O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

19 DE SETEMBRO DE 2018

61

disposições de direito penal da União em matéria de tráfico ilícito de droga às novas substâncias que coloquem

graves riscos para a saúde pública e riscos sociais. A Diretiva em causa, com data limite de transposição de 23

de novembro de 2018, altera assim a Decisão-Quadro 2004/757/JAI do Conselho, a fim de incluir novas

substâncias psicoativas na definição de droga e revoga a Decisão 2005/387/JAI do Conselho.

No mesmo sentido, e com base numa avaliação dos riscos ou avaliação combinada de riscos, de acordo com

o Regulamento (CE) n.º 1920/2006, a Comissão deverá adotar atos delegados que alterem o anexo da Decisão-

Quadro 2004/757/JAI por forma a aditar novas substâncias psicoativas, de acordo com os requisitos

estabelecidos no artigo 1.º-A da Diretiva a transpor e que se refere ao procedimento para inclusão de novas

substâncias psicoativas na definição de droga.

De referir também as Decisões de Execução 2017/1774, 2018/747 e 2018/748 relativas à submissão de

substâncias psicoativas específicas a medidas de controlo, contribuindo para o intercâmbio de informações,

avaliação de riscos e controlo de novas substâncias, instando os Estados-Membros a submeter as novas

substâncias às medidas de controlo e sanções penais previstas na legislação nacional.

Destaca-se ainda, nesta sede, o papel do Observatório Europeu para a Droga e Toxicodependência, agência

da União Europeia sediada em Lisboa, bem como a Estratégia da UE de Luta contra a Droga (2013-2020), que

refere que a UE e seus Estados-Membros deverão continuar a investir no intercâmbio de informações, na recolha

de dados e nas ações de controlo, bem como na investigação e análise da situação no que respeita ao combate

à droga e nas respostas a dar-lhe a nível nacional e da UE.

 Enquadramento internacional

Países europeus

Relativamente à transposição de diretivas, de acordo com o site oficial Eur-Lex6, que recolhe a informação

sobre a transposição das diretivas europeias (fornecida pelos próprios Estados-Membros), dos 28 Estados-

Membros da União Europeia, apenas a Alemanha, a Bélgica, a França, a República Checa e a Suécia indicaram

ter diplomas que transpõem a Diretiva (UE) 2017/2103 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de

novembro de 2017, que altera a Decisão-Quadro 2004/757/JAI do Conselho, a fim de incluir novas substâncias

psicoativas na definição de droga, e revoga a Decisão 2005/387/JAI do Conselho - o prazo de transposição

desta Diretiva é o dia 23 de novembro de 2018, conforme já referido.

Tendo em consideração o exposto, a informação comparada que ora se apresenta reporta-se aos seguintes

países da União Europeia: Alemanha, Bélgica, França e Suécia, deixando-se, no final, uma nota relativa à

preparação da transposição desta Diretiva no Luxemburgo.

Na Alemanha, a transposição da Diretiva (UE) 2017/2103 encontra-se assegurada através da Lei sobre os

Narcóticos (Betäubungsmittelgesetz", BtMG), cuja última alteração remonta a julho de 2017.

No caso da Bélgica, o Governo parece não considerar necessário novo ato de transposição com vista à

transposição da Diretiva (UE) 2017/2103, sendo suficiente o enquadramento em vigor através do Arrêté royal

réglementant les substances stupéfiantes, psychotropes et soporifiques, de 6 de setembro de 2017.

Em França, esta matéria encontra-se regulada pelos seguintes diplomas: Arrêté du 22 février 1990 fixant la

liste des substances classées comme stupéfiants (alterado em maio de 2017 e em maio e julho de 2018), e pelo

Article L. 5132-7 du code de la santé publique modifié par la Loi n° 2011-2012 du 29 décembre 2011.

A Suécia trata desta matéria em três diplomas:

- Narkotikastrafflagen (1968:64). Esta lei, sobre o abuso de drogas, foi publicada em 1968, tendo a sua última

alteração ocorrido em 2016.

- Förordning (1992:1554) om kontroll av narkotika. Este regulamento, sobre controlo de narcóticos, data de

1992 e a sua última alteração ocorreu em 2018.

- Lag (1992:860) om kontroll av narkotika. Lei sobre controlo de narcóticos, que data igualmente de 1992 e

que foi alterada em 2018.

Por fim, o Luxemburgo encontra-se no processo de preparação da transposição desta Diretiva, conforme

atestado pelo “Relatório sobre a transposição de diretivas europeias e da aplicação do direito da EU em 2018”,

6 Consulta efetuada a 06-08-2018.

Páginas Relacionadas
Página 0064:
II SÉRIE-A — NÚMERO 2 64 além dos argumentos aduzidos, que subscreve,
Pág.Página 64
Página 0065:
19 DE SETEMBRO DE 2018 65 sobre esta matéria no âmbito da audição ao relatório anua
Pág.Página 65