O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

24 DE JUNHO DE 2009 13

O Bloco de Esquerda propõe que a taxa de IVA incidente sobre os medicamentos e os tratamentos médico-

veterinários seja de 5%, tornando mais acessível a prestação de cuidados de saúde aos animais domésticos e

contrariando todos os indesejáveis efeitos associados à sua ausência.

Assim, nos termos constitucionais e regimentais aplicáveis, as Deputadas e os Deputados do Bloco de

Esquerda apresentam o seguinte projecto de lei:

Artigo 1.º

Objectivo

O presente diploma cria incentivos fiscais para apoiar a protecção da saúde dos animais domésticos,

salvaguardando o bem-estar animal e a saúde pública.

Artigo 2.º

Aditamento à lista I anexa ao Código do IVA

É aditada à lista I anexa ao Código do IVA, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 394-B/84, de 26 de Dezembro, a

verba 2.31, com a seguinte redacção:

«2.31. Medicamentos, especialidades farmacêuticas e outros produtos farmacêuticos destinados

exclusivamente a fins terapêuticos e profilácticos veterinários e a prestação de serviços médico-veterinários

em animais domésticos.»

Artigo 3.º

Disposições finais

O presente diploma entra em vigor com a aprovação do Orçamento do Estado para o ano subsequente ao

da sua publicação.

Assembleia da República, 16 de Junho de 2009.

As Deputadas e os Deputados do Bloco de Esquerda: Fernando Rosas — Ana Drago — Alda Macedo —

João Semedo — Helena Pinto.

———

PROJECTO DE LEI N.º 831/X (4.ª)

INCENTIVA O VOLUNTARIADO

Exposição de motivos

Na actual sociedade portuguesa, o voluntariado assume, cada vez mais, um lugar de destaque enquanto

actividade fundamental para o exercício de uma plena cidadania activa.

O voluntário compromete-se com a comunidade que o rodeia, doando o seu tempo e o seu trabalho em

prol da mesma. Nesse sentido, ele tem um papel decisivo no aumento do bem-estar das cidadãs e dos

cidadãos e da sua qualidade de vida. O voluntário tem, igualmente, um importante papel na prossecução de

uma sociedade mais solidária, justa e humana.

O trabalho voluntário constitui, hoje, um dos instrumentos fundamentais de participação da sociedade civil

nos mais distintos domínios de actividade. O seu âmbito de actuação abrange áreas tão distintas como a

protecção do meio ambiente, o acompanhamento da infância e da terceira idade, o combate à violência

doméstica, a promoção do desporto e da cultura, entre muitas outras.

O trabalho desenvolvido pelos voluntários constitui, de facto, um factor de extrema importância para o

movimento associativo e para as Organizações Não Governamentais. Os voluntários asseguram, na realidade,

uma grande parte dos serviços prestados por estas entidades.

Páginas Relacionadas
Página 0011:
24 DE JUNHO DE 2009 11 via pública não pode ser proibido excepto quando é perigoso,
Pág.Página 11
Página 0012:
II SÉRIE-A — NÚMERO 140 12 Após análise do projecto de lei, nada temos a opor ao me
Pág.Página 12