O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

21 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009

O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — Muito bem!

O Sr. Diogo Feio (CDS-PP): — Temos uma diferença de caminho em relação a esta matéria: achamos que não é essencialmente com a tributação que se deve fazer o combate mas, sim, com a eliminação total desse bónus em relação a determinadas situações.

O Sr. Pedro Mota Soares (CDS-PP): — Muito bem!

O Sr. Diogo Feio (CDS-PP): — Em terceiro lugar, apresentaremos um projecto que prevê que os chamados bónus de gestão dos conselhos de administração só devem ser conferidos no final do mandato e não no final de cada ano.
O que é que se consegue com isto? Algo muito simples: evitar que comportamentos de gestão sejam determinados por uma expectativa de bónus rápidos e conduzam à aceitação de riscos não prudentes. Na nossa opinião, isto é inaceitável e para combater isto apresentaremos um projecto. Vozes do CDS-PP: — Muito bem!

O Sr. Diogo Feio (CDS-PP): — Em quarto lugar, pretendemos tornar as tabelas de vencimento das administrações mais transparentes, fazendo depender a sua aprovação não apenas das comissões de vencimentos mas também da deliberação dos accionistas em assembleia-geral. Com esta proposta, pretendemos algo muito simples: equilibrar o interesse da propriedade e dos accionistas face aos interesses de gestão.
Em quinto lugar, o CDS vai apresentar um projecto que visa estabelecer a separação prática e efectiva das empresas auditoras face ás empresas que vão ser auditadas,»

O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — Muito bem!

O Sr. Diogo Feio (CDS-PP): — » por um motivo muito simples: ç que assim será evitada qualquer tendência para as empresas auditoras se conformarem com a vontade de quem paga a sua prestação de serviços.

Vozes do CDS-PP: — Muito bem!

O Sr. Diogo Feio (CDS-PP): — Em sexto e último lugar, o CDS apresentará um projecto que visa a revisão do sistema de isenção de mais-valias bolsistas de forma a que este se torne mais justo e equilibrado face à tributação do trabalho.

O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — Muito bem!

O Sr. Diogo Feio (CDS-PP): — Apresentaremos este conjunto de projectos para defesa do mercado e, como ainda há pouco foi referido pelo Sr. Deputado Francisco Louçã, para defesa de interesses fundamentais da democracia, que já agora, deixem-me que vos diga, rima pouco com demagogia.

Aplausos do CDS-PP.

Referir-me-ei, agora, aos projectos que hoje, aqui, nos são apresentados.
O projecto de lei n.º 722/X (4.ª) prevê um imposto de solidariedade sobre as grandes fortunas. Um novo imposto, uma nova tributação, uma tributação que, aliás, olhando para o artigo 1.º do projecto, se aplica a patrimónios que sejam superiores a 2500 salários mínimos nacionais.
Mais à frente, precisamente no mesmo projecto, no artigo 11.º, relativo às taxas, prevê que seja aplicada uma taxa para valores patrimoniais entre 2000 e 3000 salários. Isto é, num artigo refere-se que são 2500

Páginas Relacionadas
Página 0006:
6 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Assim, passamos de imediato à ordem do dia
Pág.Página 6
Página 0007:
7 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Aplausos do BE. O combate ao crime ec
Pág.Página 7
Página 0008:
8 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Em Portugal, os gestores das 20 empresas do
Pág.Página 8
Página 0009:
9 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Socialista vamos contar para acabar com as
Pág.Página 9
Página 0010:
10 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Do que o Presidente fala é de prevenção, é
Pág.Página 10
Página 0011:
11 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Precisamente por pensarmos que só uma acçã
Pág.Página 11
Página 0012:
12 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 O Sr. José Vera Jardim (PS): — Não vejo lá
Pág.Página 12
Página 0013:
13 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 O Sr. Francisco Louçã (BE): — Isso não exi
Pág.Página 13
Página 0014:
14 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Finalmente, quero deixar uma palavra para
Pág.Página 14
Página 0015:
15 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Socialista, que sustenta o Governo do Part
Pág.Página 15
Página 0016:
16 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 O Sr. António Filipe (PCP): — Sr. Presiden
Pág.Página 16
Página 0017:
17 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 A segunda questão que deixo, muito prática
Pág.Página 17
Página 0018:
18 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 E, já agora, refiro que os Estados Unidos
Pág.Página 18
Página 0019:
19 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Quanto à transparência e informação dos ve
Pág.Página 19
Página 0020:
20 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 debates orçamentais da X Legislatura e no
Pág.Página 20
Página 0022:
22 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 salários que levam à tributação, no outro
Pág.Página 22
Página 0023:
23 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Vozes do CDS-PP: — Muito bem! O Sr.
Pág.Página 23
Página 0024:
24 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Srs. Deputados do Bloco de Esquerda, a zon
Pág.Página 24
Página 0025:
25 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 É o que está a fazer-se na 1.ª Comissão, c
Pág.Página 25
Página 0026:
26 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 Fui, entretanto, ouvir a intervenção do Pa
Pág.Página 26
Página 0027:
27 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 O Sr. José Manuel Ribeiro (PSD): — Sr. Pre
Pág.Página 27
Página 0028:
28 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 países, a entrada em vigor deste imposto e
Pág.Página 28
Página 0029:
29 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 compromisso do PS foi este: «fechamos offs
Pág.Página 29
Página 0030:
30 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 A nós, PS, o que nos norteia são, de facto
Pág.Página 30
Página 0031:
31 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 importância e, por isso, não discutimos aq
Pág.Página 31
Página 0032:
32 | I Série - Número: 068 | 17 de Abril de 2009 a trabalhar com o sistema Linux, que é inc
Pág.Página 32