O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 52

4

O Sr. Carlos Silva (PSD): — Não é verdade que Sines vá ficar ligado à Europa, como diz o Sr. Primeiro-

Ministro. Mais uma vez, como no aeroporto de Beja, os alentejanos vão mesmo ficar «a ver passar comboios»

e o Porto de Sines vai ficar apeado do comboio europeu.

Sr.as e Srs. Deputados, os portos de mar não podem ficar desligados da Europa. Portugal investiu muito no

aumento da capacidade logística dos portos marítimos, sendo este um fator de vantagem competitiva para

Portugal face aos restantes países da Europa.

Neste contexto, é extremamente crítico e deveras exigente um meio de comunicação rápido, com grande

capacidade de transporte de mercadorias, pois só assim Portugal poderá ser a verdadeira porta de entrada das

mercadorias que circulam no oceano Atlântico, dirigidas à Europa.

Inacreditável é mesmo a justificação dada pelo Sr. Ministro, numa recente entrevista, quando disse que

«manter a bitola ibérica é uma forma de evitar a concorrência desenfreada dos mercados liberalizados». Isto

serve a quem, Sr. Ministro Pedro Marques?! Proteção natural do quê?! Que interesse público é necessário ser

acautelado se continuamos a investir em bitola ibérica?!

Srs. Membros do Governo, proteger o interesse público e as nossas empresas é permitir a utilização da

nossa rede de transportes por diferentes operadores e a livre concorrência, para podermos beneficiar de preços

melhores e melhores serviços para as empresas e para os cidadãos, em detrimento de monopólios.

Aplausos do PSD.

Sr.as e Srs. Deputados, a Espanha já percebeu a vantagem que tem em manter os portos portugueses

isolados do resto da Europa e, por esse motivo, está a apostar numa transformação significativa dos seus

transportes ferroviários em bitola europeia.

O Governo insiste em dizer que a Espanha não está a fazer nada em bitola europeia, o que é completamente

falso. Os corredores estão a avançar em Espanha, não estão é a avançar para Portugal! Porque será? É

perfeitamente natural que a Espanha faça avançar os seus projetos de bitola europeia internamente e não

avance para Portugal, pois, quanto mais afastados estiverem os nossos portos do centro da Europa, melhor

para as empresas e a economia espanholas.

Em matéria de transportes, vamos ficar condicionados pela Espanha e totalmente dependentes das

plataformas logísticas que estão a ser construídas perto das nossas fronteiras, em Vigo, Salamanca e Badajoz.

Já o Sr. Ministro, que está em campanha e não veio a este Parlamento, continua a dizer alegremente que vai

fazer o maior investimento do século!

O Sr. Cristóvão Norte (PSD): — Está a fazer campanha eleitoral!

O Sr. Carlos Silva (PSD): — Há uns meses, neste Parlamento, aconselhei o Sr. Ministro das Infraestruturas

a parar, escutar e olhar: a parar com a campanha, a escutar os portugueses e a olhar para o futuro. Agora,

deixo-lhe mais um conselho: que pare para pensar um bocadinho que interesse público é que pretende

acautelar.

Aplausos do PSD.

O Sr. Presidente (José Manuel Pureza): — A Mesa regista a inscrição do Sr. Deputado Ricardo Bexiga, do

Partido Socialista, para pedir esclarecimentos ao Sr. Deputado Carlos Silva.

Faça favor, Sr. Deputado.

O Sr. Ricardo Bexiga (PS): — Sr. Presidente, Srs. Membros do Governo, Sr.as e Srs. Deputados, Sr.

Deputado Carlos Silva, o Grupo Parlamentar do Partido Socialista está muito entusiasmado com este debate de

atualidade sobre a bitola, e imaginamos que o povo português também esteja.

Contudo, temos alguma dificuldade em perceber como é que, no momento em que vivemos um processo de

grande transformação no setor ferroviário, no momento em que, finalmente, estamos a recuperar dos anos e

anos de marasmo e abandono total a que o anterior Governo, PSD/CDS, votou o sistema ferroviário nacional, o

PSD vem agora com o tema da bitola.

Páginas Relacionadas
Página 0003:
15 DE FEVEREIRO DE 2019 3 O Sr. Presidente (José Manuel Pureza): — Sr.as e Srs. Dep
Pág.Página 3
Página 0005:
15 DE FEVEREIRO DE 2019 5 Isto só demonstra que, eventualmente, neste momento, no q
Pág.Página 5
Página 0006:
I SÉRIE — NÚMERO 52 6 Vozes do PSD: — Muito bem! O Sr.
Pág.Página 6
Página 0007:
15 DE FEVEREIRO DE 2019 7 Ainda há poucos dias, fizemos a adjudicação do primeiro t
Pág.Página 7
Página 0008:
I SÉRIE — NÚMERO 52 8 O Sr. Hélder Amaral (CDS-PP): — Eu não daria de
Pág.Página 8
Página 0009:
15 DE FEVEREIRO DE 2019 9 estão ou não estão a ser construídos em bitola europeia?
Pág.Página 9
Página 0010:
I SÉRIE — NÚMERO 52 10 Em relação ao que o Sr. Secretário das Infraes
Pág.Página 10
Página 0011:
15 DE FEVEREIRO DE 2019 11 O Sr. Presidente (José Manuel Pureza): — Para uma interv
Pág.Página 11
Página 0012:
I SÉRIE — NÚMERO 52 12 PSD/Cavaco Silva e, depois, o Governo PS/Sócra
Pág.Página 12
Página 0013:
15 DE FEVEREIRO DE 2019 13 O Sr. Hélder Amaral (CDS-PP): — Tem pouco de obra nova,
Pág.Página 13
Página 0014:
I SÉRIE — NÚMERO 52 14 O Sr. Bruno Dias (PCP): — Os senhores n
Pág.Página 14
Página 0015:
15 DE FEVEREIRO DE 2019 15 O Sr. Heitor de Sousa (BE): — … é rigorosamente o mesmo
Pág.Página 15
Página 0016:
I SÉRIE — NÚMERO 52 16 O Sr. Carlos Pereira (PS): — … com a si
Pág.Página 16
Página 0017:
15 DE FEVEREIRO DE 2019 17 O Sr. EmídioGuerreiro (PSD): — O nosso interesse
Pág.Página 17