O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

15 DE JUNHO DE 2018

7

Palácio de São Bento, 14 de junho de 2018.

Os Deputados do PSD: Fernando Negrão — Rubina Berardo — Duarte Marques — Bruno Coimbra — Carlos

Silva — Sara Madruga da Costa — Ângela Guerra — Berta Cabral — Carla Barros — Regina Bastos — Maria

das Mercês Borges — Maurício Marques.

————

VOTO N.º 565/XIII (3.ª)

DE PESAR PELO FALECIMENTO DO ARQUITETO VASCO MORAIS SOARES

Faleceu no passado dia 6 de junho, aos 78 anos de idade, o Arquiteto Vasco Morais Soares. Nascido em

1940, no Porto, Vasco Morais Soares era filho do Arquiteto Mário Cândido Soares, cujo percurso inspiraria a sua

própria formação. Três décadas mais tarde, acabaria por se formar na Escola Superior de Belas Artes do Porto,

em 1971, assumindo quatro anos depois o gabinete de Arquitetura do próprio pai, após o seu regresso de

Angola, onde, recém-licenciado, exerceu funções no Gabinete de Obras Públicas de Luanda.

Ao longo da vida desenvolveu uma obra marcada essencialmente pela versatilidade. Os seus traços estão

espalhados pela cidade do Porto, em áreas tão distintas como a hotelaria, o urbanismo ou a indústria. A Morais

Soares tanto se deve a reabilitação e valorização da emblemática Livraria Lello como a projeção da nova Igreja

de Ramalde, no Porto.

Dos vários cargos que desempenhou ao longo da vida, o arquiteto portuense distinguiu-se ao serviço das

quatro direções da Associação de Arquitetos Portugueses, entre 1975 e 2000, tendo presidido ao Conselho

Diretivo Regional do Norte, de 1987 a 1989, e à Mesa da Assembleia Geral no mandato de 1993-1995. O seu

papel na coordenação da revisão estatutária, na organização do referendo à classe profissional no que concerne

à designação de ‘Ordem’ e da votação do estatuto da entidade valeu-lhe, em 2014, a distinção com o título de

Membro Honorário da Ordem dos Arquitetos.

Militante ativo e membro do Senado do CDS-PP, reativado no último congresso do partido, exerceu, durante

vários anos, funções de deputado à Assembleia Municipal do Porto, onde se destacou sempre pela cultura

invulgar, capacidade prospetiva e profundo conhecimento que caracterizavam as suas intervenções e, acima de

tudo, por uma enorme devoção à causa pública e à cidade do Porto.

Assim, a Assembleia da República exprime o seu pesar pelo falecimento do Arquiteto Vasco Morais Soares,

a quem manifesta a sua homenagem, e transmite a sua sentida solidariedade à sua família e a todos os seus

mais próximos.

Palácio de S. Bento, 15 de Junho de 2018.

Os Deputados do CDS-PP: Assunção Cristas — Nuno Magalhães — Telmo Correia — Vânia Dias da Silva

— Filipe Anacoreta Correia — Isabel Galriça Neto — Ilda Araújo Novo — António Carlos Monteiro — João Pinho

de Almeida — Pedro Mota Soares — Patrícia Fonseca.

————

VOTO N.º 566/XIII (3.ª)

DE SAUDAÇÃO PELA REALIZAÇÃO DA CIMEIRA EUA-COREIA DO NORTE

No passado dia 12 de junho, realizou-se, em Singapura, a primeira cimeira entre o Presidente dos Estados

Unidos da América (EUA) e o Presidente do Conselho de Estado da Coreia do Norte.

Páginas Relacionadas
Página 0008:
II SÉRIE-B — NÚMERO 52 8 À semelhança do que se registou na cimeira q
Pág.Página 8