O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 137

16

Uma vez que as iniciativas versam sobre matéria de legislação laboral, foi promovida a apreciação pública

dos projetos de lei, nos termos do artigo 134.º do RAR e dos artigos 469.º a 475.º da Lei n.º 7/2009, de 12 de

fevereiro (Aprova a revisão do Código do Trabalho), para os efeitos da alínea d) do n.º 5 do artigo 54.º e da

alínea a) do n.º 2 do artigo 56.º da Constituição:

– De 13 de outubro a 12 de novembro de 2017 dos projetos de lei n.os 608 e 609/XIII (3.ª) (PCP), através da

sua publicação na Separata n.º 71/XIII da 2.ª Série do Diário da Assembleia da República, de 13 de outubro de

2017;

– De 12 de junho a 12 de julho de 2018 dos projetos de lei n.os 897/XIII (3.ª) (PAN), 898/XIII (3.ª) (PAN) e

909/XIII (3.ª) (PEV), através da sua publicação na Separata n.º 95/XIII da 2.ª Série do Diário da Assembleia da

República, de 12 de junho de 2018;

– De 20 de junho a 20 de julho de 2018 dos projetos de lei n.os 903/XIII (3.ª) (BE) e 917/XIII (3.ª) (PEV),

através da sua publicação na Separata n.º 96/XIII da 2.ª Série do Diário da Assembleia da República, de 20 de

junho de 2018.

Os contributos de entidades que se pronunciaram durante o prazo da apreciação pública podem ser

consultados na página eletrónica de cada um dos projetos de lei, no site da Assembleia da República.

O Presidente da Assembleia da República promoveu a audição dos órgãos de governo próprios das

regiões autónomas, nos termos do artigo 142.º do Regimento da Assembleia da República, e para os efeitos

do n.º 2 do artigo 229.º da Constituição. Os pareceres já recebidos foram igualmente disponibilizados na

página eletrónica de cada um dos projetos de lei, no site da Assembleia da República.

A discussão conjunta, na generalidade, destes projetos de lei, encontra-se agendada para a sessão

plenária de 6 de julho de 2018.

2 – Objeto, motivação e conteúdo das iniciativas

Dos 7 projetos de lei analisados neste parecer conjunto, quatro consagram o direito a 25 dias de férias

anuais no Código do Trabalho. É o caso dos projetos de lei n.os 609/XIII (3.ª) (PCP), 897/XIII (3.ª) (PAN),

903/XIII (3.ª) (BE) e 909/XIII (3.ª) (PEV), que promovem alterações idênticas ao artigo 238.º do Código do

Trabalho.

Os 3 projetos de lei restantes consagram o direito a 25 dias de férias anuais e majorações de dias de férias

em função da idade na Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, procedendo-se à sétima alteração à Lei

n.º 35/2014, de 20 de junho, que aprova a Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas: é o caso dos projetos

de lei n.os 608/XIII (3.ª) (PCP), 898/XIII (3.ª) (PAN) e 917/XIII (3.ª) (PEV), que promovem alterações idênticas

ao artigo 126.º da LTFP.

O projeto de lei n.º 903/XIII (3.ª), apresentado pelo Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda, tem um

âmbito mais vasto, uma vez que também apresenta alterações às normas do Código do Trabalho que incidem

sobre descanso compensatório, trabalho suplementar, para além de consagrar a terça-feira de carnaval como

feriado obrigatório. Estão assim em causa alterações aos artigos 229.º, 230.º, 234.º, 235.º e 268.º, todos do

Código do Trabalho na sua versão atual.

3 – Enquadramento Legal

As férias constituem um direito constitucionalmente reconhecido. Assim, o artigo 59.º da Lei Fundamental

enuncia um conjunto de direitos fundamentais dos trabalhadores, nomeadamente os direitos ao repouso e ao

lazer, a um limite máximo da jornada de trabalho, ao descanso semanal e a férias periódicas pagas [alínea d)

do n.º 1]. Estes direitos dos trabalhadores têm, em parte, uma natureza análoga aos direitos, liberdades e

garantias (artigo 17.º da Constituição).

O Código do Trabalho e a Lei Geral de Trabalho em Funções Públicas determinam 22 dias de férias

anuais.

Em relação ao Enquadramento Legal, Internacional e Doutrinário, o mesmo encontra-se disponível na nota

técnica conjunta dos projetos de lei em apreço, elaborada pelos serviços da Assembleia da República e

Páginas Relacionadas
Página 0014:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 14 cidadãos, de modo a assegurar o conhecimen
Pág.Página 14
Página 0015:
6 DE JULHO DE 2018 15 PROJETO DE LEI N.º 903/XIII (3.ª) (REVERTE OS CORTES I
Pág.Página 15
Página 0017:
6 DE JULHO DE 2018 17 disponível na Parte IV – Anexos deste parecer.
Pág.Página 17
Página 0018:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 18 PARTE III – CONCLUSÕES Tendo
Pág.Página 18
Página 0019:
6 DE JULHO DE 2018 19 Índice I. Análise sucinta dos factos, si
Pág.Página 19
Página 0020:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 20 Tomam a forma de projeto de lei, em confor
Pág.Página 20
Página 0021:
6 DE JULHO DE 2018 21  Verificação do cumprimento da lei formulário – Projet
Pág.Página 21
Página 0022:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 22 O título está conforme com as regras de le
Pág.Página 22
Página 0023:
6 DE JULHO DE 2018 23 o seu objeto, mostrando-se conforme ao disposto no n.º 2 do a
Pág.Página 23
Página 0024:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 24 necessário à luz da alínea a) do n.º 3 do
Pág.Página 24
Página 0025:
6 DE JULHO DE 2018 25 Os autores não promoveram a republicação, em anexo, da Lei Ge
Pág.Página 25
Página 0026:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 26 Em 2009, com a aprovação do atual Código d
Pág.Página 26
Página 0027:
6 DE JULHO DE 2018 27 Regulamentação Coletiva de Trabalho (IRCT), que prevejam a ma
Pág.Página 27
Página 0028:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 28 num Estudo18 publicado em janeiro de 2013,
Pág.Página 28
Página 0029:
6 DE JULHO DE 2018 29 i) A eliminação do descanso compensatório em caso de p
Pág.Página 29
Página 0030:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 30 férias junto a uma ponte ou feriado (cfr.
Pág.Página 30
Página 0031:
6 DE JULHO DE 2018 31 Iniciativas Estado Projeto de Lei n.º 898/XIII (3.ª) (
Pág.Página 31
Página 0032:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 32 recuperação das enormes energias sacrifica
Pág.Página 32
Página 0033:
6 DE JULHO DE 2018 33 períodos de descanso mais amplos: 41, 39, 37 (Alemanha e Eslo
Pág.Página 33
Página 0034:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 34 descanso necessário, mediante a limitação
Pág.Página 34
Página 0035:
6 DE JULHO DE 2018 35 FRANÇA Setor Privado – Regime de Férias
Pág.Página 35
Página 0036:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 36 referido regime é regulado pelo Décret n.°
Pág.Página 36
Página 0037:
6 DE JULHO DE 2018 37 Na ausência de acordo, a quota (anual) é fixada em 220 horas
Pág.Página 37
Página 0038:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 38 ocasiões especiais. Por outro lado, quando
Pág.Página 38
Página 0039:
6 DE JULHO DE 2018 39 parágrafo 2, da Convenção n.º 1). Outros instrumentos
Pág.Página 39
Página 0040:
II SÉRIE-A — NÚMERO 137 40 n.º 608/XIII (3.ª) (PCP). Exemplifica-se c
Pág.Página 40