O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 24 90

3. A Proposta de Lei em análise foi apresentada nos termos do disposto na alínea d), do n.º 1, do artigo 197º

da CRP e dos artigos 118º e 124º, ambos do RAR;

4. De acordo com as disposições regimentais aplicáveis – artigo 205º e alínea b), do n.º1, do artigo 206º -

compete à Comissão de Saúde, no que respeita à sua competência material, a emissão do respetivo parecer;

5. A Comissão de Saúde considera que se encontram reunidas as condições para que a Proposta de Lei

em análise possa ser apreciada em Plenário;

6. Deve o presente Parecer ser remetido à Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização

Administrativa.

Palácio de S. Bento, 21 de outubro de 2016.

O Deputado autor do parecer, João Gouveia — O Vice-Presidente da Comissão, Moisés Ferreira.

Nota: Os Considerandos e as Conclusões foram aprovados por unanimidade, registando-se a ausência de

Os Verdes, na reunião do dia 26 de outubro de 2016.

———

COMISSÃO DE TRABALHO E SEGURANÇA SOCIAL

Parecer

ÍNDICE

PARTE I – CONSIDERANDOS

1. Política Orçamental para 2017

2. Receitas e Despesa da Segurança Social

3. Trabalho, Solidariedade e Segurança Social

4. Emprego Público

PARTE II – OPINIÃO DO DEPUTADO AUTOR DO PARECER

PARTE III – CONCLUSÕES E PARECER

PARTE I – CONSIDERANDOS

O Governo apresentou à Assembleia da República, nos termos constitucionais e regimentais aplicáveis, a

Proposta de Lei n.º 37/XIII (2.ª), que Aprova o Orçamento do Estado para 2017.

A proposta de lei em apreço deu entrada e foi admitida na Assembleia da República a 14 de outubro de 2016,

cumprindo todos os requisitos formais, constitucionais e regimentais necessários para a sua tramitação tendo,

por determinação do Senhor Presidente da Assembleia da República, nessa mesma data, baixado à Comissão

de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, como comissão competente, nos termos do n.º 3 do

artigo 205.º do Regimento da Assembleia da República.

Nos termos do n.º 3 do artigo 205.º e da alínea b) do n.º 1 do artigo 206.º do Regimento da Assembleia da

República, compete à Comissão de Trabalho e Segurança Social emitir parecer sobre a proposta de lei em

apreço, relativamente às matérias do seu âmbito de intervenção.

Páginas Relacionadas
Página 0091:
3 DE NOVEMBRO DE 2016 91 1. Política Orçamental para 2017 O Orçamento do Est
Pág.Página 91
Página 0092:
II SÉRIE-A — NÚMERO 24 92  Promoção do Investimento e do Emprego O Governo
Pág.Página 92
Página 0093:
3 DE NOVEMBRO DE 2016 93 2. Receitas e Despesa da Segurança Social O Governo
Pág.Página 93
Página 0094:
II SÉRIE-A — NÚMERO 24 94  Receita Para 2017, a previsão da receita
Pág.Página 94
Página 0095:
3 DE NOVEMBRO DE 2016 95 anos seguintes”;  Atualização extraordinária até 1
Pág.Página 95
Página 0096:
II SÉRIE-A — NÚMERO 24 96  Saldo Orçamental Face ao volume de receita e des
Pág.Página 96
Página 0097:
3 DE NOVEMBRO DE 2016 97 A concretização deste Programa passará pela ativação de um
Pág.Página 97
Página 0098:
II SÉRIE-A — NÚMERO 24 98 criar e regulamentar um modelo inovador e abrangente de a
Pág.Página 98
Página 0099:
3 DE NOVEMBRO DE 2016 99 As despesas com atividades do subsector Estado, com
Pág.Página 99
Página 0100:
II SÉRIE-A — NÚMERO 24 100 Quadro IV Despesa por Classificação Económica
Pág.Página 100
Página 0101:
3 DE NOVEMBRO DE 2016 101 Na estrutura de distribuição da despesa pelas nove
Pág.Página 101
Página 0102:
II SÉRIE-A — NÚMERO 24 102 2. Nos termos do n.º 3 do artigo 205.º e da alínea b) do
Pág.Página 102