O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 10

42

O Sr. Telmo Correia (CDS-PP): — É uma vergonha para o PS!

O Sr. Presidente: — Vamos passar à votação…

O Sr. Adão Silva (PSD): — Sr. Presidente, peço a palavra.

O Sr. Presidente: — Sr. Deputado, normalmente, as inscrições são feitas antes de começarem as

intervenções e não na sua sequência, mas, no espírito de tolerância, vamos conceder a palavra ao Grupo

Parlamentar do PSD.

Faça favor.

O Sr. Adão Silva (PSD): — Sr. Presidente, certamente, mas, sobre essa matéria, quero dizer que houve um

lapso qualquer, porque o Grupo Parlamentar do PSD não foi atempada e devidamente informado…

O Sr. Presidente: — Se é assim, peço desculpa.

O Sr. Adão Silva (PSD): — … sobre a disponibilidade do tempo para intervir neste momento e a propósito

deste voto.

O Sr. Presidente: — Se é assim, a Mesa penitencia-se.

Tem a palavra, Sr. Deputado.

O Sr. Adão Silva (PSD): — Apesar de tudo, Sr. Presidente e Srs. Deputados, o Grupo Parlamentar do PSD

não pode ficar silencioso em relação a uma matéria desta relevância. Assim sendo, gostaria de mencionar dois

ou três aspetos que nos parecem importantes.

Em primeiro lugar, nós, PSD, temos honra e temos, sinceramente, uma sensação positiva sobre aquilo que

os portugueses fizeram em relação à sua história. Nenhum momento destes últimos anos de construção da

nossa democracia nos envergonha; pelo contrário, temos a sensação, do lado do Partido Social Democrata, de

que fomos uns construtores desta mesma democracia. Um fundador do nosso partido foi um dos construtores

do nosso regime democrático: Francisco Sá Carneiro, que invoco neste momento.

Sr. Presidente, para nós, as liberdades não têm uma amarração temporal objetiva. Nós, obviamente,

celebramos o 25 de Abril sempre e celebramos o 25 de Novembro sempre também, como celebramos todos os

dias referentes à construção da nossa democracia e da nossa liberdade.

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

O Sr. Presidente: — Agora, sim, penso que podemos…

Há Srs. Deputados que estão a pedir a palavra. Façam favor.

O Sr. Nuno Miguel Carvalho (PSD): — Sr. Presidente, é só para dar conta da presença, porque não nos

conseguimos registar.

O Sr. Presidente: — Muito obrigado, Sr. Deputado.

Vamos regressar às votações e votar o Voto n.º 41/XIV/1.ª (apresentado pelo CDS-PP) — De saudação pelo

44.º Aniversário do 25 de Novembro.

Submetido à votação, foi aprovado, com votos a favor do PSD, do CDS-PP, do CH, do IL e de 7 Deputados

do PS (Ascenso Simões, Hortense Martins, João Ataíde, João Paulo Pedrosa, Marcos Perestrello, Pedro

Cegonho e Sérgio Sousa Pinto), votos contra do BE, do PCP, do PEV e da Deputada do PS Isabel Alves Moreira

e as abstenções do PS e do PAN.

Aplausos do PSD, do CDS-PP, do CH e do IL.

Páginas Relacionadas
Página 0043:
23 DE NOVEMBRO DE 2019 43 Peço aos Srs. Deputados que não cons
Pág.Página 43
Página 0044:
I SÉRIE — NÚMERO 10 44 Submetido à votação, foi aprovado, com votos a
Pág.Página 44