O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

31 | I Série - Número: 036 | 22 de Janeiro de 2009

O Sr. Ricardo Gonçalves (PS): — O Sr. Deputado não entende que a saúde, como qualquer organização viva, tem evolução. Amanhã, vamos pôr isso com carácter definitivo»

Risos dos Deputados do PCP João Oliveira e de Os Verdes Francisco Madeira Lopes.

» e, se a Unidade Local de Saõde chegar á conclusão de que ç preciso mais valências, põem-se lá mais valências.

Protestos do PCP.

Tudo isto é uma evolução que vocês não percebem! Como vocês têm uma visão estática das coisas e por vossa vontade ainda estávamos antes da queda do Muro de Berlim, não querem mudanças de espécie nenhuma! Até porque, reparem, todas as mudanças feitas em Elvas foram para melhor»

Protestos do PCP.

Foi, efectivamente! Mesmo o encerramento da maternidade e os nascimentos realizados em Portalegre, em Évora ou em Badajoz beneficiou imenso as mulheres da região.

Protestos do PCP.

Não entendo por que é que, sendo vocês um partido internacionalista, são contra o facto de as mulheres poderem ter os filhos em Espanha!

O Sr. João Oliveira (PCP): — Isso é um perfeito disparate!

O Sr. Ricardo Gonçalves (PS): — Não se entende isso. E o mesmo se passa com a oposição, sendo europeístas.
Portanto, vocês só são internacionalistas para o que lhes convém!

Protestos do PCP.

O que interessa é que as mulheres sejam bem tratadas, tenham condições e Portugal continue a ser o sexto País do mundo com melhores rácios em termos de natalidade, de preparação, de apoio e de condições de nascimento das crianças,»

Protestos do PCP.

» em termos de impedirmos a mortalidade infantil.
Relativamente à natalidade, quando as medidas do Governo funcionarem, obviamente que esses resultados vão aparecer e não deve demorar muito: em 2008, em termos de natalidade, já aumentou em mais de 2000 crianças nascidas.
Efectivamente, toda a região de Elvas está a ter bons resultados com as medidas tomadas na área da saúde: estamos a conseguir que a urgência de Elvas esteja a funcionar em pleno, 24 horas por dia, com as valências necessárias e consideradas as adequadas para as necessidades da população, e a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano, aproveitando as potencialidades dos dois hospitais, de Elvas e de Portalegre, mais os centros de saúde, conseguiu, assim, pela primeira vez, prestar um serviço, que é único, em toda aquela região, um serviço que não era prestado de uma forma complementar, porque, até agora, havia muitas situações em que as pessoas começavam a ser tratadas no hospital de Elvas e, se fosse preciso, acabavam por ter de ir para os hospitais de Portalegre ou de Évora.

Páginas Relacionadas
Página 0021:
21 | I Série - Número: 036 | 22 de Janeiro de 2009 Submetida à votação, foi rejeitada, com
Pág.Página 21