âmbito do contributo europeu na luta

global contra o terrorismo. A sua disponibilidade, entrega e sacrifício não serão esquecidos.

Sendo este um momento de sofrimento, a Comissão de Defesa Nacional expressa, em primeiro lugar, à

família do Sargento-Ajudante de Transmissões Gil Fernando de Paiva Benido o seu mais profundo pesar,

extensivo ao Exército e às Forças Armadas no seu conjunto.»

O Sr. Presidente: — Srs. Deputados, vamos votar o voto que acabou de ser lido.

Submetido à votação, foi aprovado por unanimidade.

O Sr. João Oliveira (PCP): — Peço a palavra, Sr. Presidente.

O Sr. Presidente: — Faça favor, Sr. Deputado.

O Sr. João Oliveira (PCP): — Sr. Presidente, é para informar que apresentaremos uma declaração de voto

sobre a votação dos votos n.os 342/XIII (2.ª) e 345/XIII (2.ª).

Páginas Relacionadas
Página 0046:
I SÉRIE — NÚMERO 101 46 Submetido à votação, foi aprovado por
Pág.Página 46