O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

49 | I Série - Número: 037 | 13 de Janeiro de 2011

Os governos que mais aumentaram a despesa foram os governos do PSD e do CDS-PP»

Vozes do PSD: — Não é verdade!

O Sr. Ministro de Estado e das Finanças: — » e, por isso, não têm, de forma nenhuma, qualquer credibilidade ou autoridade para acusar este Governo de não saber controlar a despesa, porque os senhores, quando estiveram no governo, fizeram aumentar a despesa de uma forma vergonhosa! Sr. Deputado Honório Novo, e termino a minha resposta, permita-me que lhe diga, mais uma vez, como lhe disse ontem, na Comissão de Orçamento e Finanças, que não tem razão. Nós teremos de continuar a apresentar a Conta das Administrações Públicas, quer em Contabilidade Pública, quer em Contabilidade Nacional,»

O Sr. Honório Novo (PCP): — Isso é a Conta!

O Sr. Ministro de Estado e das Finanças: — » com a discriminação da despesa de investimento — isto resulta do sistema contabilístico, do sistema de contas apurado — , pelo que seremos sempre capazes de identificar quanto é que se gasta em investimento e em funcionamento.

O Sr. Honório Novo (PCP): — Isso é Conta e não falei dela. Falei da proposta de lei do Orçamento do Estado!

O Sr. Ministro de Estado e das Finanças: — E, Sr. Deputado, vir invocar que é importante manter a distinção em PIDDAC, para podermos saber quanto se gasta em investimento, dizer que o PIDDAC é um sinal de investimento, sinceramente, dá-me vontade de rir.

Aplausos do PS.

O Sr. Presidente: — Para uma intervenção, tem a palavra o Sr. Deputado Duarte Pacheco.

O Sr. Duarte Pacheco (PSD): — Sr. Presidente, Srs. Membros do Governo, Sr.as e Srs. Deputados: Três notas prévias, antes de irmos à Lei de Enquadramento Orçamental.
Sr. Ministro das Finanças, só o stress que o senhor está a viver pode desculpar o estilo e o conteúdo da sua intervenção»

Vozes do PSD: — Bem dito!

O Sr. João Galamba (PS): — Vem no Financial Times»

O Sr. Duarte Pacheco (PSD): — Foi lamentável, Sr. Ministro!

Vozes do PSD: — Muito bem!

Protestos do PS.

O Sr. Duarte Pacheco (PSD): — Em primeiro lugar, nós estamos numa discussão, que queríamos séria, mas o Sr. Ministro facilmente «descansa» no debate partidário, no pior sentido da palavra.

Protestos do PS.

O Sr. Ministro de Estado e das Finanças: — Ohhh!» Como não gostam dizem que não ç sçria!

Páginas Relacionadas
Página 0046:
46 | I Série - Número: 037 | 13 de Janeiro de 2011 O Sr. João Pinho de Almeida (CDS-PP): —
Pág.Página 46
Página 0047:
47 | I Série - Número: 037 | 13 de Janeiro de 2011 Terceiro comentário: interrogo-me sobre
Pág.Página 47