O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

1946 DIARIO DA CAMARA DOS SENHORES DEPUTADOS

e, ao terceiro caso, por uma notificação administrativa, seguindo a fórma indicada no paragrapho ultimo do artigo 20.º da convenção do 1.º de junho de 1878.

Artigo 20.º

1. O presente accordo começará a ter execução no 1.º de abril de 1885.
2. Terá a mesma duração que a convenção do 1.° de junho de 1878, independentemente do direito que tem cada paiz de se retirar do mesmo accordo, mediante um aviso feito um anno antes pelo seu governo ao governo da confederação suissa.
3. O presente accordo será ratificado logo que seja possivel, e os actos de ratificação trocar-se hão em Lisboa.
Em firmeza do que, os plenipotenciarios dos paizes acima indicados, assignaram o presente accordo em Lisboa, aos 21 de março de 1885.
Por Portugal, Guilhermino Augusto de Barros = Ernesto Madeira Pinto.
Pela Republica Argentina, F. P. Hansen.
Pela Bulgaria, R. Ivanoff.
Pelo Egypto, W. F. Halton.
Pela Italia, J. B. Tantesio.
Pelo Luxemburgo, Ch. Richard.
Pelo Maxico,
Pelo Paraguay, F. A. Rebello.
Pela Romania, Jon Ghika.
Pela Suissa, Ed. Höhn.
Pelo Uruguay, Enrique Kubly.
Pela Venesuela.
Está conforme. - Secretaria d'estado dos negocios estrangeiros, em 18 de maio de 1885. = Duarte Gustavo Nogueira Soares.
Enviada á commissão negocios externos, manda a de fazenda.

Redactor = S. Rego.