O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

,Sr. Presidente, eu, levantei-me também para responder ao Sr. Sirnas, que yu.IUMJ «»*} , uma Vv>^ que a Camará o decidaA pira ee ,votar j-e deve haver Coíniausâo por(em q'iAn,í() ao § rejeitado no-Senado não ajudar da opiniàn, çj»ê já ^i-ta no Padecer. O Sr. èywQst—r(O Sr. Deputodo ainda t^âo restituiu o seis di^urshit)

'O Sr. Cardoso Cariei*Branco: —Avi§ta das explicações que acaba de d=sr o rilu^lre Relator da Com-mi-bão, concordo em que .<_ p='p' n.='n.' discuta='discuta' comnoisào='comnoisào' _60='_60' sem='sem' rnas='rnas' ívlixta.='ívlixta.' projecto='projecto' o='o'>

O Sr. Simas: — (O Sr* Deputado ttinda não restituiu o seu discurso.) . Foi admittida á discussão a seguinte

SUBSTITUIÇÃO ao Art. l.° do Projecto N.° 253.— Propqrtho que pelas. djmda& dp» extinções Conventos se atlenda primeiro ao pagamento dag prestações eco divida aos Egressos; e secundo aos meios de pagar pa~a Q futuro ern dia «s presUiçõe^ que forem tendo q seu ullfrior vencimento»—„•/. jí. de Campos.

D Sr. J[. M? Gvatide:—Eu pediria que e«ta Pro-po&ta fosse retnetujta aCoujmis?âo, para meditar sobre cila; porque me'parece, que é sufjamameme importante í -eu não sei se efn parte jslla está preju-djcada. (Potes;—kEtn parte está prejudicada.) Mas $gt que 4ftd& tal gpndera.çâo o que abi. se propõe, que não ^e pôde tocaar resolução immediatamente: a nãfo baver u prçja. discussão larga sobre ella, não uie refHttp, «aviltado pa>ta poder votar.

O Sr. Presidente: -r-Parece-me que a substituição tanab»ixi dia rpspeuo ao modo de cobrar. , O SK J>. Â^ de'Campos:— Essa substituição ou additatnento eãa diz re&peiio ao mevhodo de cobrar, este ftca coroo a Camará o vojou, e adoptou: e'somente em quanto ao destino e applicação,; por tanto não, alteia nada o que eslá votado pela Catn

Agora, tirnbem declaro que o espjriio principal da enaenda, e' a segunda .parte?, é os meios

Foi reme f tida a Commi^sâo E&pccieil de F.izenJa.

Ò Sr. Presidente: — A4nda, ha m«ia hora, não sei se os Srs. que têe^u tenção de fa.l!ar na Projp to 1^.° â-H entendeu que *e deve passar a e*le Pro-jrcto já?

O Sr. Sintas. — Vafíiios a concluir este Projecto. Porque nào havemos d« tra<_:tar concorde='concorde' casa='casa' projectos='projectos' çte='çte' ácamafa='ácamafa' faz='faz' veai='veai' tra='tra' alteração='alteração' em='em' vamos='vamos' sr.='sr.' outra='outra' eu='eu' hoje='hoje' na='na' esta='esta' está='está' alljpraçôes='alljpraçôes' vezes='vezes' já='já' disto='disto' que='que' removi='removi' comigo='comigo' ácoirnijissão='ácoirnijissão' concluir='concluir' projecto.='projecto.' disse='disse' se='se' para='para' era='era' seiupria='seiupria' parecer='parecer' lê-se='lê-se' tag0:_='_:_' a='a' vão='vão' mêa='mêa' ura='ura' e='e' muitas='muitas' o='o' cati-ara='cati-ara' faleão='faleão' nào='nào' dá='dá' da='da' xmlns:tag0='urn:x-prefix:_'>f e appr-ova-se. Agora o Sr. Falcão ^caba de concordar com!/ço, e disse bem alio na Camará, que nào s- oppunha a-q-ue este Projecto entrasse em diacussão; e' uea olyecio tão sinales q^e não admitt-e grande discussão. Em fim V. Ex.% e a Camará decidirá o que julgarem «nata conveniente.

