O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-B — NÚMERO 7

14

Os autores: Paulo Pisco (PS) — António Maló de Abreu (PSD) — Paulo Neves (PSD) — Cristina Moreira

(PS) — António Cunha (PSD) — Palmira Maciel (PS) — Susana Correia (PS) — Marta Freitas (PS) —

Santinho Pacheco (PS) — Anabela Rodrigues (PS) — Maria Joaquina Matos (PS) — Vera Braz (PS) — Sara

Madruga da Costa (PSD) — Miguel Matos (PS) — Célia Paz (PS) — Ana Maria Silva (PS) — Norberto Patinho

(PS) — Francisco Rocha (PS) — José Manuel Carpinteira (PS) — Maria Gabriela Fonseca (PSD) — Hugo

Oliveira (PS) — Filipe Pacheco (PS) — Fernando Paulo Ferreira (PS) — Isabel Lopes (PSD) — Alberto

Fonseca (PSD) — Carla Madureira (PSD) — Cláudia André (PSD) — Márcia Passos (PSD) — Francisco

Pereira Oliveira (PS) — Cristina Sousa (PS) — Pedro Coimbra (PS) — Lúcia Araújo Silva (PS) — Romualda

Fernandes (PS) — Sara Velez (PS) — Carlos Brás (PS) — Rita Borges Madeira (PS) — Alexandra Tavares de

Moura (PS) — João Azevedo (PS) — Nuno Fazenda (PS) — Joana Lima (PS) — Carlos Alberto Gonçalves

(PSD) — Sofia Araújo (PS) — José Cancela Moura (PSD) — Fernando Anastácio (PS) — Isaura Morais (PSD)

— Carla Sousa (PS) — Firmino Marques (PSD) — Olavo Câmara (PS) — Mara Coelho (PS) — Telma

Guerreiro (PS) — Cristina Jesus (PS) — Tiago Estevão Martins (PS) — Edite Estrela (PS) — Ricardo Pinheiro

(PS) — Ana Passos (PS) — Alexandre Quintanilha (PS) — Eduardo Barroco de Melo (PS) — Maria Begonha

(PS) — Maria da Graça Reis (PS) — Raul Miguel Castro (PS) — João Gouveia (PS) — Elza Pais (PS).

———

VOTO N.º 74/XIV/1.ª

DE CONGRATULAÇÃO PELA PROCLAMAÇÃO DE 5 DE MAIO COMO DIA MUNDIAL DA LÍNGUA

PORTUGUESA

A Conferência Geral da UNESCO de 25 de novembro de 2019 decidiu, por aclamação, proclamar o dia 5

de maio como Dia Mundial da Língua Portuguesa.

É o culminar de um longo percurso que se iniciou em 2009 com a instituição do dia 5 de maio como Dia da

Língua Portuguesa e da Cultura na Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

É o reconhecimento do papel e da contribuição da língua portuguesa para a preservação e disseminação

da civilização e da cultura humanas.

Atualmente com mais de 265 milhões de falantes e enorme potencial de crescimento, a língua portuguesa

é uma das mais faladas no mundo e a primeira no hemisfério sul, sendo a língua de nove Estados-Membros

da UNESCO e a língua oficial de três organizações continentais e da Conferência Geral da UNESCO.

A língua portuguesa, que tem vindo a adquirir uma expressão cada vez mais forte na Internet, no mundo

dos negócios e artístico e em diversos outros domínios, vê, assim, consolidada a sua afirmação internacional.

Com esta proclamação, o Dia Mundial da Língua Portuguesa passa a integrar o calendário dos dias

celebrados pela UNESCO e pelas Nações Unidas.

A Assembleia da República, reunida em Sessão Plenária, congratula-se e saúda a instituição do Dia

Mundial da Língua Portuguesa e felicita todos quantos contribuíram para esta classificação.

Palácio de São Bento, 27 de novembro de 2019.

O Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues.

Outros subscritores: Raul Miguel Castro (PS) — Sara Madruga da Costa (PSD) — Palmira Maciel (PS) —

Norberto Patinho (PS) — Santinho Pacheco (PS) — Maria Joaquina Matos (PS) — Edite Estrela (PS) — José

Manuel Carpinteira (PS) — Maria Gabriela Fonseca (PSD) — Hugo Oliveira (PS) — Pedro Coimbra (PS) —

Jorge Salgueiro Mendes (PSD) — Lúcia Araújo Silva (PS) — Romualda Fernandes (PS) — Carlos Brás (PS)

— Ana Maria Silva (PS) — Cristina Sousa (PS) — Anabela Rodrigues (PS) — Célia Paz (PS) — Francisco

Pereira Oliveira (PS) — Marta Freitas (PS) — Rita Borges Madeira (PS) — Alexandra Tavares de Moura (PS)

Páginas Relacionadas
Página 0022:
II SÉRIE-B — NÚMERO 7 22 Infelizmente a Administração dos Portos do D
Pág.Página 22
Página 0023:
29 DE NOVEMBRO DE 2019 23 Os trabalhadores por turnos e, em particular os que reali
Pág.Página 23