O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

11

DIARIO DA CAMARA DOS SENHORES DEPUTADOS

Circulo n.º 9 — Villa Nova do Famalicão

«Ver diario original»

O acto eleitoral correu regularmente sem protesto nem reclamação, sendo por isso a vossa commissão de parecer que seja approvada esta eleição, e proclamado deputado o cidadão José Maria de Almeida Teixeira de Queiroz, que já apresentou o seu diploma em devida fórma.

Circulo n.º 10 Guimarães

«Ver diario original»

Sendo uma lista branca.

Não houve reclamação nem protesto, correndo regularmente o acto eleitoral, pelo que é a vossa commissão de parecer que seja approvada esta eleição, e proclamado deputado o cidadão Rodrigo de Menezes, que já apresentou o seu diploma nos devidos termos.

Circulo n.º 11 — Braga

O numero real dos votantes foi de 7:432. O cidadão Jeronymo da Cunha Pimentel teve 4:076 votos. O cidadão Manuel Joaquim Penha Fortuna teve 3:340 votos.

Sendo listas brancas 16.

Não houve protesto nem reclamação, correndo o acto eleitoral com regularidade, suscitando-se apenas na assembléa dos Congregados a duvida se podiam ou não receber-se votos durante a contagem das listas, duvida que foi resolvida negativamente pela mesa por desempate do presidente; em vista do que é a vossa commissão de parecer que seja approvada aquella eleição, e proclamado deputado o cidadão Jeronymo da Cunha Pimentel, que apresentou o respectivo diploma na conformidade da lei.

Circulo n.º 13 — Povoa de Lanhoso

«Ver diario original»

Correu o acto eleitoral com regularidade, não tendo havido protesto nem reclamação, pelo que é a vossa commissão de parecer que seja approvada a eleição, e proclamado deputado o cidadão Augusto José Pereira Leite, que já apresentou o seu diploma em fórma legal.

Circulo n.º 14 — Cabeceiras do Basto

O numero real dos votantes foi de 4:327. Obteve a unanimidade dos votos o cidadão Guilherme Augusto Pereira de Carvalho o Abreu. O acto eleitoral correu com toda a regularidade, não tendo havido protesto nem reclamação, pelo que é a vossa commissão de parecer que seja approvada a mesma eleição, e proclamado deputado o cidadão Guilherme Augusto Pereira de Carvalho e Abreu logo que apresente em devida fórma o seu diploma.

Circulo n.º 15 — Fafe

O numero real dos votantes foi de 2:306. Obteve a unanimidade dos votos o cidadão visconde de Moreira de Rey.

Não houve protesto nem reclamação, correndo o acto eleitoral com a maxima regularidade, sendo a vossa commissão de parecer que seja approvada a eleição, e proclamado deputado o cidadão visconde de Moreira de Rey por ter já apresentado o seu diploma em termos legaes.

Circulo n.º 16 — Celorico de Basto

«Ver diario original»

O acto eleitoral correu regularmente sem protesto nem reclamação, pelo que a vossa commissão é de parecer que seja approvada a eleição e proclamado deputado o cidadão Avelino de Sousa quando apresente o seu diploma em fórma legal.

Sala da commissão, em 7 de janeiro de 1879. = Visconde de Sieuve de Menezes = Luiz de Lencastre = Agostinho José da Fonseca Pinto = Antonio Telles da Vasconcellos Pimentel = Bernardo de Serpa Pimentel = Manuel Correia de Oliveira, José Maria Borges, relator.

Approvada sem discussão.

Parecer

Senhores. — A vossa terceira commissão do verificação de poderes foram presentes os processos relativos ás eleições dos seguintes circulos:

Circulo n.º 111 - Elvas

Numero dos votantes 1:050, dos quaes obteve 1:910 votos o cidadão José Joaquim Namorado, que apresentou diploma em fórma legal.

Circulo n.º 113 — Montemór o Novo

Numero das listas entradas na urna 1:486, das quaes recaíram 1:479 votos no cidadão dr. José Vicente Barbosa du Bocage, que tambem apresentou o seu diploma.

Circulo n.º 115 — Extremoz

Numero das listas entradas 1:938, obtendo 1:933 votos o cidadão Luiz Augusto de Almeida Macedo, que igualmente apresentou o diploma.

Circulo n.º 117 — Moura

Numero dos votantes 3:173, dos quaes obteve 3:166 votos o cidadão José Maria Borges, que apresentou o diploma legal.

Circulo n.º 119 — Beja

Numero dos votantes 2:819, dos quaes obteve 2:809 votos o cidadão Manuel Thomás Ferreira Nobre de Carvalho, que do mesmo modo apresentou o seu diploma.

Circulo n.º 124 — Faro

Numero dos votantes 6:070, obtendo 6:069 votos o cidadão Luiz Frederico Bivar Gomes da Costa, apresentando tambem o seu diploma.

Circulo n.º 127 — Lagos

Numero dos votantes 2:705, cujos votos todos recaíram no cidadão Hermenegildo Gomes da Palma, que apresentou o seu diploma.

Circulo n.º 132 — Villa Franca do Campo

Numero dos votantes 4:673, obtendo 4:142 votos o cidadão Pedro Jacome Correia, e 530 o cidadão João Leite da Gama. Está junto ao processo o respectivo diploma.

Circulo n.º 136 — Horta

Numero dos votantes 3:707, obtendo o cidadão Filippe Augusto de Sousa Carvalho 3:704, e apresentando em fórma legal o seu diploma.

Sessão de 7 de janeiro de 1879