O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

18 DE OUTUBRO DE 2016 11

PROJETO DE LEI N.º 267/XIII (1.ª)

(REVOGA A PROPINA DO ENSINO DE PORTUGUÊS NO ESTRANGEIRO (TERCEIRA ALTERAÇÃO

AO DECRETO-LEI N.º 165/2006, DE 11 DE AGOSTO)

PROJETO DE LEI N.º 271/XIII (1.ª)

REVOGA A PROPINA DO ENSINO DE PORTUGUÊS NO ESTRANGEIRO E ESTABELECE A

GRATUITIDADE DOS MANUAIS ESCOLARES NOS CURSOS DO EPE (TERCEIRA ALTERAÇÃO AO

DECRETO-LEI N.º 165/2006, DE 11 DE AGOSTO)

Parecer da Comissão de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas e notas técnicas

elaboradas pelos serviços de apoio

Índice

PARTE I – CONSIDERANDOS

PARTE II – OPINIÃO DO DEPUTADO AUTOR DO PARECER

PARTE III – CONCLUSÕES

PARTE IV – ANEXOS

PARTE I – CONSIDERANDOS

1.1. NOTA PRÉVIA

Seguindo o disposto no n.º 1 do artigo 167.º da Constituição da República Portuguesa no artigo 118.º do

Regimento da Assembleia da Republica, os grupos parlamentares do Partido Comunista Português (PCP) e do

Bloco de Esquerda (BE), tomaram a iniciativa de apresentar, respetivamente, o Projeto de Lei n.º 267/XIII (1.ª),

que revoga a propina do Ensino do Português no Estrangeiro (terceira alteração ao Decreto-Lei n.º 165/2006,

de 11 de agosto) e o Projeto de Lei n.º 271/XIII (1.ª) que revoga a propina do Ensino do Português no Estrangeiro

e estabelece a gratuitidade dos manuais escolares nos cursos do EPE (Terceira alteração ao Decreto-Lei n.º

165/2006, de 11 de agosto).

As iniciativas supracitadas baixaram, no dia 26 de junho de 2016, por indicação do Sr. Presidente da

Assembleia da República, em conexão, com a Comissão de Educação e Ciência à Comissão de Negócios

Estrangeiros e Comunidades Portuguesas, considerada a Comissão competente, para a elaboração do

respetivo parecer.

Importa também referir que foram pedidos pareceres, que se anexam no fim do presente Parecer (à exceção

do Governo que não respondeu), sobre as iniciativas acima referidas às seguintes entidades:

 Governo

 Conselho Permanente das Comunidades Portuguesas

 FENPROF

 Sindicato dos Professores nas Comunidades Lusíadas

1.2. ÂMBITO DAS INICIATIVAS

Os diplomas, da autoria do PCP e do BE, que aqui analisamos pretendem ambos a revogação da propina do

Ensino do Português no Estrangeiro (EPE) e no caso concreto do projeto de lei n.º 271/XIII (1.ª), do BE, é

estabelecida a gratuitidade dos manuais escolares nos cursos do EPE.

Considera o PCP no seu projeto de lei que “uma das formas de afirmação de Portugal no Mundo é feita

através da expansão da Língua e da Cultura Portuguesas. Mas para que essa afirmação se concretize não basta

simplesmente dizê-lo. É necessário que seja definida uma política de defesa da Língua e Cultura Portuguesas,

Páginas Relacionadas
Página 0012:
II SÉRIE-A — NÚMERO 16 12 assente em diversas estratégias que atentem aos espaços t
Pág.Página 12
Página 0013:
18 DE OUTUBRO DE 2016 13 gratuitidade dos manuais escolares nos cursos do EPE, alte
Pág.Página 13
Página 0014:
II SÉRIE-A — NÚMERO 16 14 2 – Nestes termos, a Comissão de Negócios Estrangeiros e
Pág.Página 14
Página 0015:
18 DE OUTUBRO DE 2016 15 fosse o Estado português a entidade responsável pela sua p
Pág.Página 15
Página 0016:
II SÉRIE-A — NÚMERO 16 16 Nos termos do n.º 1 do artigo 6.º da mesma lei, “Os diplo
Pág.Página 16
Página 0017:
18 DE OUTUBRO DE 2016 17 exercem funções docentes do ensino básico português no est
Pág.Página 17
Página 0018:
II SÉRIE-A — NÚMERO 16 18  Portaria n.º 232/2012, de 6 de agosto (estabelece as co
Pág.Página 18
Página 0019:
18 DE OUTUBRO DE 2016 19 publicadas pelo Ministério da Educação espanhol relativame
Pág.Página 19
Página 0020:
II SÉRIE-A — NÚMERO 16 20  Petições Efetuada uma pesquisa à ba
Pág.Página 20
Página 0021:
18 DE OUTUBRO DE 2016 21 Elaborada por: Alexandre Guerreiro (DILP), António A. Sant
Pág.Página 21
Página 0022:
II SÉRIE-A — NÚMERO 16 22 também, o Bloco de Esquerda mais recentemente, em sede de
Pág.Página 22
Página 0023:
18 DE OUTUBRO DE 2016 23 Quanto à entrada em vigor desta iniciativa, em caso de apr
Pág.Página 23
Página 0024:
II SÉRIE-A — NÚMERO 16 24 Assim, prevê o artigo 19.º que, constituem modalidades es
Pág.Página 24
Página 0025:
18 DE OUTUBRO DE 2016 25 Antecedentes parlamentares Relativamente ao tema em
Pág.Página 25
Página 0026:
II SÉRIE-A — NÚMERO 16 26 l) Projeto de Lei n.º 137/XI (PCP), que define o regime d
Pág.Página 26
Página 0027:
18 DE OUTUBRO DE 2016 27 y) Apreciação Parlamentar n.º 42/XII (PS) do Decreto-Lei n
Pág.Página 27
Página 0028:
II SÉRIE-A — NÚMERO 16 28 FRANÇA Segundo dados disponibilizados pela
Pág.Página 28
Página 0029:
18 DE OUTUBRO DE 2016 29  Consultas facultativas No presente âmbito e em fun
Pág.Página 29