O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

4 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008

. No entanto, a prudência levou a que um segundo grupo de Estados-Membros prosseguisse do processo de ratificação. A Dinamarca, a Irlanda, a Polónia, Portugal, a República Checa, a Suécia e o Reino Unido, adiassem ou suspendessem o processo de ratificação. Não obstante, um terceiro grupo de Estados-membros avançaria no processo de ratificação em curso: Chipre (Junho de 2005); Estónia (Maio de 2006); Finlândia (Dezembro de 2006); Luxemburgo (Julho de 2005) e Malta (Julho de 2005). Assim, e desde, o Conselho Europeu de Junho de 2005, seis países ratificaram o Tratado. Elevando-se a dezasseis o número total de ratificações. Em Outubro de 2005, a Comissão apresentou um “Plano D” para a Democracia, o Diálogo e o Debate
[1]
. Tendo sido dado um novo impulso ao debate sobre o futuro da Europa, envolvendo a participação dos cidadãos. Declara-se, assim, um período de reflexão, cabendo aos Estados-Membros organizar o debate a nível nacional, regional e local sobre o Futuro da União. O período de reflexão previa que em Junho de 2006 fosse realizado um balanço global dos debates nacionais. Assim, no Conselho Europeu de Junho de 2006, sob a presidência austríaca, concluía-se que, a primeira avaliação do processo de reflexão revelava que, apesar das inquietações e preocupações expressas pelos cidadãos ao longos dos debates públicos “os cidadãos europeus continuam empenhados no projecto europeu”
[2]
. O Conselho, comprometia-se também, a apresentar no primeiro semestre de 2007, um relatório decorrente das consultas efectuadas com os Estados-Membros fazendo uma avaliação dos debates relativos ao Tratado e perspectivando os possíveis desenvolvimentos futuros. O relatório seria examinado pelo Conselho Europeu e a sua 1 O próprio Parlamento Europeu aprovaria o Tratado, no dia 12 de Janeiro de 2005, através de um voto simbólico. II SÉRIE-A — NÚMERO 88
__________________________________________________________________________________________________________
4


Consultar Diário Original

Páginas Relacionadas
Página 0129:
129 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 129
Página 0130:
130 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 130
Página 0131:
131 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 131
Página 0132:
132 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 132
Página 0133:
133 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 133
Página 0134:
134 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 134
Página 0135:
135 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 135
Página 0136:
136 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 136
Página 0137:
137 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 137
Página 0138:
138 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 138
Página 0139:
139 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 139
Página 0140:
140 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 140
Página 0141:
141 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 141
Página 0142:
142 | II Série A - Número: 088 | 29 de Abril de 2008 Consultar Diário Original
Pág.Página 142