O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
REQUERIMENTO
Número / ( .ª)
PERGUNTA
Número / ( .ª)
Publique - se
Expeça - se
O Secretário da Mesa
Assunto:
Destinatário:
Ex. ma Sr.ª Presidente da Assembleia da República
Considerando que:
1 – Na entrada Norte da Estação de Santa Apolónia (em Lisboa), há uma zona propícia a
acidentes, que obriga os utentes a percorrer 150 metros de uma rua com passeios de largura
inferior a 50 centímetros. As medidas em causa parecem insuficientes para garantir condições
de segurança aos peões.
2 – A distância existente entre passadeiras é de 250 metros, levando os peões a ter que
escolher entre: percorrer este troço com passeio estreito de costas para o trânsito; ou atravessar
a rua sem o auxilio da passadeira.
3 – No percurso pedonal referido existem uma série de barreiras nos próprios passeios, situação
que condiciona a mobilidade de todos que ali circulam. Os fatos aqui expostos transformam o
local num ponto de ocorrência de inúmeros acidentes (motivo que dá sustentabilidade às
presentes considerações).
4 – A Estação de Santa Apolónia tem mais de 900 metros de muro (ininterrupto) do lado Norte,
sendo este um obstáculo às populações das freguesias de São Vicente de Fora e Santa
Engrácia, cidadãos que se veem sem acesso direto à estação, metropolitano e autocarros da
carris que circulam pela Av. Infante D. Henrique.
5 – Existem várias soluções para que se possa resolver este problema, mas conhecendo nós a
situação económica do país, devemos ajudar a que se encontre a solução mais eficaz e racional
de resolver o problema.
6 – Um grupo de cidadãos propõe que seja aberta uma porta no muro Norte da estação. Essa
intervenção seria no ponto de encontro da Rua da Bica do Sapato, com a Rua dos Caminhos de
Ferro (onde já existe uma passadeira).
7 – Esta aqui em causa um investimento com uma componente financeira muito reduzida, sendo
que as externalidades da intervenção são mais segurança e conforto para todos os peões e
utentes dos transportes públicos.
Assim, e tendo presente que:
X 67 XII 1 - EI
2012-05-24
Paulo
Batista
Santos
(Assinatura)
Digitally signed by
Paulo Batista
Santos (Assinatura)
Date: 2012.05.24
15:38:51 +01:00
Reason:
Location:
Melhoria da acessibilidade na zona da Estação de Santa Apolónia
Refer
5 DE JUNHO DE 2012
___________________________________________________________________________________________________________________
35


Consultar Diário Original

Páginas Relacionadas
Página 0036:
Nos termos do disposto no artigo 156.º, alínea d), da Constituição, é direito dos Deputados «r
Pág.Página 36