O Sr. Presidente : — F.icará dado para a primeira parle da Ordem do. dia de amanhã, e passamos á

Continuqgao da disnits-iâo dn § unico e l," e 2.°

qucsihi do Aí L 1." do Projecto JV.° 241

(Vid. Svs&ào tie 6 do corrente.)

O Sr. Prestdenie:-— Continua cara a palavra o Sr. Celestino.

O Sf* Celestino Soares: — Ha d« ser tftltez necessário qtíe ed -reptta e«i jesun^o algum df o-> das Rajáhs, ou os da segunda, que eiam 03 do» Jesuítas; ou se finalmente o comprador adquiria apenas os direitos cooimuns dos actuaes proprietários dos Bens Narionaes do Continente do Heino. Nada disto vem definido na Lei, e é indispensável que ella se expresse de urna maneira clara, pira *e cvilar,, q -e v,i ser uP dd [Miiner.i vex, qu<_ restricta='restricta' aos='aos' d-1='d-1' dei='dei' eslá='eslá' fio='fio' espécie='espécie' concluindo='concluindo' lei='lei' pacece='pacece' isto='isto' pódecpois='pódecpois' primeira='primeira' igdr.i='igdr.i' confiscados='confiscados' demonstrei='demonstrei' ben.='ben.' ao='ao' outrji='outrji' as='as' pôde='pôde' conquiitas='conquiitas' eila='eila' cohe='cohe' dos='dos' d-='d-' tag1:_='_:_' tanto='tanto' desta='desta' exi.m='exi.m' por='por' ess.es='ess.es' crenças='crenças' honra='honra' ifpetir='ifpetir' ca='lurne3,' _='_' palavra='palavra' ser='ser' a='a' fts='fts' e='e' bens='bens' lhe='lhe' n='n' o='o' fa-tdioso='fa-tdioso' constam='constam' jesuítas.='jesuítas.' resta='resta' nào='nào' da='da' conventos='conventos' lm='lm' de='de' novas='novas' cor='cor' applicnvel='applicnvel' dt='dt' uso='uso' aosbena='aosbena' ate='ate' me='me' tal='tal' insistindo='insistindo' em='em' vás='vás' vez='vez' hoje='hoje' milhar='milhar' demonstrar='demonstrar' ez='ez' app-li-cada='app-li-cada' apresentei='apresentei' áerca='áerca' que='que' uma='uma' roe='roe' quo='quo' senão='senão' torno='torno' tive='tive' para='para' applicada='applicada' paiz='paiz' rfimri='rfimri' d.is='d.is' não='não' opposiçào='opposiçào' tos.='tos.' religiosavdo='religiosavdo' raòes='raòes' lpí='lpí' mons-trfir='mons-trfir' deveria='deveria' tudo='tudo' lê='lê' porque='porque' xmlns:tag1='urn:x-prefix:_'> 281 A d^»s ospu-Ihadaa nas Províncias de Ponda, Pprnem , B-cho-lim^ Sa'nqnelirn, Z«irnbaul'rn (coar.pr-hendendo tjsia mesma Província outras cinco mais pequpnas a que 1 no idioma Ca naná chamam Pance-rnai) Canacona, e Cabo de R»m t y. neitas sete Províncias s? com-pr<_-henflem publica='publica' que='que' á='á' tag2:_502='geraes240:_502' f='f' dos='dos' tag3:_340='_9i:_340' tantos='tantos' tributos='tributos' fazqrida='fazqrida' alem='alem' pagara='pagara' indtviduos='indtviduos' _='_' xmlns:tag2='urn:x-prefix:geraes240' xmlns:tag3='urn:x-prefix:_9i'>ardáos , 4 Tangas, e 17 ién.