O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

24 | I Série - Número: 017 | 22 de Outubro de 2010

programa do Partido Socialista, porque o programa do Partido Socialista nada dizia sobre aumentos de impostos, dizia, aliás, o contrário! O programa do Partido Socialista comprometia-se com a defesa intransigente do Estado social, não falava lá de cortes cegos em várias prestações sociais e de cortes na despesa da saúde! O programa do Partido Socialista falava-nos — e que bem que falava!» — sobre a importância do investimento público como estratégia de modernização do País e como estratégia fundamental para o crescimento e para a criação de emprego! Não nos avisava que, num contexto de contracção do investimento privado, o Governo iria levar a cabo um corte de 20% no investimento público, juntando recessão à recessão! Daí que, Sr. Deputado Afonso Candal, a questão que lhe quero colocar seja a de saber se é possível, no debate do Orçamento na especialidade — e já que estamos a falar muito de percentagens — , introduzir 10%, 5%, 1% que fosse do programa do Partido Socialista neste Orçamento do Estado!

Aplausos do BE.

O Sr. Presidente (José Vera Jardim): — Para responder, tem a palavra o Sr. Deputado Afonso Candal.

O Sr. Afonso Candal (PS): — Sr. Presidente, Sr. Deputado José Gusmão, diz V. Ex.ª que este é um Orçamento do Estado de recessão, pelo que presumo que pretende que se retire daí a ilação de que Bloco de Esquerda votará contra» Mas a verdade ç que não sei se considera que todos os orçamentos do Partido Socialista têm sido orçamentos de recessão. É porque a verdade, a verdade verdadeira, é que o Bloco de Esquerda sempre votou contra os Orçamentos do Estado do Partido Socialista!

Aplausos do PS.

Portanto, V. Ex.ª não diga que este é o orçamento de recessão. Basta dizer que é o orçamento do Partido Socialista! Basta dizer que é o orçamento do Governo do Partido Socialista para percebermos logo, com base na análise estatística do histórico, como é que vai votar o Bloco de Esquerda. Se é do Partido Socialista, vota contra! Nós conhecemos esse posicionamento táctico! Daí que na minha intervenção não me tivesse dirigido ao Bloco de Esquerda, porque não tenho ilusões de que o Bloco de Esquerda, seja com base em que conversação ou negociação seja, alguma vez se predispõe a não votar contra o Orçamento do Estado do Partido Socialista. Porque isso eu sei! Esse é um dado! Se o Orçamento é do Partido Socialista, o Bloco de Esquerda não precisa de saber o que lá está porque já tem definido o seu sentido de voto.

Aplausos do PS.

Não sabia igualmente que V. Ex.ª era um adepto tão ferrenho do programa eleitoral do Partido Socialista»

Risos do PS.

Não vou deixar ficar o Sr. Deputado Josç Gusmão mal», porque todos sabemos que o voto ç secreto»

Risos do PS.

» e essa ç uma reserva que nos dá o nosso sistema democrático. Portanto, longe de mim estar a deixar V.
Ex.ª ficar numa situação algo desconfortável. Mas é bom saber que há Deputados do Bloco de Esquerda, elementos do Bloco de Esquerda, filiados no Bloco de Esquerda que têm tão boa opinião do programa eleitoral do Partido Socialista»

Risos do PS.

Páginas Relacionadas
Página 0043:
43 | I Série - Número: 017 | 22 de Outubro de 2010 O Sr. Afonso Candal (PS): — Diga qual é
Pág.Página 43
Página 0044:
44 | I Série - Número: 017 | 22 de Outubro de 2010 Esta é uma iniciativa com vantagens para
Pág.Página 44
Página 0045:
45 | I Série - Número: 017 | 22 de Outubro de 2010 Sr. Secretário de Estado, muitos exemplo
Pág.Página 45
Página 0046:
46 | I Série - Número: 017 | 22 de Outubro de 2010 O Sr. Filipe Lobo d’Ávila (CDS-PP): — V
Pág.Página 46
Página 0047:
47 | I Série - Número: 017 | 22 de Outubro de 2010 Mas, Sr. Secretário de Estado, ainda não
Pág.Página 47
Página 0048:
48 | I Série - Número: 017 | 22 de Outubro de 2010 A Sr.ª Helena Pinto (BE): — Claro! Isto
Pág.Página 48
Página 0049:
49 | I Série - Número: 017 | 22 de Outubro de 2010 O Sr. Presidente (José Vera Jardim): —
Pág.Página 49
Página 0050:
50 | I Série - Número: 017 | 22 de Outubro de 2010 Sr. Presidente, Sr.as e Srs. Deputados:
Pág.Página 50
Página 0051:
51 | I Série - Número: 017 | 22 de Outubro de 2010 Não, Sr.ª Deputada, não é para as estatí
Pág.Página 51