O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

0047 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006

 

2 - Quando o empregador assegure a ocupação compatível com o estado do trabalhador, pode requerer ao serviço público competente na área do emprego e formação profissional a avaliação da situação do trabalhador, tendo em vista a adaptação do seu posto de trabalho e disponibilização de formação profissional adequada à ocupação e função a desempenhar.
3 - O serviço público competente na área do emprego e formação profissional, através do centro de emprego da área geográfica do local de trabalho, procede à avaliação da situação do trabalhador e à promoção de eventuais adaptações necessárias à ocupação do respectivo posto de trabalho mediante a disponibilização de intervenções técnicas consideradas necessárias, recorrendo, nomeadamente, à sua rede de centros de recursos especializados.
4 - Por acordo entre o empregador e o trabalhador pode, igualmente, ser requerida a avaliação a que se refere o n.º 1, nos casos em que a ocupação compatível com o respectivo estado seja assegurada por um outro empregador.

Artigo 142.º
Apoios técnicos e financeiros

1 - Além do apoio técnico necessário para a adaptação do posto de trabalho às necessidades do trabalhador sinistrado ou afectado por doença profissional, o empregador que assegure ocupação compatível, nos termos referidos nos n.º 1 do artigo 138.º e n.º 3 do artigo anterior, pode beneficiar do apoio técnico e financeiro concedido pelo serviço público competente na área do emprego e formação profissional a programas relativos à reabilitação profissional de pessoas com deficiência, desde que reúna os respectivos requisitos.
2 - O empregador que promova a reabilitação profissional do trabalhador também pode beneficiar dos apoios técnicos e financeiros previstos no número anterior.

Artigo 143.º
Impossibilidade de assegurar ocupação compatível

1 - Quando o empregador declare a impossibilidade de assegurar ocupação e função compatível com o estado do trabalhador, a situação deve ser avaliada e confirmada pelo serviço público competente na área do emprego e formação profissional nos termos previstos no presente capítulo.
2 - Se o serviço público competente na área do emprego e formação profissional concluir pela viabilidade da ocupação de um posto de trabalho na empresa ao serviço da qual ocorreu o acidente de trabalho ou foi contraída a doença profissional, diligencia junto do empregador no sentido de colocar o trabalhador em ocupação e função compatíveis, sugerindo-lhe, se for caso disso, que solicite ao centro de emprego da área geográfica do local de trabalho os apoios previstos no artigo anterior.
3 - Caso o serviço público competente na área do emprego e formação profissional conclua pela impossibilidade da ocupação de um posto de trabalho na empresa ao serviço da qual ocorreu o acidente de trabalho ou foi contraída a doença profissional, solicita a intervenção do centro de emprego da área geográfica da residência do trabalhador, no sentido de o apoiar a encontrar soluções alternativas com vista à sua reabilitação e reintegração profissional.

Artigo 144.º
Plano de reintegração profissional

1 - No âmbito do apoio preconizado nos n.os 1 e 2 do artigo 142.º e nos n.os 2 e 3 do artigo anterior, o serviço público competente na área do emprego e formação profissional, através do centro de emprego competente e recorrendo à sua rede de centros de recursos especializados, define um plano de intervenção visando a reintegração profissional do trabalhador sinistrado ou afectado por doença profissional, equacionando os meios que devem ser disponibilizados.
2 - O plano de intervenção a que se refere o número anterior é definido conjuntamente com o trabalhador e consensualizado com:

a) O empregador que assegurar ocupação e função compatível;
b) Os demais serviços intervenientes na concretização do plano, se for caso disso.

3 - A intervenção do serviço público competente na área do emprego e formação profissional realiza-se a partir do momento em que o processo de reabilitação clínica permita o início do processo de reintegração profissional.
4 - Sempre que o serviço público competente na área do emprego e formação profissional verifique, no âmbito da sua intervenção, que não possui respostas adequadas para a reintegração do trabalhador, pode propor o recurso a outras entidades com competência para o efeito.

Páginas Relacionadas
Página 0015:
0015 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   c) Não inscrição de
Pág.Página 15
Página 0016:
0016 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   A Lei n.º 35/2004,
Pág.Página 16
Página 0017:
0017 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   beneficiário da pen
Pág.Página 17
Página 0018:
0018 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Artigo 4.º Trab
Pág.Página 18
Página 0019:
0019 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   praticado após a da
Pág.Página 19
Página 0020:
0020 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   exercício de outra
Pág.Página 20
Página 0021:
0021 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   2 - Essa assistênci
Pág.Página 21
Página 0022:
0022 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   4 - Nos casos previ
Pág.Página 22
Página 0023:
0023 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   4 - Quando o sinist
Pág.Página 23
Página 0024:
0024 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   a) Deve ser assegur
Pág.Página 24
Página 0025:
0025 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Divisão II Pres
Pág.Página 25
Página 0026:
0026 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   4 - A pedido da ent
Pág.Página 26
Página 0027:
0027 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   2 - Quando o médico
Pág.Página 27
Página 0028:
0028 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   a) Ao cônjuge ou a
Pág.Página 28
Página 0029:
0029 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   2 - Se as pensões r
Pág.Página 29
Página 0030:
0030 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   2 - No caso previst
Pág.Página 30
Página 0031:
0031 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   5 - O disposto nos
Pág.Página 31
Página 0032:
0032 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Artigo 64.º Dir
Pág.Página 32
Página 0033:
0033 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   2 - Se o estado do
Pág.Página 33
Página 0034:
0034 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Artigo 75.º Fac
Pág.Página 34
Página 0035:
0035 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   2 - A incapacidade
Pág.Página 35
Página 0036:
0036 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Subsecção II Pr
Pág.Página 36
Página 0037:
0037 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Artigo 91.º Sub
Pág.Página 37
Página 0038:
0038 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Artigo 96.º Ret
Pág.Página 38
Página 0039:
0039 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Artigo 100.º Su
Pág.Página 39
Página 0040:
0040 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Subsecção V Mon
Pág.Página 40
Página 0041:
0041 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Artigo 110.º In
Pág.Página 41
Página 0042:
0042 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Subsecção III C
Pág.Página 42
Página 0043:
0043 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Artigo 120.º Ac
Pág.Página 43
Página 0044:
0044 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   2 - O diagnóstico p
Pág.Página 44
Página 0045:
0045 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   2 - No caso de uniã
Pág.Página 45
Página 0046:
0046 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   por doença profissi
Pág.Página 46
Página 0048:
0048 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   5 - O serviço públi
Pág.Página 48
Página 0049:
0049 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Secção III Gara
Pág.Página 49
Página 0050:
0050 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Secção II Contr
Pág.Página 50
Página 0051:
0051 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Artigo 159.º Af
Pág.Página 51
Página 0052:
0052 | II Série A - Número 001 | 16 de Setembro de 2006   Artigo 168.º En
Pág.Página 52