O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

812

CAMARA DOS SENHORES DEPUTADOS

SESSÃO EM 16 DE MARÇO DE 1864

PRESIDENCIA DO SR. CESARIO AUGUSTO DE AZEVEDO PEREIRA

Secretarios os srs.

Miguel Osorio Cabral

Antonio Eleutherio Dias da silva

Chamada — Presentes 63 srs. deputados.

Presentes á abertura da sessão — Os srs. Adriano Pequito, Affonso Botelho, Garcia de Lima, Annibal, Ayres de Gouveia, Carlos da Maia, Quaresma, Eleutherio Dias, Brandão, Gouveia Osorio, A. Pinto de Magalhães, Mazzioti, Pinheiro Osorio, Magalhães Aguiar, A. de Serpa, Barão da Torre, Barão do Vallado, Barão do Rio Zezere, Albuquerque e Amaral; Abranches, Almeida e Azevedo, Bispo Eleito de Macau, Beirão, Carlos Bento, Cesario, Cypriano da Costa, Bivar, Borges Fernandes, F. L. Gomes, F. M. da Costa, F. M. da Cunha, Medeiros, Sant'Anna e Vasconcellos, Mendes de Carvalho, J. J. de Azevedo, Sepulveda Teixeira, Calça e Pina, Joaquim Cabral, Neutel, Galvão, Alves Chaves, Figueiredo Faria, Luciano de Castro, J. M. de Abreu, Costa e Silva, Frasão, Rojão, Sieuve de Menezes, Menezes Toste, José de Moraes, Oliveira Baptista, Camara Falcão, Levy M. Jordão, Alves do Rio, Manuel Firmino, Mendes Leite, Murta, Pereira Dias, Miguel Osorio, Modesto Borges, Placido de Abreu, R. Lobo d'Avila e Visconde de Pindella.

Entraram durante a sessão — Os srs. Braamcamp, Abilio, Vidal, Soares de Moraes, Sá Nogueira, Correia Caldeira, Gonçalves de Freitas, Ferreira Pontes, Seixas, Arrobas, Fontes Pereira de Mello, Mello Breyner, Lemos e Napoles, Antonio Pequito, Pereira da Cunha, Pinto de Albuquerque, Lopes Branco, A. V. Peixoto, Palmeirim, Zeferino Rodrigues, Barão das Lages, Barão de Santos, Garcez, Freitas Soares, Ferreri, Cyrillo Machado, Pinto Coelho, Almeida Pessanha, Claudio Nunes, Conde da Torre, Domingos de Barros, Poças Falcão, Fernando de Magalhães, Coelho do Amaral, Fernandes Costa, Gaspar Pereira, Guilhermino de Barros, Henrique de Castro, Blanc, Gomes de Castro, J. A. de Sousa, Mártens Ferrão, J. da Costa Xavier, Nepomuceno de Macedo, Aragão Mascarenhas, Albuquerque Caldeira, Torres e Almeida, J. Coelho de Carvalho, Simas, Matos Correia, Rodrigues Camara, Mello e Mendonça, J. Pinto de Magalhães, Faria Guimarães, Lobo d'Avila, José da Gama, Sette, José Guedes, Fernandes Vaz, Casal Ribeiro, Alvares da Guerra, Gonçalves Correia, Mendes Leal, Julio do Carvalhal, Camara Leme, Freitas Branco, Affonseca, Rocha Peixoto, Pinto de Araujo, Monteiro Castello Branco, Ricardo Guimarães, Fernandes Thomás, Simão de Almeida e Teixeira Pinto.

Não compareceram — Os srs. A. B. Ferreira, David, Oliveira e Castro, Conde da Azambuja, Drago, Fortunato de Mello, Barroso, Abranches Homem, Diogo de Sá, Ignacio Lopes, Vianna, Gavicho, Bicudo, Pulido, Chamiço, Cadabal, Gaspar Teixeira, Pereira de Carvalho e Abreu, Silveira da Mota, João Chrysostomo, Fonseca Coutinho, Ferreira de Mello, Veiga, Infante Pessanha, D. José de Alarcão, Latino Coelho, Silveira e Menezes, Batalhós, Moura, Alves Guerra, Sousa Junior, Vaz Preto, Marianno de Sousa, Charters, Moraes Soares, Thomás Ribeiro e Vicente de Seiça.

Abertura — Á uma hora da tarde.

Acta — Approvada.

EXPEDIENTE

1.º Um officio do ministerio do reino, dando os esclarecimentos pedidos pelo sr. Borges Fernandes, ácerca das cadeiras de latim no districto de Villa Real. — Para a secretaria.

2. Do ministerio da guerra, devolvendo, informado, o requerimento em que o barão de Grimancellos pede ser coronel effectivo. — Á commissão de guerra.

EXPEDIENTE

A QUE SE DEU DESTINO PELA MESA

REQUERIMENTO

Requeiro que, com a maior urgencia possivel, se peçam pelo ministerio das obras publicas os seguintes esclarecimentos:

1.° Quanto é o que se tem gasto com as obras da alfandega do Porto, até ao dia 28 de fevereiro de 1864.

2.º Quanto é que as côrtes tinham auctorisado a gastar.

3.º Quanto se tem gasto com as obras do lazareto até 28 de fevereiro de 1864.

4.º Quanto é que as côrtes tinham auctorisado a gastar.

5.º Quanto é que se tem gasto com os estudos e trabalhos hydrographicos do Mondego, seus affluentes e valias, custeamento das embarcações, barqueiros e jornaes, até 28 de fevereiro de 1864. = José de Moraes Pinto de Almeida.

Foi mandado ao governo.

O sr. Beirão: — A camara sabe que o dia 11 do corrente foi um dia de verdadeiro luto, e amargurado pranto para a cidade de Vianna do Castello! N'esse infausto dia ao alvorecer a diligencia que conduzia os passageiros do Porto para Vianna precipitou-se da ponte a baixo, e submergiu se no Lima, que então corria cheio e caudaloso! Quatro foram as victimas que pereceram n'esse infausto sinistro, e quando suas familias e amigos se dispunham a abraça las, encontraram apenas cadaveres gelados e sem esperanças algumas de poderem ser revocados á vida! Descrever o estado em que ficou a cidade é impossivel; a camara e o paiz que o avalie.

Mas até aqui não havia senão um sinistro desgraçadissimo, que a camara e o paiz não podem deixar de sentir profundamente (apoiados); o que mais me contrista é o ler numa folha, que se publica n'aquella cidade, as circumstancias que acompanharam tão deploraveis acontecimentos. Eu não quero fazer destes assumptos objecto de uma interpellação ao sr. ministro do reino, desejava apenas que o governo se informasse, e nos informasse se porventura cabe alguma responsabilidade ás auctoridades d'aquella cidade, ou pelo desleixo com que se houveram em presença d'esta grande calamidade, ou pela demora com que se prestaram os soccorros aos afixiados.

O sinistro teve logar pelas quatro horas da madrugada, e só ao meio dia é que os cadaveres foram conduzidos para o hospital e a sciencia lhes ministrou os primeiros cuidados. Era tarde!

Segundo as informações que vi ainda se salvou um dos passageiros, e ainda se tirou a mala dó correio; porque motivo se não tiraram os outros passageiros de dentro da diligencia, e só tão tarde foram tirados do rio?

Diz-se mais, sr. presidente, que as auctoridades