O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

36 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012

4 - Os agentes de inseminação artificial cidadãos de outros Estados-Membros da União Europeia ou do Espaço Económico Europeu, cujas qualificações tenham sido obtidas fora de Portugal e que pretendam prestar serviços ocasionais e esporádicos em território nacional ao abrigo do regime da livre prestação de serviços, devem efetuar declaração prévia perante a DGAV, nos termos do artigo 5.º da Lei n.º 9/2009, de 4 de março.
5 - Os agentes de inseminação artificial referidos no número anterior ficam sujeitos aos requisitos de exercício da atividade profissional que lhes sejam aplicáveis, nomeadamente aos previstos no artigo seguinte e no artigo 10.º.

Artigo 9.º Deveres do agente de inseminação artificial de bovinos

O agente de inseminação artificial de bovinos deve:

a) Desempenhar a sua atividade de acordo com a orientação do responsável técnico do centro ou subcentro, em obediência às medidas determinadas pela DGAV; b) Colaborar nos planos de reprodução para efeito de melhoramento animal; c) Obter a fertilidade considerada normal para a área em que exerce a sua atividade; d) Conservar o material colocado à sua guarda em boas condições higiénicas; e) Manusear com cuidado o material seminal colocado à sua guarda e aplicá-lo em conformidade com as indicações fornecidas pelo médico veterinário responsável pelo subcentro; f) Preencher os documentos respeitantes ao serviço; g) Comunicar quaisquer ocorrências irregulares, no domínio da reprodução, verificadas no exercício das suas funções.

Artigo 10.º Proibição da prática de ato médico-veterinário

Os agentes de inseminação artificial de bovinos estão proibidos de:

a) Praticar qualquer ato médico-veterinário; b) Utilizar os meios à sua disposição para o exercício de atividades diversas das de inseminação artificial.

Artigo 11.º Constituição de stocks

Qualquer criador pode constituir o seu próprio stock de sémen, desde que o mantenha na sua exploração sob controlo técnico do subcentro de IA responsável pela sua aplicação e, cumulativamente:

a) Mantenha o registo de stocks permanentemente atualizado; b) Utilize o sémen exclusivamente na sua exploração.

CAPÍTULO III Formação e entidades formadoras em inseminação artificial de bovinos

Artigo 12.º Cursos de formação em inseminação artificial de bovinos

1 - O curso de formação em inseminação artificial de bovinos destinado a médicos veterinários deve ter a duração mínima de 100 horas e máxima de 150 horas, e:

Páginas Relacionadas
Página 0016:
16 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 ao Conselho Superior do Ministério P
Pág.Página 16
Página 0017:
17 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 O co-adotante deve ter mais de 25 anos
Pág.Página 17
Página 0018:
18 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 PARTE III - CONCLUSÕES 4. O PS
Pág.Página 18
Página 0019:
19 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 mesma permitir a co-adoção por parte
Pág.Página 19
Página 0020:
20 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 Assim, sugere-se que o título da ini
Pág.Página 20
Página 0021:
21 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 entre pessoas do mesmo sexo e não à
Pág.Página 21
Página 0022:
22 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 aprovada com os votos a favor do Par
Pág.Página 22
Página 0023:
23 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 Projeto de Lei n.º 126/XII - Eliminaçã
Pág.Página 23
Página 0024:
24 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 organismos oficiais e/ou cientistas
Pág.Página 24
Página 0025:
25 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 GOMES, Carla Amado – Filiação, adoçã
Pág.Página 25
Página 0026:
26 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 que evocando o respeito pelo princíp
Pág.Página 26
Página 0027:
27 | II Série A - Número: 224 | 14 de Setembro de 2012 aprovar, até à Primavera de 2013, um
Pág.Página 27