O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

17 | II Série A - Número: 149 | 4 de Julho de 2009

renúncia, por demissão decidida por resolução do Conselho de Ministros em caso de falta grave, comprovadamente cometida pelo titular no desempenho das suas funções ou no cumprimento de qualquer obrigação inerente ao cargo ou por motivo de condenação pela prática de qualquer crime doloso.
O regime acima descrito consta do Decreto-Lei n.º 309/2001, de 7 de Dezembro25, que aprova os Estatutos do ICP – Autoridade Nacional das Comunicações (ICP - ANACOM), em especial dos artigos 21.º, 23.º e 24.º.

6. Instituto Nacional da Aviação Civil (INAC, IP26 O Instituto Nacional de Aviação Civil, IP, é um instituto público integrado na administração indirecta do Estado, dotado de autonomia administrativa e financeira e património próprio. Aos membros do conselho directivo do INAC, IP, é aplicável o disposto na lei-quadro dos institutos públicos e, subsidiariamente, o estatuto do gestor público.
Assim, os membros do conselho directivo são nomeados por despacho conjunto do Primeiro-Ministro e do ministro da tutela, sob proposta deste. Não pode haver nomeação de membros do conselho directivo depois da demissão do Governo ou da convocação de eleições para a Assembleia da República, nem antes da confirmação parlamentar do Governo recém-nomeado. Os membros do conselho directivo podem ser livremente exonerados por quem os nomeou, podendo a exoneração fundar-se em mera conveniência de serviço.
O conselho directivo pode ser dissolvido, o que implica a cessação do mandato de todos os seus membros, mediante despacho fundamentado dos membros do Governo competentes para a nomeação, por motivo justificado, nomeadamente:

a) O incumprimento das orientações, recomendações ou directivas ministeriais no âmbito do poder de superintendência; b) O incumprimento dos objectivos definidos no plano de actividades aprovado ou desvio substancial entre o orçamento e a sua execução, salvo por razões não imputáveis ao órgão; c) A prática de infracções graves ou reiteradas às normas que regem o instituto; d) A inobservância dos princípios de gestão fixados nesta lei; e) O incumprimento de obrigações legais que, nos termos da lei, constituam fundamento de destituição dos seus órgãos.

O regime acima descrito consta do Decreto-Lei n.º 145/2007, de 27 de Abril27, que aprovou a Lei Orgânica do INAC, especialmente o artigo 6.º, e da Lei-Quadro dos Institutos Públicos, aprovada pela Lei n.º 3/2004, de 15 de Janeiro28, com a redacção que lhe foi dada pelo Decreto -Lei n.º 105/2007, de 3 de Abril29, em especial os artigos 19.º e 20.º.

7. Instituto Nacional do Transporte Ferroviário (INTF)30 O Decreto-lei n.º 147/2007, de 27 de Abril31, que cria o IMTT – Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, IP, e define a sua missão e atribuições, extingue o INTF, bem como a Direcção-Geral dos Transportes Terrestres e Fluviais (DGTTF), e assume, em matéria de veículos e de condutores, as atribuições antes exercidas pela Direcção-Geral de Viação (DGV). 25 http://www.dre.pt/pdf1s/2001/12/283A00/79187929.pdf 26 http://www.inac.pt/ 27 http://www.dre.pt/pdf1s/2007/04/08200/27122719.pdf 28 http://www.dre.pt/pdf1s/2007/04/06600/21152134.pdf 29 http://dre.pt/pdf1s/2007/04/06600/21152134.pdf 30 http://www.imtt.pt/sites/IMTT/Portugues/Paginas/IMTTHome.aspx 31 http://dre.pt/pdf1s/2007/04/08200/27262731.pdf

Páginas Relacionadas
Página 0010:
10 | II Série A - Número: 149 | 4 de Julho de 2009 PROJECTO DE LEI N.º 771/X (4.ª) (NOMEAÇÃ
Pág.Página 10
Página 0011:
11 | II Série A - Número: 149 | 4 de Julho de 2009 alusão da Nota Técnica, no que concerne
Pág.Página 11
Página 0012:
12 | II Série A - Número: 149 | 4 de Julho de 2009 O projecto de lei n.º 344/X (2.ª) foi di
Pág.Página 12
Página 0013:
13 | II Série A - Número: 149 | 4 de Julho de 2009 NOTA TÉCNICA (Elaborada ao abrigo do art
Pág.Página 13
Página 0014:
14 | II Série A - Número: 149 | 4 de Julho de 2009 Questão que merece atenção é, finalmente
Pág.Página 14
Página 0015:
15 | II Série A - Número: 149 | 4 de Julho de 2009 Não pode haver nomeação de membros do co
Pág.Página 15
Página 0016:
16 | II Série A - Número: 149 | 4 de Julho de 2009 comprovadamente cometida pelo titular no
Pág.Página 16
Página 0018:
18 | II Série A - Número: 149 | 4 de Julho de 2009 Ao regime de nomeação e cessação de funç
Pág.Página 18
Página 0019:
19 | II Série A - Número: 149 | 4 de Julho de 2009 Em nenhum dos regimes de nomeação e cess
Pág.Página 19