O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 95

2

PROJETO DE LEI N.º 236/XII (1.ª)

(CRIA O TRIBUNAL ARBITRAL DO DESPORTO)

PROPOSTA DE LEI N.º 84/XII (1.ª)

(CRIA O TRIBUNAL ARBITRAL DO DESPORTO (TAD), COM COMPETÊNCIA ESPECÍFICA PARA

ADMINISTRAR A JUSTIÇA RELATIVAMENTE A LITÍGIOS QUE RELEVAM DO ORDENAMENTO

JURÍDICO DESPORTIVO OU RELACIONADOS COM A PRÁTICA DO DESPORTO, E APROVA A LEI DO

TAD)

Relatório da discussão e votação na especialidade e texto final da Comissão de Assuntos

Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias e propostas de alteração

Relatório da discussão e votação na especialidade

1. O projeto de lei, da iniciativa do Grupo Parlamentar do PS, e a Proposta de Lei, da iniciativa do

Governo, baixaram à Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, respetivamente

em 29 de junho e 13 de julho de 2012, após aprovação na generalidade, para discussão e votação na

especialidade.

2. Por deliberação da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, de 26 de

setembro de 2012, foi criado um grupo de trabalho para preparação da discussão e votação na especialidade

das iniciativas, constituído pela(o)s seguintes Senhora(e)s Deputada(o)s: Paulo Simões Ribeiro (PSD), como

coordenador, Paulo Cavaleiro (PSD), Laurentino Dias (PS) - indicados pela Comissão de Educação e Ciência -

, Isabel Moreira (PS), Artur Rego (CDS-PP), João Oliveira (PCP) e Cecília Honório (BE), tendo participado

também nas reuniões o Sr. Deputado Pedro Pimpão (PSD).

3. Apresentaram propostas de alteração às iniciativas os Grupos Parlamentares do PSD e do CDS-PP,

conjuntamente, e do PS.

4. Foi promovida, pela Presidente da Assembleia da República, a audição das Assembleias Legislativas

Regionais e dos Governos Regionais dos Açores e da Madeira, em 11 de setembro de 2012.1.

5. Em 24 de outubro de 2012 a Comissão solicitou pareceres às seguintes entidades: Conselho Superior

de Magistratura2; Conselho Superior do Ministério Público

3, Conselho Superior dos Tribunais Administrativos e

Fiscais4, Ordem dos Advogados

5, Confederação do Desporto de Portugal, Comité Olímpico de Portugal

6,

Conselho Nacional do Desporto, Associação Portuguesa de Direito Desportivo7, Associação Portuguesa de

Arbitragem8, Professores Doutores José Manuel Meirim

9 e Reis Novais, Drs. José Miguel Júdice e João

Correia10

. O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol enviou parecer11

.

6. Na reunião da Comissão de 21 de novembro de 2011 procedeu-se à audição do Secretário de Estado

do Desporto e Juventude12

.

