O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

284 DIARIO DA CAMARA DOS SENHORES DEPUTADOS

Isto é affrontoso!

Que circumstancias externas, que infelicidades fortuitas, que graves erros de administração, nos obriguem, como aos obrigaram nos fins do seculo XVI, e nos principios do presente seculo, á subordinação ao estrangeiro, que nos quer vexar e humilhar, comprehende-se e justifica-se.

Mas offerecer a nação, por intermedio dos seus representantes, o pescoço ao cutello, isso nunca!

Que venha ao Tejo o estrangeiro arrancar-nos as nossas melhores receitas, como já nos arrancou o Charles et George, ou que vá e Kiongs arrear a bandeira portugueza, explica-se, porque contra a força não ha resistencia.

Mas entregar ao estrangeiro em penhor, e sem necessidade, os melhores reditos do orçamento, e, o que é mais, uma valiosa parcella da dignidade nacional, isso todos o poderão fazer, menos os representantes da nação portugueza! (Apoiados.)

Uma voz: - Deu a hora.

O Orador: - Como deu a hora peço a v. exa. que se digne reservar-me a palavra para a sessão seguinte

Vozes: - Muito