O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-B — NÚMERO 2

4

VOTO N.º 129/XIII (2.ª)

DE LOUVOR PELA PARTICIPAÇÃO DAS MISSÕES PORTUGUESAS NOS JOGOS OLÍMPICOS E

PARALÍMPICOS RIO 2016

Findo o ciclo olímpico e paralímpico RIO 2016, a participação das missões portuguesas nos Jogos Olímpicos

e Paralímpicos Rio 2016 merecem um justo reconhecimento público por terem honrado e dignificado o desporto

português ao mais alto nível.

Para além do empenho e brio que todos os atletas colocaram nas suas prestações, merece destaque as

cinco medalhas de bronze e os trinta e cinco diplomas obtidos nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio'2016.

A atleta Telma Monteiro, no judo (– 57 kg), conquistou a única medalha olímpica, merecendo uma justa

palavra de reconhecimento e gratidão pela perseverança e garra que incutiu na sua prestação.

O atleta paralímpico Luís Gonçalves conquistou a medalha de bronze nos 400 metros, classe T12 (deficientes

visuais), alcançando uma nova marca pessoal.

Em termos individuais, no Boccia BC3, José Macedo assegurou o terceiro lugar no pódio e, em termos

coletivos, a equipa de Boccia BC1-BC2 constituída por Abílio Valente, António Marques, Cristina Gonçalves e

Fernando Ferreira, alcançou a 90ª medalha para Portugal em Jogos Paralímpicos ao bater a Argentina por 6-2.

Manuel Mendes chegou à quarta medalha de bronze nos Paralímpicos, na maratona T46.

Para além das medalhas de bronze mencionadas, a participação portuguesa ainda alcançou dez diplomas

olímpicos e vinte e cinco diplomas paralímpicos. A este nível, estes foram dos melhores resultados de sempre,

o que merece um destaque muito positivo e um sinal de esperança para o desporto nacional.

Face ao exposto e realçando o mérito destas missões, a Assembleia da República associa-se, deste modo,

à participação das missões portuguesas nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, aprovando um justo e

merecido voto de louvor às Missões Portuguesas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Palácio de São Bento, 22 de setembro de 2016.

Deputados do Grupo Parlamentar do PSD.

________

VOTO N.º 130/XIII (2.ª)

DE SAUDAÇÃO ÀS MISSÕES PORTUGUESAS AOS JOGOS OLÍMPICOS E

PARALÍMPICOS DO RIO 2016

Findos os ciclos olímpico e paralímpico, é merecido o reconhecimento público às Missões Portuguesas aos

Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio 2016, por terem honrado e dignificado o desporto português ao mais

alto nível.

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos são os eventos desportivos mundiais por excelência, constituindo

momentos áureos das carreiras desportivas dos nossos atletas.

No Rio, os atletas portugueses souberam ser uma vez mais fiéis aos valores da excelência, da amizade e do

respeito, e também da coragem, da determinação, da inspiração e da igualdade: os valores que regem os

movimentos olímpico e paralímpico.

Para além do empenho e brio que todos os atletas colocaram nas suas prestações, merecem destaque as

cinco medalhas de bronze e os trinta e cinco diplomas obtidos pelas missões nacionais.

Páginas Relacionadas
Página 0005:
23 DE SETEMBRO DE 2016 5 A atleta Telma Monteiro, no judo (–57 kg), conquistou a ún
Pág.Página 5