O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 97

12

Terceiro ponto: há abandono no ensino superior? Houve sempre, Srs. Membros do Governo e Srs.

Deputados!

A questão agora é: há agora mais abandono do que no passado?

O Sr. Bernardino Soares (PCP): — Sim!

O Sr. Michael Seufert (CDS-PP): — Não sei!

O Sr. Miguel Tiago (PCP): — Os seus amigalhaços ricos não deixam a escola, não é?!

O Sr. Michael Seufert (CDS-PP): — Não sei e os Srs. Deputados também não podem saber, porque as

únicas pessoas que podem saber são as instituições e, tanto quando sabemos, não há dados publicados

sobre isso!

O PCP «atira» com um número, diz que 100 pessoas por dia abandonam o ensino superior.

Matematicamente, se a essa média os alunos abandonassem o ensino superior, isso queria dizer que,

porventura, já nem teríamos estudantes no ensino superior!

Não é sério fazer declarações com base em «números-fantasma», sem haver dados oficiais.

O Sr. Miguel Tiago (PCP): — Porque não são os seus colegas que abandonam a escola, não é?!

O Sr. Michael Seufert (CDS-PP): — Para além disso, mais importante até do que saber se há muitos ou

poucos abandonos é saber as razões pelas quais as pessoas abandonam, que também são variadas.

Mas não é esse o debate que estamos agora a fazer, Srs. Membros do Governo, Srs. Deputados.

Podemos fazer um debate sobre a crise noutra altura, mas, hoje, o que nos importa debater aqui é se o

Governo está a fazer alguma coisa para, em cima da crise, ainda dificultar mais a vida aos estudantes e nós

pensamos que não.

Mais: pensamos que o Governo está a cumprir o seu papel, que é o de garantir a todos, nomeadamente

com as medidas que já foram tomadas nesta Legislatura, que o apoio social chega a quem dele precisa.

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

O Sr. Miguel Tiago (PCP): — Não são os meninos do CDS que abandonam a escola!

A Sr.ª Presidente: — Tem a palavra a Sr.ª Deputada Ana Drago.

A Sr.ª Ana Drago (BE): — Sr.ª Presidente, Srs. Secretários de Estado, Sr.as

e Srs. Deputados: Sr.

Secretário de Estado da Educação, ainda bem que está connosco esta tarde, porque creio que o debate

central que temos de ter é sobre a questão do abandono e sobre as respostas do Governo.

Penso que o discurso que acabámos de ouvir da bancada do CDS é absolutamente inaceitável. Não pode

o Governo, não pode o CDS, não pode o Sr. Deputado Michael Seufert apresentar-se nesta Assembleia

dizendo «Não sei», «Não sabemos», tendo em conta o conjunto de vozes que temos ouvido, de associações

de estudantes, de instituições, de serviços de ação social escolar, de professores do ensino superior, da

Pastoral Universitária, de testemunhos dos estudantes que aparecem em reportagens na comunicação social,

dia sim, dia não, a dizerem que há abandono, que há incapacidade financeira das famílias de sustentar os

custos de frequência.

Também não se pode dizer aquilo que o Sr. Secretário de Estado dizia há dois meses nesta Assembleia,

ou seja, que o abandono do ensino superior não está a aumentar. Não é verdade, Sr. Secretário de Estado.

Este é um drama para as famílias mas é uma tragédia para o País, porque significa que, neste momento,

estamos a desperdiçar a capacidade que temos de investir nos jovens que permitem um futuro diferente ao

País.

Os dados que são revelados na comunicação social sobre a atribuição de bolsas dizem que, no contexto

(não sei se o Sr. Deputado Michael Seufert estará interessado no debate…), a novidade é a vossa política de

Páginas Relacionadas
Página 0004:
I SÉRIE — NÚMERO 97 4 Srs. Deputados, passamos, agora, ao primeiro po
Pág.Página 4
Página 0005:
19 DE ABRIL DE 2012 5 Não estavam distraídos, quiseram seguir o pior da opinião púb
Pág.Página 5
Página 0006:
I SÉRIE — NÚMERO 97 6 Nem sequer está aqui em discussão a questão de
Pág.Página 6
Página 0007:
19 DE ABRIL DE 2012 7 adequados ao combate a este flagelo. Por isso mesmo, entendem
Pág.Página 7
Página 0008:
I SÉRIE — NÚMERO 97 8 Vozes do CDS-PP: — Muito bem! O S
Pág.Página 8