7. O Grupo de Trabalho reuniu 11 vezes, tendo recebido em audiência o Sindicato dos Jogadores

Profissionais de Futebol13

, em 29 de novembro de 2012, e a Liga Portuguesa de Futebol Profissional14

, em 5

1 Parecer - ALRAM

2 Parecer- Conselho Superior da Magistratura

3 Parecer - Conselho Superior do Ministério Público

4 Parecer - Conselho Superior dos Tribunais Administrativos e Fiscais

5 Parecer - Ordem dos Advogados

6 Parecer - Comité Olímpico de Portugal

7 Parecer - Associação Portuguesa de Direito Desportivo

8 Parecer - Associação Portuguesa de Arbitragem

9 Parecer - Prof. Dr. José Manuel Meirim - Faculdade de Direito da UNL

10 Parecer - Dr. João Correia

11 Parecer - Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol

12 Audição em 2012-11-21 com Secretário de Estado do Desporto e Juventude

13 Audiência em 2012-11-29 com Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol

14 Audiência em 2012-12-05 com Liga Portuguesa de Futebol Profissional

Páginas Relacionadas
Página 0003:
7 DE MARÇO DE 2013 3 de dezembro de 2012, e procedido à audição do Prof. Dr. José M
Pág.Página 3
Página 0004:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 4 dispensando a necessidade de fazer uso dos m
Pág.Página 4
Página 0005:
7 DE MARÇO DE 2013 5 Artigo 9.º Corpo Alterações PS Com a segu
Pág.Página 5
Página 0006:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 6 Contra: PSD, CDS-PP Rejeitado
Pág.Página 6
Página 0007:
7 DE MARÇO DE 2013 7 N.º 4 Alterações PS Favor: PSD, PS, CDS-PP <
Pág.Página 7
Página 0008:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 8 Contra: PSD, CDS-PP Rejeitado
Pág.Página 8
Página 0009:
7 DE MARÇO DE 2013 9 Abstenção: PS, BE Contra: PCP Aprovado
Pág.Página 9
Página 0010:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 10 Artigo 23.º-B Alterações PSD, CDS-PP
Pág.Página 10
Página 0011:
7 DE MARÇO DE 2013 11 Artigo 27.º-A Alterações PS Prejudicado
Pág.Página 11
Página 0012:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 12 Artigo 48.º N.º 1 Alterações
Pág.Página 12
Página 0013:
7 DE MARÇO DE 2013 13 Artigo 55.º N.os 2 e 3 Alterações PS
Pág.Página 13
Página 0014:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 14 Artigo 57.º-A Alterações PSD, CDS-PP
Pág.Página 14
Página 0015:
7 DE MARÇO DE 2013 15 os efeitos do artigo 30.º da Lei n.º 28/98, de 26 de junho, a
Pág.Página 15
Página 0016:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 16 Artigo 3.º Âmbito da jurisdição
Pág.Página 16
Página 0017:
7 DE MARÇO DE 2013 17 2 - De acordo com o definido no número anterior é atribuída a
Pág.Página 17
Página 0018:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 18 e) Um, pelo Conselho Superior dos Tribunais
Pág.Página 18
Página 0019:
7 DE MARÇO DE 2013 19 4 - É vedado a cada membro do Conselho de Arbitragem Desporti
Pág.Página 19
Página 0020:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 20 Artigo 16.º Competência do Conselho
Pág.Página 20
Página 0021:
7 DE MARÇO DE 2013 21 2 - Podem integrar a lista de árbitros prevista no número ant
Pág.Página 21
Página 0022:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 22 para tanto, nomeadamente a recusa do exercí
Pág.Página 22
Página 0023:
7 DE MARÇO DE 2013 23 sendo sempre garantida a audição do árbitro, quando a invocaç
Pág.Página 23
Página 0024:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 24 3 - O árbitro único é designado por acordo
Pág.Página 24
Página 0025:
7 DE MARÇO DE 2013 25 um árbitro único ou um colégio de três árbitros da lista de á
Pág.Página 25
Página 0026:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 26 Artigo 39.º Contagem de prazos <
Pág.Página 26
Página 0027:
7 DE MARÇO DE 2013 27 2 - Quando não for possível o envio por meios eletrónicos nem
Pág.Página 27
Página 0028:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 28 f) O lugar da arbitragem, o local e a data
Pág.Página 28
Página 0029:
7 DE MARÇO DE 2013 29 anteriormente julgada inconstitucional pela Comissão Constitu
Pág.Página 29
Página 0030:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 30 requerente, depois de convidado a suprir a
Pág.Página 30
Página 0031:
7 DE MARÇO DE 2013 31 data do encerramento do debate, devendo este ser conjunto, de
Pág.Página 31
Página 0032:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 32 Artigo 62.º Acesso ao Direito e aos
Pág.Página 32
Página 0033:
7 DE MARÇO DE 2013 33 2 - As partes dispõem do prazo de 15 dias para escolherem de
Pág.Página 33
Página 0034:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 34 Artigo 73.º Extinção 1
Pág.Página 34
Página 0035:
7 DE MARÇO DE 2013 35 4 - A fixação do montante das custas finais do processo arbit
Pág.Página 35
Página 0036:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 36 3 - O acesso ao TAD só é admissível em via
Pág.Página 36
Página 0037:
7 DE MARÇO DE 2013 37 Artigo 11.º (…) (…): a) Es
Pág.Página 37
Página 0038:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 38 Artigo 19.º Lista e requisitos dos á
Pág.Página 38
Página 0039:
7 DE MARÇO DE 2013 39 Artigo 37.º (…) 1 - O TAD pode decretar
Pág.Página 39
Página 0040:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 40 2 - Recebido o recurso, será o mesmo subme
Pág.Página 40
Página 0041:
7 DE MARÇO DE 2013 41 Artigo 19.º-A Estabelecimento da lista de árbitros
Pág.Página 41
Página 0042:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 42 (…) Secção III Designa
Pág.Página 42
Página 0043:
7 DE MARÇO DE 2013 43 Artigo 23.º-C Designação dos árbitros no âmbito da câm
Pág.Página 43
Página 0044:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 44 PROPOSTA DE ALTERAÇÃO
Pág.Página 44
Página 0045:
7 DE MARÇO DE 2013 45 2. Além dos interessados, tem legitimidade para a impugnação
Pág.Página 45
Página 0046:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 46 g) [anterior alínea f)]; h) [anterio
Pág.Página 46
Página 0047:
7 DE MARÇO DE 2013 47 PROPOSTA DE SUBSTITUIÇÃO Artigo 19.º Árb
Pág.Página 47
Página 0048:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 48 candidatos a apresentar por cada uma delas
Pág.Página 48
Página 0049:
7 DE MARÇO DE 2013 49 a) O árbitro que, tendo aceite o encargo, se escusar injustif
Pág.Página 49
Página 0050:
II SÉRIE-A — NÚMERO 95 50 PROPOSTA DE ADITAMENTO Artigo
Pág.Página 50