O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Página 1

Sábado, 7 de janeiro de 2012 II Série-B — Número 118

XII LEGISLATURA 1.ª SESSÃO LEGISLATIVA (2011-2012)

SUMÁRIO Voto n.º 35/XII (1.ª): De pesar pelo falecimento do antigo Deputado Walter Cudell (CDS-PP).

Página 2

2 | II Série B - Número: 118 | 7 de Janeiro de 2012

VOTO N.º 35/XII (1.ª) DE PESAR PELO FALECIMENTO DO ANTIGO DEPUTADO WALTER CUDELL

Se a política, no mais nobre sentido do conceito, reclama dos que a exercem virtudes cívicas e serviço do interesse nacional, esse traço foi particularmente marcante nos que se mobilizaram para a atividade política no período particularmente intenso de 1974/76, que correspondeu à fundação do regime democrático e aos tempos, frequentemente muito duros, do período revolucionário. Nada tinham a ganhar para si próprios. E muito arriscavam perder.
Walter Francisco Burmester Cudell foi um desses. Empresário, cidadão respeitado da cidade do Porto, foi um dos primeiros do partido do Centro Democrático Social no norte do País.
Cedo abraçou apaixonadamente a causa do CDS e dos valores do personalismo e da democracia-cristã, de que seria um dos mais ativos intérpretes no Porto, nos primeiros anos da nossa democracia. Não se intimidou com a violência dos que boicotaram o I Congresso do CDS, na sua cidade do Porto, em janeiro de 1975. Assim como não se intimidou com a brutalidade dos que fizeram detonar uma bomba à porta de sua própria casa, na rua do Padrão, em 7 de abril de 1976, no início da campanha eleitoral para as primeiras eleições legislativas democráticas de Abril, em que foi candidato eleito.
Walter Cudell foi um estimado e respeitado dirigente local do CDS, sempre calmo e bem-humorado diante da adversidade, tenaz e coerente na afirmação dos princípios humanistas em que militou. Deu testemunho exemplar de se guiar constantemente na política pelo interesse público e pela busca do bem comum.
Eleito Deputado em 25 de Abril de 1976, serviu na Assembleia da República durante toda a I Legislatura até janeiro de 1980, onde foi particularmente ativo nas matérias de negócios estrangeiros e emigração, do equipamento e ambiente, dos assuntos europeus e do trabalho e, bem assim, nas respetivas comissões parlamentares especializadas.
A lisura e a cordialidade do seu trato fizeram de Walter Cudell um dos Deputados que mais facilmente estabeleceram e permitiram consolidar fortes laços interbancadas nessa I Legislatura fundadora.
Acalmada a vida política, Walter Cudell regressaria à sua atividade empresarial e social, onde continuou a afirmar-se como um portuense de referência tanto na sua área profissional, como nos domínios do desporto automóvel e da aviação, que constituíam seus hobbies e por que seria justamente homenageado pelo município do Porto, em 2005.
Walter Francisco Burmester Cudell faleceu no passado dia 1 de janeiro. Completaria 92 anos de idade no próximo dia 7 de fevereiro.
O CDS guardou sempre de Walter Cudell o orgulho de o ter entre os seus primeiros e a imagem prestigiada do cidadão exemplar que serviu o Porto e o País.
Nestes termos, a Assembleia da República manifesta o seu pesar pelo falecimento do seu antigo Deputado Walter Cudell, a quem presta sentida homenagem, e endereça aos seus familiares as mais consternadas condolências.

Lisboa, Palácio de São Bento, 4 de janeiro de 2012 Os Deputados do CDS-PP: Nuno Magalhães — José Ribeiro e Castro — Abel Baptista — José Manuel Rodrigues — Michael Seufert — Teresa Anjinho — Hélder Amaral — Telmo Correia — José Lino Ramos — João Paulo Viegas — Vera Rodrigues — João Serpa Oliva — Inês Teotónio Pereira — Teresa Caeiro — Artur Rêgo.

A Divisão de Redação e Apoio Audiovisual.

Exportar páginas

Página Inicial Inválida
Página Final Inválida

×