O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

0753 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002

 

f) Medidas de racionalização da gestão dos dinheiros e outros valores públicos;
g) Outras matérias relevantes para a apresentação e justificação das principais decisões e políticas orçamentais propostas.

Artigo 34.º
Elementos informativos

1 - A proposta de lei do Orçamento do Estado é acompanhada, pelo menos, pelos seguintes elementos informativos:

a) Indicadores financeiros de médio e longo prazos;
b) Programação financeira plurianual;
c) Memória descritiva das razões que justificam o recurso a parcerias dos sectores público e privado, face a um programa alternativo elaborado nos termos do n.º 2 do artigo 16.º;
d) Estimativa do orçamento consolidado do sector público administrativo, na óptica da contabilidade pública e na óptica da contabilidade nacional;
e) Memória descritiva das razões que justificam as diferenças entre os valores apurados, na óptica da contabilidade pública e na óptica da contabilidade nacional;
f) Orçamento consolidado dos serviços integrados e dos serviços e fundos autónomos e orçamento consolidado do Estado, incluindo o da segurança social;
g) Situação da dívida pública, das operações de tesouraria e das contas do Tesouro;
h) Situação financeira e patrimonial do subsector dos serviços integrados;
i) Situação financeira e patrimonial do subsector dos serviços e fundos autónomos;
j) Situação financeira e patrimonial do sistema de solidariedade e de segurança social;
l) Transferências financeiras entre Portugal e o exterior com incidência na proposta de orçamento;
m) Transferências orçamentais para as regiões autónomas;
n) Transferências orçamentais para os municípios e freguesias;
o) Transferências orçamentais para as empresas públicas e outras instituições não integradas no sector público administrativo;
p) Elementos informativos sobre os programas orçamentais;
q) Justificação das previsões das receitas fiscais, com discriminação da situação dos principais impostos;
r) Benefícios tributários, estimativas das receitas cessantes e sua justificação económica e social;
s) Despesas cruzadas pelas diversas classificações orçamentais.

2 - A apresentação dos elementos informativos sobre a situação patrimonial dos serviços e fundos autónomos depende da aplicação a cada um do Plano Oficial de Contabilidade Pública (POCP).

Artigo 35.º
Prazos de apresentação

1 - O Governo apresenta à Assembleia da República, até 1 de Outubro de cada ano, a proposta de lei do Orçamento do Estado para o ano económico seguinte, acompanhada por todos os elementos a que se referem os artigos 32.º a 34.º.
2 - O prazo a que se refere o número anterior não se aplica nos casos em que:

a) O Governo em funções se encontre demitido em 1 de Outubro;
b) A tomada de posse do novo Governo ocorra entre 1 de Julho e 30 de Setembro;
c) O termo da legislatura ocorra entre 1 de Outubro e 31 de Dezembro.

3 - Nos casos previstos no número anterior a proposta de lei do Orçamento do Estado para o ano económico seguinte, acompanhada pelos elementos a que se referem os artigos 30.º a 32.º, é apresentada, pelo Governo, à Assembleia da República, no prazo de três meses a contar da data da sua posse.

Artigo 36.º
Discussão e votação

1 - A proposta de lei do Orçamento do Estado é discutida e votada nos termos do disposto na Constituição, na presente lei e no Regimento da Assembleia da República.
2 - A votação da proposta de lei do Orçamento do Estado realiza-se no prazo de 45 dias após a data da sua admissão pela Assembleia da República.
3 - O Plenário da Assembleia da República discute e vota, na generalidade, a proposta de lei do Orçamento do Estado, nos termos e nos prazos estabelecidos no Regimento da Assembleia da República.
4 - A discussão e a votação na especialidade da proposta de lei do Orçamento do Estado decorre na comissão especializada permanente competente em matéria de apreciação da proposta de lei do Orçamento e tem por objecto o articulado e os mapas orçamentais constantes daquela proposta de lei.
5 - O Plenário discute e vota obrigatoriamente na especialidade:

a) A criação de impostos e o seu regime de incidência, taxas, isenções e garantias dos contribuintes;
b) As alterações aos impostos vigentes, que versem sobre o respectivo regime de incidência, taxas, isenções e garantias dos contribuintes;
c) A extinção de impostos;
d) As matérias relativas a empréstimos e outros meios de financiamento.

6 - Quaisquer matérias compreendidas na fase da discussão e votação na especialidade da proposta de lei do Orçamento do Estado podem ser objecto de avocação pelo Plenário da Assembleia da República.
7 - No âmbito do exame e da discussão da proposta de lei do Orçamento do Estado, a Assembleia da República pode realizar quaisquer audições nos termos gerais.
8 - Para efeitos do disposto no número anterior pode, designadamente, a Assembleia da República convocar directamente, a solicitação da comissão especializada permanente competente em matéria orçamental, as entidades que

Páginas Relacionadas
Página 0743:
0743 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   Artigo 3.º Duração
Pág.Página 743
Página 0744:
0744 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   3 - O princípio da sol
Pág.Página 744
Página 0745:
0745 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   2 - O Governo apresent
Pág.Página 745
Página 0746:
0746 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   Artigo 3.º Alteraç
Pág.Página 746
Página 0747:
0747 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   2 - A elaboração dos o
Pág.Página 747
Página 0748:
0748 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   3 - O aumento do endiv
Pág.Página 748
Página 0749:
0749 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   2 - A avaliação da eco
Pág.Página 749
Página 0750:
0750 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   Secção III Orçamen
Pág.Página 750
Página 0751:
0751 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   da Segurança Social, e
Pág.Página 751
Página 0752:
0752 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   orçamentais, articulad
Pág.Página 752
Página 0754:
0754 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   não estejam submetidas
Pág.Página 754
Página 0755:
0755 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   7 - Salvo disposição l
Pág.Página 755
Página 0756:
0756 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   3 - No âmbito da gestã
Pág.Página 756
Página 0757:
0757 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   mesmo Diário dos mapas
Pág.Página 757
Página 0758:
0758 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   c) Entre rubricas do m
Pág.Página 758
Página 0759:
0759 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   do disposto na Constit
Pág.Página 759
Página 0760:
0760 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   5 - Os resultados das
Pág.Página 760
Página 0761:
0761 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   Ministério das Finança
Pág.Página 761
Página 0762:
0762 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   Mapa XXVII-A - movimen
Pág.Página 762
Página 0763:
0763 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   4 - Os elementos infor
Pág.Página 763
Página 0764:
0764 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   correspondentes autori
Pág.Página 764
Página 0765:
0765 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   4 - A justificação das
Pág.Página 765
Página 0766:
0766 | II Série A - Número 023 | 30 de Julho de 2002   constitucional e da su
Pág.Página 766