O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

2484 DIARIO DA CAMARA DOS SENHORES DEPUTADOS

se consulto a camara se julga a materia sufficientemente discutida.
Foi julgada discutida.
O sr. Presidente: - Todos os srs. deputados que tiverem propostas, que queiram mandar para a mesa, podem fazel-o.
Mandaram-se para a mesa as seguintes:

Propostas

Proponho que no orçamento se destine uma verba para reparos indispensaveis no mosteiro de Mafra, e sem os quaes póde em breve ameaçar ruina.
Sala das sessões, 20 de junho de l885.= Joaquim Germano de Sequeira, deputado pelo circulo de Mafra.

Considerando que Mirandella occupa a posição mais central na provincia de Traz os Montes;
Que tem augmentado notavelmente o seu commercio e população;
Que proximamente será (como testa do caminho de ferro do Tua, prolongamento do caminho de ferro do Douro) o ponto de mais transacções e quasi unico para operações que em regra carecem de rapidez no districto de Bragança :
Propomos que se consigne a despeza para que a estação telegraphica d'aquella villa se considere de serviço completo quando hoje é de serviço limitado. = Antonio de Sousa Pavão = Firmino João Lopes = Almeida Pinheiro.

Proponho que da verba da secção 6.ª do artigo 17.° do capitulo VIII do ministerio do reino sejam destinados réis 300$000 annuaes para o hospital de Nossa Senhora dos Pobres da villa de Loulé.
Sala das sessões. = Antonio Candido = Marcai Pacheco.

Proponho que o subsidio actualmente concedido á casa de detenção e correcção seja augmentado com a quantia de 3:000$000 réis annuaes. = J. J. Alves, deputado por Lisboa.

Proponho que sejam creados seis distribuidores de 3.ª classe na administração telegrapho-postal de Braga.
Sala das sessões, em 20 de junho de 1885.= O deputado por Braga, José Borges de Faria.

Proponho que aos chefes e sub-chefes das repartições do ministerio da guerra, quando officiaes de armas especiaes ou do corpo do estado maior, sejam abonados os vencimentos de commissão activa das respectivas armas e corpo que se acham já calculados e incluidos no orçamento do estado. = Avellar Machado.

Proponho que seja augmentado o numero de boletineiros de 4.ª classe, descripto no orçamento de 1880-1886.= Goes Pinto.

Proponho que seja equitativamente augmentada a remuneração do inspector do caminho de ferro do Minho e Douro, que accumula as funcções de chefe da estação do Porto. = Goes Pinto.

Proponho que ao director do lazareto de Lisboa seja abonada a gratificação de 400$000 réis.
Sala das sessões, em 20 de Junho de 1885. = O deputado, Jayme Arthur da Costa Pinto.

Proponho que seja incluido na lei, pelo ministerio das obras publicas, na tabella competente, a verba de 90$000 réis para pagamento da renda da casa occupada pelo correio e telegrapho do concelho de Paredes de Coura.
Sala das sessões da camara, 20 de junho de 1885. = Miguel Dantas.

Proponho que seja inscripta no orçamento a verba necessária para um distribuidor do correio de 4.ª classe em Azeitão.
Sala das sessões, 20 de junho de 1885.= Alfredo Barjona.
Todas estas propostas foram admittidas.

Leram-se as propostas apresentadas na sessão anterior pelos srs. Luciano de Castro e Consiglieri Pedroso.

O sr. Carrilho:-Declaro por parte da commissão, que não posso acceitar as propostas que acabam de ser lidas, apresentadas na sessão de hontem, como já foi declarado.
A proposta do sr. Alves, que tende a augmentar a despeza, peco para ser enviada á commissão competente para dar parecer em separado, como for de justiça.
A proposta do sr. Antonio Candido, assignada pelo sr. Marçal Pacheco, referindo-se á applicação de uma verba do orçamento, peço que seja remettida ao governo para a considerar devidamente.
A proposta do sr. Firmino João Lopes tambem peço que seja remettida ao governo para a considerar devidamente.
Todas as outras propostas, que tendem a augmentar a despeza, peço que sejam enviadas á respectiva commissão para sobre ellas dar o seu parecer, independentemente do andamento d'este projecto.
O sr. Presidente: - Sobre o projecto foram apresentadas duas propostas que já foram lidas, a primeira é a do sr. Luciano de Castro, que é uma emenda e que tem de se votar antes do projecto.
Posta á votação a emenda do sr. Luciano de Castro foi rejeitada.
Foi tambem rejeitada a proposta do sr. Consiglieri Pedroso.
Seguidamente foi approvado o artigo 1.° do projecto, com os respectivos mappas.
Mandaram-se á commissão de fazenda as propostas dos srs. J. J. Alves, José Borges, Avellar Machado, Goes Pinto, Costa Pinto, Miguel Dantas e Alfredo Barjona.
O sr. Moraes Carvalho: - Mando para a mesa o parecer da commissão das reformas politicas ácerca da lei eleitoral, na parte electiva da camara dos pares.
Deu-se conta da ultima redacção dó projecto n.° 139 da lei de meios.
Foi mandado expedir para a outra camara.
O sr. Presidente: - A ordem do dia para a sessão diurna de segunda feira é a continuação da que estava dada e mais os projectos n.ºs 137 e 148, relativo ao caminho de ferro de Ambaca; e para a sessão nocturna o projecto das caixas económicas e o das aposentações.
Hoje ha sessão nocturna.
A ordem da noite é a continuação da discussão do projecto sobre o municipio de Lisboa.

Está levantada a sessão.

Eram cinco horas da tarde.

Redactor = Rodrigues Cordeiro.